A agro-política de Tereza Cristina

Deputada Federal indicada para o Ministério da Agricultura de Bolsonaro possui histórico na articulação de políticas anti-indígenas, contra quilombolas e prejudiciais ao meio ambiente 

Por Fábio Zuker e Andreza Davidian, especial para a Amazônia Real 

Tereza Cristina Corrêa da Costa Dias é engenheira agrônoma formada pela Universidade Federal de Viçosa (MG). Neta e bisneta de ex-governadores do Mato Grosso (quando o estado ainda era uno), Tereza Cristina se dedicou à administração dos negócios da família na criação de gado antes de ingressar na política. Tendo participado da direção de uma série de associações representativas do setor agropecuário, em 2007 Tereza Cristina é nomeada secretária de Desenvolvimento Agrário da Produção, da Indústria, do Comércio e do Turismo no Mato Grosso de Sul, no governo de André Puccinelli do PMDB (atualmente preso por ter comandado um esquema de propinas), cargo que irá exercer até 2014, quando se elege deputada federal pelo PSB. Após votar a favor da reforma trabalhista, Tereza Cristina deixa o partido em outubro de 2017, antecipando sua expulsão que culminaria de um processo disciplinar por votar pela rejeição das denúncias criminais contra Michel Temer, contrariando a orientação da legenda. A deputada se filia então ao DEM, mais alinhado ao governo, e logo assume a liderança da bancada do partido, pelo qual se reelege na última eleição de 2018. (mais…)

Ler Mais

ENSP lança Núcleo de Ecologias, Epistemologias e Promoção Emancipatória da Saúde em Encontro de Saberes

No Informe Ensp

A Escola Nacional de Saúde Pública Sergio Arouca (ENSP/Fiocruz) realizará, de 26 a 28 de novembro, o Encontro de Saberes: Ecologias, Epistemologias e Promoção Emancipatória. O encontro marcará o lançamento do Núcleo de Ecologias, Epistemologias e Promoção Emancipatória da Saúde (NEEPES), criado no âmbito da ENSP e que reúne pesquisadores de diversos departamentos e unidades da Fiocruz. Segundo o coordenador do Núcleo, Marcelo Firpo, o principal objetivo do NEEPES é o desenvolvimento conceitual e metodológico na articulação de três campos de conhecimento – a saúde coletiva, a ecologia política e as epistemologias do Sul – em torno das lutas sociais por saúde e justiça (social, ambiental, sanitária e cognitiva) das populações excluídas das cidades, campos e florestas. As inscrições para participar do Encontro devem ser feitas até 22/11, através do link AQUI(mais…)

Ler Mais

Lideranças Guarani Mbya denunciam mapeamento indevido em áreas indígenas no Rio Grande do Sul

De forma velada ou explícita, militares do exército brasileiro, representantes do governo de transição no RS e do Conselho Estadual de Educação Alimentar questionam situação fundiária e processo demarcatório das terras indígenas

Por Michele Callazans, no Cimi

Lideranças indígenas Guarani Mbya das comunidades de Capivari, Canta Galo, Estiva e Itapoã, do Rio Grande do Sul, denunciaram, nesta semana, o questionamento e mapeamento, no mínimo estranhos, de militares do exército brasileiro, de representantes do governo de transição do Estado e do Conselho Estadual de Educação Alimentar, acerca da questão fundiária e do processo de demarcação das terras indígenas na região. É a primeira vez, desde a promulgação da Constituição Federal de 1988, que os povos indígenas são abordados dessa maneira. (mais…)

Ler Mais

Justiça dá prazo de 72 horas para executar despejo de comunidade Guarani Kaiowá

Se não abandonar terra, parte do tekoha Laranjeira Nhanderu pode ser despejada com uso de força policial; comunidade aguarda demarcação há uma década

Por Tiago Miotto, Cimi

A Justiça Federal de Dourados determinou que a comunidade Guarani Kaiowá do tekoha – lugar onde se é – Laranjeira Nhanderu desocupe parte de uma fazenda retomada no município de Rio Brilhante, no Mato Grosso do Sul. Caso não desocupem a área em 72 horas, contadas a partir de quarta-feira (14), a força policial pode ser utilizada para executar a reintegração de posse contra a comunidade. (mais…)

