Mineração e a morte que corre nos rios da Amazônia. Entrevista especial com Gerôncio Rocha

Por: João Vitor Santos, em IHU On-Line

A absoluta falta de imaginação política e de investimento em pesquisas e tecnologia industrial é a âncora que mantém o Brasil preso à exploração ambiental, mineral e a uma balança comercial baseada em venda de bens primários sem valor agregado, ou seja, commodities. Isso faz com que a região mais rica do país em termos de biodiversidade seja, sistematicamente, atacada por projetos de desenvolvimento não somente insustentáveis do ponto de vista ambiental, mas também etnocidas. “Em suma, os índios e suas terras na Amazônia estão há anos sob o cerco inclemente de três processos invasivos: a expansão do arco de desmatamento da floresta pela ação da agropecuária; a invasão e intrusão de levas de trabalhadores dos garimpos e dos enclaves de mineração; e a construção de barragens e usinas hidrelétricas”, afirma  Gerôncio Rocha, em entrevista por e-mail à IHU On-Line.

(mais…)

Ler Mais

PM detém 20 pessoas e apreende helicópteros em fazenda de apoio a garimpo ilegal em RR

Segundo a polícia, propriedade em Amajari era usada como local de partida para área de garimpo ilegal na Terra Indígena Yanomami. Combustíveis, armas, munições, R$ 10 mil e pepitas de ouro foram apreendidas.

Por G1 RR

A Polícia Militar informou neste domingo (13) que deteve 20 pessoas e apreendeu dois helicópteros em uma fazenda em Amajari, no interior de Roraima. O local era usado como acampamento e ponto de passagem para áreas de garimpo ilegal na Terra Indígena Yanomami.

(mais…)

Ler Mais

Em áudios, ex-senador previne garimpeiros sobre fiscalização do Ibama

por Ana Carolina Amaral, em Folhapress

“Vocês podem retirar as PCs [retroescavadeiras hidráulicas] de vocês aí, senão eles vão terminar é queimando, viu?”. A fala é de Ernandes Amorim, pecuarista e vereador por Ariquemes (RO), que já representou Rondônia no Congresso como senador, entre 1995 e 2000, e também como deputado federal, de 2007 a 2011. 

(mais…)

Ler Mais

Ação destrói garimpos em RR, retira invasores e apreende até helicóptero na maior terra indígena do país

Operação Walopali durou 12 dias na Terra Indígena Yanomami e foi realizada para reinstalar uma base de proteção etnoambiental (Bape) no rio Mucajaí. Medida visa o combate ao garimpo ilegal e a conservação das comunidades tradicionais.

Por G1 RR — Boa Vista

Uma fiscalização fechou ao menos 30 garimpos ilegais e retirou centenas de invasores da Terra Indígena Yanomami, em Roraima. A operação Walopali-Curare XI durou 12 dias e apreendeu equipamentos usados na exploração de ouro e até um helicóptero.

(mais…)

Ler Mais

Bolsonaro prometeu fazer dos indígenas “latifundiários ricos”. Mas quem vai se dar bem são as mineradoras e os banqueiros

O índio não quer ser latifundiário pobre em cima de terras ricas. Especialmente das terras mais ricas do mundo. Jair Bolsonaro, de ascendência italiana, falando em nome de 305 etnias que estavam aqui antes do Brasil existir.

Por Luiz Carlos Azenha, em Viomundo

O principal anúncio do presidente Jair Bolsonaro durante seu discurso à Assembleia Geral das Nações Unidas é de que o governo insistirá em seu projeto de autorizar a mineração em terras indígenas.

(mais…)

Ler Mais

A tragédia dos Munduruku

Garimpo ilegal coloca em risco a sobrevivência de um povo inteiro. Ao invés de estimular o crime, Bolsonaro deve atuar no combate ao desmatamento e pela proteção das Terras Indígenas.

por Greenpeace

Ao sobrevoar com o Greenpeace a Terra Indígena (TIMunduruku, no oeste do Pará, no último dia 19, o cacique geral do povo Munduruku viu, repleto de tristeza, o rastro de destruição deixado por uma onda de garimpos que se estabeleceram ao longo de um dos principais rios de seu território. O povo Munduruku é contra a mineração em suas terras e, para apoiá-los no combate a esse crime, enviamos uma denúncia à Polícia Federal de Santarém (PA) e ao Ministério Público Federal no fim da semana passada.

(mais…)

Ler Mais

Fiscais do Ibama acusam Exército de não cooperar em ações contra garimpos ilegais

Por O Globo, em RondoNotícias

Um documento do Instituto Brasileiro de Meio Ambiente e Recursos Naturais Renováveis (Ibama) afirma que os comandos militares envolvidos na missão de Garantia da Lei e da Ordem (GLO) ambiental decretada pelo presidente Jair Bolsonaro (PSL) se recusaram, por três vezes, a dar suporte a operações de combate a garimpeiros ilegais. A alegação dada foi que as ações poderiam resultar na destruição de equipamentos dos infratores.

(mais…)

Ler Mais

Planalto abre as portas ao garimpo ilegal

Invasores foram recebidos por cinco ministros e pediram fim da atuação do IBAMA. Áudios revelam que, depois do encontro, confiam em decisão favorável de Bolsonaro — que promete legalizar exploração em áreas preservadas

Por Felipe Betim, no El País

Representantes de garimpeiros, que atuam em exploração ilegal em áreas da floresta nacional do Crepori, no Pará, receberam um inédito respaldo do Governo Federal, ao se reunir com várias autoridades do primeiro escalão do Planalto. Entre elas estavam o ministro da Casa Civil, Onyx Lorenzoni, do Gabinete de Segurança Institucional, Augusto Heleno, e do Meio Ambiente, Ricardo Salles. O grupo conseguiu o encontro em Brasília, realizado nesta segunda-feira, 16 de setembro, após bloquear, na semana passada, trecho paraense da rodovia BR-163. Protestavam contra a atuação de fiscais do Instituto Brasileiro do Meio Ambiente (IBAMA), do Instituto Chico Mendes (ICMbio) e agentes da Força Nacional. A ação dos fiscais, feita uma semana antes do bloqueio, terminou com a queima de retroescavadeiras e maquinários usados pelos invasores, uma prerrogativa legal que os agentes de fiscalização possuem. Os garimpeiros agora pressionam Salles para rever essa lei e punir os servidores.

(mais…)

Ler Mais

Salles e Onyx se reúnem com garimpeiros e prometem ‘soluções’ em duas semanas

Da Folhapress, na Gaúcha ZH

Garimpeiros do Pará afirmaram, em áudios distribuídos em grupos de aplicativos, que cobraram dos ministros Onyx Lorenzoni (Casa Civil) e Ricardo Salles (Meio Ambiente) a abertura de investigação contra servidores do Ibama e do ICMBio que destruíram equipamentos flagrados pela fiscalização em crimes ambientais no final de agosto e início de setembro.

(mais…)

Ler Mais

Fiscais do Ibama são recebidos a tiros por garimpeiros na Terra Indígena Ituna/Itatá, PA

Por Adécio Piran, na Folha do Progresso

(Reuters) – Uma equipe de fiscalização do Ibama foi alvo de tiros por parte de garimpeiros durante operação de fiscalização na sexta-feira, perto da Terra Indígena Ituna/Itatá, em Altamira, no Pará, e homens da Polícia Federal e da Força Nacional de Segurança Pública, que davam apoio à operação, revidaram.

(mais…)

Ler Mais