Carta Aberta de Professores da Faculdade de Educação da Universidade Federal Fluminense

Nós, professoras e professores da Faculdade de Educação da UFF, como cidadãos,  abaixo-assinados, em exercício de nossa liberdade constitucional de expressão, empenhados em defender as conquistas históricas da educação pública brasileira, nos dirigimos a toda a sociedade e, em especial, aos estudantes, aos seus familiares e à comunidade acadêmico-científica, na intenção de compartilhar nosso posicionamento a respeito do grave momento político que atravessamos. (mais…)

Ler Mais

Unb, USP e UFU aparecem pichadas com mensagens machistas, homofóbicas e racistas

Um banheiro da Universidade de Brasília amanheceu com dizeres que fazem referência ao ‘Massacre de Columbine’, tragédia escolar americana que ocorreu em 1999, na Columbine High School

Por Estadão, em O Dia

Em menos de 24 horas, pelo menos quatro universidades públicas registraram mensagens de cunho racistas e homofóbicos no país. Na Universidade Federal de Uberlândia (UFU), a porta de um banheiro foi pichada na quarta-feira com a mensagem “Pretaiada vai voltar para a senzala”. No local ocorria o Congresso Brasileiro de Pesquisadores Negros. Ataques foram registrados ainda na Universidade de Brasília (UnB), na Faculdade de Direito da Universidade Federal de Juiz de Fora (UFJF) e na Universidade de São Paulo (USP), que teve portas pichadas com o símbolo nazista. (mais…)

Ler Mais

Influenciadores burlam lei ao usar posts pagos para divulgar Bolsonaro no Facebook

Na Folha

Contrariando a lei, pessoas físicas têm pago anúncios no Facebook para fazer propaganda ao candidato à Presidência da República Jair Bolsonaro (PSL) e criticar Fernando Haddad (PT).

O impulsionamento de conteúdo nas redes sociais é proibido para terceiros. A lei eleitoral prevê que apenas candidatos, partidos políticos, coligações e seus representantes possam utilizar este recurso.  (mais…)

Ler Mais

Crânio de Luzia, fóssil humano mais antigo das Américas, é encontrado nos escombros do Museu Nacional

Pelo menos 80% dos fragmentos foram identificados, segundo pesquisadores

Antônio Werneck e Denise Roque, O Globo

A equipe de pesquisa do Museu Nacional encontrou o crânio de Luzia, o fóssil humano mais antigo das Américas. O anúncio foi feito no início da tarde desta sexta-feira por Cláudia Rodrigues, profissional da equipe de escavamento da instituição, que pegou fogo no último dia 2 de setembro. Segundo ela, porém, o fóssil sofreu alterações decorrentes do incêndio que devastou a maior parte do acervo de 20 milhões de itens do museu. (mais…)

Ler Mais

quilombo

Nota de repúdio das comunidades quilombolas de Santarém das declarações feitas por Edward Luz e Adriano Maraschin

A Federação das Organizações Quilombolas de Santarém, representante das 12 comunidades quilombolas do município: Associação de Remanescentes do Quilombo do Tiningu – ARQTININGU; Associação de Remanescentes de Quilombo do Bom Jardim – ARQBONJA; Associação de Remanescente de Quilombo do Saracura ACREQSARA; Associação de Remanescente de Quilombo do Arapemã; Associação de Remanescente de Quilombo do Surubiu-Açu – ARQSURUBIU; Associação De Remanescente de Quilombo de Maria Valentina ( quilombos Nova Vista do Ituqui, São José do Ituqui, São Raimundo do Ituqui) – ARQVALETINA; Associação de Remanescente de Quilombo de Patos do Ituqui; Associação de Remanescentes de Quilombo de Murumuru –ARQMU; Associação de Remanescente de Quilombo de Murumurutuba; Associação de Remanescentes de Quilombo do Maicá; vem expressar sua profunda indignação com as declarações do antropólogo Edward Luz e de Adriano Maraschin, presidente do Sirsan, que foram publicadas na internet. Essas pessoas não nos conhecem, nunca visitaram nossos territórios e querem dizer que nós não existimos. Essas pessoas querem defender seus direitos mas deixar o povo sem acesso à terra. Nossos quilombos existem, temos processos administrativos no Incra e cumprimos com tudo que a lei determina para a titulação de nossos territórios. (mais…)

Ler Mais

Sentença determina estudos de impacto ambiental para licenciamento de plantação de arroz no Marajó (PA)

Ministério Público Federal no Pará*

A Justiça Federal determinou ao estado do Pará que exija a realização de Estudo de Impacto Ambiental e seu respectivo Relatório de Impacto Ambiental (Eia/Rima) para uma plantação de arroz na Fazenda Reunidas Espírito Santo, propriedade de 9 mil hectares em Cachoeira do Arari, no arquipélago do Marajó (PA). (mais…)

Ler Mais

Indígenas de Nonoai assinam acordo para encerrar arrendamentos e parcerias em Terra Indígena

Termo de Ajustamento de Conduta firmado com o MPF e a Funai quer assegurar o usufruto exclusivo das terras pelos indígenas

Ministério Público Federal no Rio Grande do Sul

Indígenas Kaingang da Terra Indígena Nonoai assinaram, neste mês de outubro, termo de ajustamento de conduta (TAC), elaborado em conjunto com a Funai e o Ministério Público Federal. O objetivo do TAC é mudar o sistema de produção no interior da terra indígena, saindo do modelo de arrendamento para um modelo de exploração direta pelos próprios indígenas. (mais…)

Ler Mais

Caixa 2.0 no “Zap” é risco antigo, mas TSE preferiu não enxergar. Por Leonardo Sakamoto

No Blog do Sakamoto

”Eu sei que fere a legislação. Mas eu não tenho controle.” A frase foi dita por Jair Bolsonaro ao ser questionado sobre a reportagem de Patrícia Campos Mello, da Folha de S.Paulo, que mostrou a contratação do disparo de milhões de mensagens de WhatsApp que beneficiariam a campanha do candidato financiado por empresas, entre elas a Havan. O que é ilegal e poderia configurar caixa 2. (mais…)

Ler Mais