Carta ao Presidente Rodrigo Maia: é hora de instalar o “impeachment” do genocida, em nome da vida e da lei. Por Tarso Genro

No Sul21

Caro Presidente da Câmara Federal: dirijo-me publicamente ao Sr., com as considerações abaixo, em face da tragédia nacional que nos assola e que exige, mesmo com divergências de fundo que existem entre homens públicos dentro da democracia, um entendimento comum sobre coragem, determinação e compromisso, com a vida e a Constituição da República. Creio que o sr. lerá esta Carta com certa ironia e algum ceticismo, mas não posso perder a oportunidade de tentar interferir na sua consciência, para apostar no Brasil, contra a resignação e a omissão.

(mais…)

Ler Mais

Manaus de hoje pode ser Brasil de amanhã

De Manaus, Ennio Candotti, presidente de honra da Sociedade Brasileira para o Progresso da Ciência, fala ao TUTAMÉIA

Por Eleonora de Lucena e Rodolfo Lucena

“A situação é trágica. É uma oportunidade para pensar se hoje somos o Brasil de amanhã. As origens dessa tragédia têm nomes e sobrenomes. Têm culpados, têm responsabilidades: Pazzuello, o presidente Bolsonaro e seus quatro valetes. A batalha de Manaus é provavelmente uma das decisivas. Dependerá da nossa capacidade de mobilização para dizer: O Brasil é Manaus! Vamos defender oxigênio para todos. E, com isso, chegar às últimas consequências, no Congresso Nacional, no STF, nas instituições que possam nos ajudar a evitar o colapso mais amplo. Enquanto esse grupo não for retirado das posições de poder vai continuar e vai se espalhar. Isso é o que deve ficar claro com o exemplo de Manaus. Não imaginem que Manaus ficará em Manaus”.

(mais…)

Ler Mais

Manaus é Brasil. Abaixo o governo da morte! Por Francisco Foot Hardman

No A Terra é Redonda

Quanto mais querem esperar para agir a “elite pensante”, os “contrapesos” de nossa democracia falida?

E novamente de Manaus chegam as notícias mais trágicas. A capital mais populosa de nossa Amazônia, que vem sendo destruída aceleradamente pelos celerados do Planalto, agora, de novo, passados poucos meses, torna-se o epicentro da tragédia nacional. Não vale contar os mortos, que viram estatística vazia diante do desgoverno Bolsonaro, que não é só “bagunça” como bem referiu-se a ele a jornalista Helena Chagas; é governo empenhado, sim, na destruição da vida em todas as suas manifestações – economia, meio ambiente, educação, relações internacionais, arte e cultura e, mais do que nunca, saúde pública.

(mais…)

Ler Mais

PFDC homologa TAC que prevê pagamento de mais de R$ 36 milhões pela empresa Volkswagen

Para Carlos Alberto Vilhena, caso abre caminho para futuras responsabilizações de empresas que colaboraram para violações de direitos humanos no período da ditadura

A Procuradoria Federal dos Direitos do Cidadão (PFDC) – órgão do Ministério Público Federal (MPF) – homologou, nesta sexta-feira (15), a promoção de arquivamento do inquérito civil que apura a participação da Volkswagen do Brasil em violações aos direitos humanos no regime ditatorial. Com a decisão, o Termo de Ajustamento de Conduta (TAC) assinado mantém o dia 21 de janeiro como data prevista para o início das obrigações acordadas pela empresa, que envolvem o pagamento de R$ 36,3 milhões. O procurador federal dos Direitos do Cidadão, Carlos Alberto Vilhena, ressaltou na decisão que o conjunto probatório produzido em cinco anos é bastante satisfatório, o que permitiu “concluir pela existência de um cenário de persistente e consistente colaboração ativa da Volkswagen com o regime militar”.