Ler Mais

Para não perder médico cubano, Prefeitura do RS o convida para ser secretário

Da Redação Sul21

Na última quarta-feira (14), o Ministério da Saúde de Cuba anunciou que irá retirar os médicos do país que estão atuando no Brasil pelo Programa Mais Médicos em função de declarações do presidente eleito Jair Bolsonaro (PSL). A decisão gerou preocupação entre os prefeitos brasileiros, especialmente aqueles que governam cidades de pequeno porte, onde os caribenhos muitas vezes são os únicos, ou único, médico da cidade. Para evitar tal perda, o prefeito da cidade de Chapada, localizada na região norte do Rio Grande do Sul, Carlos Alzenir Catto (PDT) tomou a decisão de convidar o médico Richel Colazzo para ser o secretário municipal de Saúde. (mais…)

Ler Mais

Indígenas que sofreram impacto com atividades da Mineração Onça Puma serão indenizados pela Vale

Procuradoria Regional da República da 1ª Região

O Tribunal Regional Federal da 1ª Região (TRF1) decidiu, na última terça-feira (13), que as comunidades indígenas Xikrin e Kayapó devem ser indenizadas pelos danos ambientais e à saúde sofridos com a Mineração Onça Puma, subsidiária da Vale que atua na extração de ferro-níquel no sul do Pará. Também foi determinada a a paralisação das atividades de exploração mineral, até que a empresa cumpra obrigações socioambientais, apresentando programas mitigatórios e compensatórios em favor das etnias atingidas. (mais…)

Ler Mais

Celso Amorim sobre novo chanceler: “o debate será impossível”

Ernesto Araújo se espelha em “nacionalismo” de Trump, é contra o “marxismo cultural” e considera nazismo de esquerda

Redação, Brasil de Fato

O presidente eleito Jair Bolsonaro anunciou, na tarde desta quarta-feira (14), a indicação do diplomata Ernesto Fraga Araújo para o cargo de ministro das Relações Exteriores de seu governo. A indicação vem sendo questionada devido à inexperiência e opiniões polêmicas e conservadoras de Araújo. (mais…)

Ler Mais

Após nove meses, moradores de Barcarena cobram indenizações da Hydro Alunorte

Desde 2000, foram registrados 22 desastres ambientais em Barcarena

Maíra Heinen, da Radioagência, no Brasil de Fato

Doenças de pele, problemas neurológicos e até câncer. Dona Ângela Vieira, da Associação Quilombola de Barcarena, explica que essas são algumas das consequências para moradores atingidos por vazamentos de rejeitos da mineradora Hydro, há nove meses, no município de Barcarena, no Pará. (mais…)

Ler Mais

Dossiê-denúncia: ameaças e violações ao direito humano à água em Minas Gerais

Após três anos do rompimento da Barragem de Fundão, em 05/11/2018, o Movimento pelas Serras e Águas de Minas (MovSAM), disponibiliza para download gratuito, em formato e-book, o Dossiê-denúncia: ameaças e violações ao direito humano à água no Quadrilátero Ferrífero Aquífero de Minas Gerais, documento que foi entregue ao Relator do Direito Humano à Água Segura e Esgotamento Sanitário da ONU, Prof. Léo Heller, em 04/11/2016. (mais…)

Ler Mais

Fundação Renova tenta subornar prefeitos de cidades atingidas a desistirem de ações judiciais contra Samarco/Vale/BHP

por Maurício Angelo, em Miniver

Prevendo a derrota certa e a condenação na ação movida na corte inglesa pelo escritório SPG Law, a Renova tenta intimidar e subornar prefeitos das 39 cidades atingidas pelo rompimento da barragem de Fundão, que segue impune no Brasil três anos após o crime. Ciente da conivência e da lentidão da justiça brasileira e ciente também de que na Inglaterra as coisas tendem a ser diferentes, documentos revelados pelo Estado de Minas e pela Agência Brasil mostram que a Renova emitiu um termo de transação, quitação e exoneração de responsabilidade, que condiciona a liberação de R$ 53.3 milhões à extinção e abandono de ações na Justiça nacional e internacional contra a própria Renova, a Samarco e suas operadoras, as mineradoras Vale e BHP Billiton, com efeito sobretudo sobre processos movidos no exterior. (mais…)

Ler Mais