Sobre o estranho conservadorismo das multidões

Para compreender o avanço da agenda de retrocessos, falta examinar algo: como o medo de perder micropoderes – relacionados a classe, gênero, raça e sexualidade – leva tantos a se aferrarem à própria opressão

Por Berenice Bento*, em Outras Palavras

Entre os anos de 1965 e 1966, ruas de várias capitais brasileiras foram ocupadas por manifestações que estampavam em seus cartazes: “Em nome da tradição, família e propriedade” (TFP – Tradição, Família e Propriedade). Neste tripé, setores consideráveis da sociedade brasileira se organizaram e deram sustentação civil ao golpe militar. Atualmente, os discursos que defendem o direito exclusivo da família heterossexual existir e a defesa da propriedade privada como um valor superior à vida estão organizados em partidos políticos, no MBL e na Escola sem Partido. (mais…)

Ler Mais

Por um movimento LGBT mais transversal

Lutas pela livre expressão da sexualidade serão muito mais sólidas se articuladas com as de outros setores oprimidos. Pois o conservadorismo que atinge os LGBTs é o mesmo que se volta contra pobres, negros ou sem-teto

Por Marcos de Jesus Oliveira – Outras Palavras

Com o fechamento da exposição QueerMuseu: cartografias da diferença na arte brasileira sob os auspícios do Santander Cultural de Porto Alegre, em resposta a protestos protagonizados por setores da sociedade civil, tornaram-se mais evidentes os contornos do que poderíamos designar de “ativismo anti-gênero” ou, mais especificamente, de “ativismo anti-LGBT”, no Brasil. Para não cairmos na falsa compreensão de que esse ativismo é algo inteiramente recente ou invenção dos últimos anos, é preciso ter no horizonte que a sociedade brasileira é, seguindo as formações sociais ocidentais, marcada por desigualdades e violências de gênero de inúmeros tipos e de várias ordens desde o processo de colonização. Nem mesmo a redemocratização dos anos de 1980 e sua promessa de construção de uma cidadania inclusiva conseguiram garantir os direitos humanos de LGBTs, já que o Brasil continua responsável por um alto índice de assassinatos e de agressões a LGBTs, um dos maiores do mundo. (mais…)

Ler Mais

Cura gay: os “cristãos” contra Cristo

Ao recorrerem à Psicologia, os que querem dominar os desejos reconhecem os limites da Religião. Mas reproduzem o mesmo dispositivo que resultou na cruz

Por Fran Alavina* – Outras Palavras

O debate sobre a decisão judicial que dá margem legal para a estapafúrdia “cura gay” além de ter recebido as reações devidas nos últimos dias – reações que devem aumentar –, também dá lugar para que se possa ter uma visão mais complexa do que se esconde sobre esta lógica do absurdo. Absurdidade que, por se manter na longa duração da história da repressão dos desejos dissidentes e da objetivação do corpo, acaba por se apresentar para muitos como normalidade na história da nossa cultura. De fato, quando comparado com a história da sexualidade no Ocidente, este absurdo é a regra e não a exceção. Regras de uma suposta “normalidade”, datada desde quando o cristianismo como forma religiosa hegemônica e como tipo de consciência política dominante estabeleceu para nós a moralidade dos afetos tristes. Tristes, pois afetos que se regem não pela liberdade do agir, mas pela conduta proibitiva; não pela completude, porém pela interdição. Trata-se de uma submissão do desejo àqueles que não gozando – no caso católico está parcela que em tese não possui o gozo sexual é o clero – podem prescrever as regras do gozo permitido. (mais…)

Ler Mais

Militante da causa LGBT+ é assassinada a tiros em Betim

Karina Fátima dos Santos, de 38 anos, foi executada com três disparos no Bairro Bom Retiro. Até o momento, ninguém foi preso

Larissa Ricci , Mirna de Moura * – Estado de Minas

Uma mulher formada em direito e militante da causa LGBT+ foi assassinada a tiros na tarde desta terça-feira, em Betim, na Região Metropolitana de Belo Horizonte. A vítima, identificada como Karina Fátima dos Santos, de 38 anos, levou três tiros. Natural de São Paulo, morava em Betim e estava na segunda fase do exame da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB).  (mais…)

