PR – COESUS e 350.org Brasil defendem manutenção de veto às pesquisas sísmicas

Entidades que integram a COESUS – Coalizão Não Fracking Brasil – pedem a manutenção do veto parcial à Lei paranaense que proíbe por 10 anos os testes, pesquisas sísmicas e a exploração do gás de xisto

Por Silvia Calciolari, Não Fracking Brasil

Os deputados estaduais do Paraná devem apreciar nos próximos dias o veto ao artigo 3º à Lei 18.947/2016 que proíbe por 10 anos operações de fraturamento hidráulico (fracking) para exploração do gás de xisto. Na proposta aprovada por unanimidade pelos parlamentares, o artigo vetado contemplava as pesquisas. Com o veto, ficam proibidas durante o período. Na tarde desta quarta-feira, 08, o veto chegou a entrar na pauta de votação, mas foi retirado pela presidência da Assembleia Legislativa do Paraná sem maiores justificativas. (mais…)

Ler Mais

COESUS requer ao IAP embargo de testes sísmicos e apreensão de caminhões vibradores

Representação cobra do órgão paralisação imediata da pesquisa sísmica para evitar maiores prejuízos em construções em diversas cidades do Paraná, ou até mesmo danos ambientais

Por Silvia Calciolari, Não Fracking Brasil

Agora não há mais desculpas. O Governo do Estado, através do Instituto Ambiental do Paraná (IAP), precisa cumprir o que determina a Lei Estadual 18.947/2016 sancionada e publicada em 22 de dezembro que proíbe por 10 anos o licenciamento para testes sísmicos, pesquisas e a exploração do gás de xisto por fraturamento hidráulico, também chamado de fracking. (mais…)

Ler Mais

ANP faz pesquisa sísmica no Oeste de Santa Catarina e avisa que vai retornar ao Paraná

Como sempre, comboio de caminhões vibradores percorre rodovias sem aviso prévio dos riscos do fracking aos gestores públicos e à população. No Paraná, pesquisas estão proibidas

Por Silvia Calciolari, Não ao Fracking Brasil

A presença dos caminhões vibradores contratados pela Agência Nacional de Petróleo de Gás (ANP) nas rodovias do Oeste de Santa Catarina pegou os gestores públicos e moradores da região de surpresa. Dionísio Cerqueira, colada com a cidade paranaense de Barracão, Guarujá do Sul, Guaraciaba e Campo Erê são localidades onde o comboio já passou e pasmem, a população soube pela imprensa. (mais…)

Ler Mais

El gran pacto: diálogo de la imposición

Tras declarar el 2017 como el año de las energías renovables, el presidente Mauricio Macri anunció en los primeros días de enero que, teniendo como meta de largo plazo exportar masivamente y traccionar la industria nacional, se llegó a un acuerdo macro para la explotación de Vaca Muerta y otros yacimientos no convencionales. El objetivo es brindar mayores condiciones de ‘competitividad’ al elefante dormido, gravemente afectado por la caída de los precios internacionales. El anuncio público puso el moño a meses de negociaciones y modificaciones subterráneas donde, a la par de reducir costos laborales específicos para este tipo de proyectos, se incrementó la desregulación y la autonomía empresarial. Tanto los medios como los fines, como se detalla a continuación, comprenden un abordaje neoliberal y mercantil de la energía. En beneficio de unos pocos, se traslada el peso y costos a la mayoría de la sociedad y la naturaleza, como ya viene ocurriendo tanto con las áreas explotadas como con el tarifazo.

Taller Ecologista y Observatorio Petrolero Sur, en EJES

“[Las campañas del ministro Aranguren] buscan decirles a todos: cuidemos, seamos solidarios, estemos juntos en esto, porque necesitamos realmente volver a darle el valor que tiene la energía en una sociedad y en el planeta.” Mauricio Macri, 10/01/2017 (mais…)

Ler Mais

2017 será o ano em que vamos banir o fracking no Brasil

O ano começa com duas boas notícias que nos inspiram a intensificar a campanha para proibirmos definitivamente o fraturamento hidráulico e nos livrar da contaminação