Ler Mais

Centro de Artes da Maré Sedia 1ª Mostra de Cultura e Cidadania LGBT de Favelas

Tyler Strobl – RioOnWatch

O Centro de Artes da Maré estava lotado na última quinta-feira, dia 18 de maio, quando o Laboratório LGBT de Teatro do Oprimido e Grupo Conexão G de Cidadania LGBT de Favelas sediaram a Primeira Mostra de Cultura e Cidadania LGBT de Favelas. Os participantes, desde estudantes do ensino médio a ativistas e pesquisadores universitários tomaram parte de uma extensa gama de atividades incluindo apresentações de teatro e capoeira, apresentações de livros e uma discussão em mesa redonda. Espera-se que este tenha sido o primeiro, de muitos mais eventos deste tipo, a ser sediado na Maré, na Zona Norte do Rio de Janeiro. (mais…)

Ler Mais

Oito de Março para Luana e Veronica

As mulheres negras elegeram o 25 de Julho; e as mulheres e homens trans, o 29 de Janeiro. No entanto, neste “Mês da Mulher”, vale refletir sobre estes dois casos emblemáticos

Por Carmela Zigoni* – Outras Palavras

Luana Barbosa dos Reis e Veronica Bolina não foram esquecidas. No entanto, a invisibilidade social que cerca a morte da primeira e a prisão da segunda fazem parte da lesbofobia e transfobia — determinantes, ao lado do racismo, das relações em nossa sociedade. A múltipla violação de direitos humanos pelas quais elas passaram são tijolos a mais na construção de uma sociedade racista e machista que cala diante de tamanha violência. O silêncio é quase generalizado, seja na imprensa de massa, seja nos próprios veículos alternativos de mídia, com poucas e exceções. Cabe aos movimentos LGBTI, ao lado de familiares e amigos, buscar manter a vivas suas histórias. (mais…)

Ler Mais

Herbert Daniel – Pioneiro no combate à discriminação de LGBTs no Brasil. Entrevista especial com James Green

Vitor Necchi – IHU On-Line

O professor norte-americano James Green desde muito jovem atuava no movimento pelos direitos civis dos negros norte-americanos e contra a guerra no Vietnã. Em 1973, durante a Ditadura Civil-Militar no Brasil, conheceu um exilado brasileiro em Washington, então passou a participar do movimento que denunciava as violações de direitos humanos no país. Em contato com outros brasileiros, se encantou com o calor humano e a alegria do grupo. “Eu sei que parece que estou repetindo estereótipos, mas realmente senti uma identificação forte com a cultura brasileira, então resolvi conhecer o país com uma amiga brasileira”, conta Green, em entrevista por e-mail à IHU On-Line. A ideia era ficar seis meses no país, mas acabou permanecendo seis anos. Os vínculos se fortaleceram, tanto que Green pesquisa e ensina nos Estados Unidos a história do Brasil. (mais…)

Ler Mais

Parada LGBT do Rio defende aprovação de lei de identidade de gênero

Nielmar de Oliveira – Repórter da Agência Brasil

Dezenas de milhares de manifestantes ocuparam a orla da Praia de Copacabana, na zona sul do Rio de Janeiro, na tarde deste domingo (11), durante da 21ª Parada do Orgulho LGBT Rio, que procurou chamar a atenção para a necessidade do respeito à diversidade de gênero. O número oficial de participantes não foi divulgado. (mais…)

Ler Mais

Mais de um terço de alunos LGBT sofreram agressão física na escola, diz pesquisa

Mariana Tokarnia – Repórter da Agência Brasil

Estudantes lésbicas, gays, bissexuais, travestis e transexuais (LGBT) relatam que são agredidos dentro das escolas e que isso atrapalha o rendimento nos estudos. Alguns inclusive declaram que já cogitaram tirar a própria vida por causa das agressões. De acordo com pesquisa divulgada ontem (22), 73% foram agredidos verbalmente e 36% foram agredidos fisicamente. (mais…)

Ler Mais

Ministério lança guia para atendimento de turistas LGBT

Andreia Verdélio – Repórter da Agência Brasil

O Ministério do Turismo lançou o guia “Dicas para atender bem turistas LGBT”, que tem o objetivo de melhorar o atendimento a estes viajantes no Brasil. Os turistas LGBT (Lésbicas, Gays, Bissexuais, Travestis, Transexuais e Transgêneros) representam 10% dos viajantes no mundo e movimentam 15% do faturamento do setor, segundo a pasta. (mais…)

Ler Mais