Por Silvia Calciolari, Não Fracking Brasil

A primeira boa notícia vem da Câmara dos Deputados. A Comissão de Minas e Energia da Câmara dos Deputados aprovou no final do ano passado parecer favorável ao Projeto de Decreto Legislativo (PDC) 1466/14 que susta a resolução 21/14 da Agência Nacional do Petróleo e Gás (ANP) sobre novas regras para a exploração de petróleo e gás natural por meio da técnica do fraturamento hidráulico (fracking) em reservatório não convencional. (mais…)

Ler Mais

PR – Umuarama aprova banimento definitivo do fracking, com a proibição de pesquisas sísmicas

2016 termina com a aprovação de projeto de Lei sugerido pela COESUS – Coalizão Não Fracking Brasil – para proteger a cidade do Paraná da contaminação as reservas de água, o solo produtivo e a saúde das pessoas causada pela exploração do gás de xisto

Por Silvia Calciolari, no Não Fracking Brasil

Em sessão extraordinária realizada na manhã desta quinta-feira, 29, a última do ano, os vereadores de Umuarama aprovaram por unanimidade o projeto de Lei 78/2016 de autoria do vereador Diemerson Castilho que proíbe definitivamente operações de fraturamento hidráulico (fracking), inclusive a pesquisa sísmica. (mais…)

Ler Mais

EPA diluiu importante estudo sobre Fracking para minimizar riscos de contaminação da água

Um novo e impressionante relatório do Marketplace e APM Reports revela que os principais funcionários da Agência de Proteção Ambiental dos EUA (EPA) fizeram mudanças críticas de última hora na avaliação de um importante estudo sobre o Fracking para atenuar claras evidências de que o polêmico processo de perfuração contamina o abastecimento de água do país

Por Lorraine Chow,  EcoWatch/Não Fracking Brasil*

Já vimos como o Fracking e água potável não se misturam, e mesmo versões anteriores de avaliações da EPA afirmaram que vazamentos são um problema. Mas em 4 de junho de 2015, a agência divulgou um relatório e materiais de imprensa correspondentes com a enganosa afirmação de que “não há nenhuma evidência que o Fracking seja responsável por sistêmicos ou generalizados impactos sobre os recursos hídricos”. (mais…)

Ler Mais

Operações de FRACKING para extração do gás de xisto estão proibidas em Londrina

Vereadores da segunda maior cidade do Paraná aprovaram projeto de lei que protege as reservas de água, o solo fértil e a saúde das pessoas e animais

Por Silvia Calciolari – Não Fracking Brasil

“A adesão unânime à proposição é a certeza de que a nossa gente e o nosso território estarão protegidos, pois o projeto de Lei cria uma barreira para essa exploração devastadora”, afirmou a Vereadora Lenir de Assis, autora do Projeto de Lei 51/2016. (mais…)

Ler Mais

A Igreja acompanha de perto a política energética do MME

Maurício Corrêa, de Brasília — Paranoá Energia

O binômio Energia-Igreja só passou a ter um significado mais recentemente no Brasil. Energia todo mundo sabe o que é, mas Igreja deixou há tempo de ser aquela organização de atuação global que se preocupa apenas com a preservação de dogmas ou com a ida dos seus fiéis para o Céu. Hoje, a Igreja está muito interessada na política energética e acompanha de perto todos os passos dos agentes econômicos e do Governo, pois entende que o seu trabalho pastoral também está relacionado com o bem-estar dos seres humanos, o que representa defesa intransigente do meio ambiente, preocupação com a questão das mudanças climáticas, melhor qualidade do ar e preservação das nascentes e reservas de água. (mais…)

Ler Mais

Fracking e o canto da Sereia

Técnicos da ANP percorrem o país ‘vendendo’ o fraturamento hidráulico como uma alternativa energética viável sem considerar seus impactos ambientais, econômicos, sociais e para o clima do planeta.

Por Silvia Calciolari – Não Fracking Brasil

Reza a lenda da Mitologia Grega que em alto mar, os marujos desavisados eram atraídos pela beleza e o canto irresistível das Sereias, seres mitológicos – metade mulher, metade peixe – que usavam esses artifícios para atrair suas inocentes presas, puxá-las para as profundezas e matá-las sem dó nem piedade. Ainda segundo a mesma lenda, somente sobreviviam a esse ataque mortal aqueles que sabiam dos riscos e perigos desse sedutor chamado, tampavam seus ouvidos para se livrar do fim terrível. (mais…)

Ler Mais