(mais…)

Ler Mais

Brasil: não é incompetência, é plano. Por Elaine Tavares

No Palavras Insurgentes

Quem acompanha a carreira do homem que hoje está na presidência do Brasil sabe: ele é isso aí. Durante toda sua medíocre vida parlamentar ele esteve ancorado na ignorância, no ódio, na intolerância, na sede de sangue. Não é sem razão que seu ídolo maior é um dos mais nefastos torturadores da ditadura militar. Falando sobre a ditadura ele afirmava: “Matou só 30 mil, tinha que ter matado mais”, ou “Não devi a ter só torturado, tinha que ter matado”. Tirando isso, tema que domina com maestria, sobre o demais é sempre uma ladainha de burrice e preconceito. Seu mundo é tão pequeno que suas ideias sobre ele caberiam em algumas linhas de papel. É o receptáculo perfeito para servir de gerente sem alma do capital. Por isso, quando sua presença foi ganhando corpo em uma camada igualmente ignorante da população, ele passou a ser notado pela elite dominante no país. 

(mais…)

Ler Mais

STF manda União agir imediatamente em Manaus, mas nega pedido de lockdown

“O ministro também determinou que a União apresente, no prazo de 48 horas, um plano compreensivo e detalhado acerca das estratégias que está colocando em prática ou pretende desenvolver para o enfrentamento da situação de emergência. … O plano deverá ser atualizado a cada 48 horas enquanto durar a crise no Amazonas.”

Por Danilo Vital, no Conjur

O ministro Ricardo Lewandowski, do Supremo Tribunal Federal, negou nesta sexta-feira (15/1) o pedido feito por partidos para a instituição de regime de lockdown em Manaus e para autorização de uso da Força Nacional para garantia da segurança pública durante o período.

(mais…)

Ler Mais

Em Manaus, MPF investigará prioridade do Ministério da Saúde à cloroquina e não ao oxigênio

ANPR

O Ministério Público Federal (MPF) no Amazonas abriu nesta sexta-feira (15) um inquérito civil público para investigar improbidade administrativa de agentes públicos em virtude de, em plena crise de desabastecimento de oxigênio em Manaus (de conhecimento das autoridades de Saúde desde 10 de janeiro), ter havido pressão do Ministério da Saúde para que fosse priorizada a distribuição de “tratamento precoce com eficácia questionada” pela rede pública de Saúde estadual e municipal.

(mais…)

Ler Mais

Manaus: o Twitter também tem culpa

Narrativa negacionista continua no ar.

Newsletter do The Intercept Brasil, por Tatiana Dias

Há 20 dias, a tropa de choque bolsonarista no Twitter vibrava com o fim do lockdown em Manaus. “Todo poder emana do povo”, tuitou o deputado federal Eduardo Bolsonaro no dia 26 de dezembro. “A pressão do povo está funcionando”, comemorou a também deputada federal Bia Kicis na mesma data. “Manaus tem queda importante de óbitos desde julho”, garantiu o ex-ministro Osmar Terra, com o verniz científico característico que dá às suas postagens negacionistas. Era 4 de janeiro. O post foi retuitado quase 2 mil vezes.

(mais…)

Ler Mais

Em colapso, Cacoal (RO) não tem mais como socorrer pacientes de covid-19, afirma prefeito

“A nossa unidade de Saúde não tem mais capacidade de atendimento”, disse o prefeito

Por João Paulo Prudêncio, em Rondoniaovivo

O prefeito de Cacoal, Adailton Fúria, anunciou através de uma transmissão nas redes sociais que a estrutura de atendimento de Saúde pública na cidade entrou em colapso por conta dos atendimentos de cidadãos infectados por COVID-19 no município. 

(mais…)

Ler Mais

Sem conseguir comprar cilindros de oxigênio, HCR para de receber novos pacientes em Ji-Paraná, RO

A administração disse ao G1 que não falta oxigênio para os pacientes já internados e há o “suficiente para cuidar daqueles que já estão na unidade”, porém não existe a possibilidade de abertura de novos leitos.

Por Ana Kézia Gomes, G1 RO

O Hospital Cândido Rondon (HCR) em Ji-Paraná (RO), informou nesta sexta-feira (15) que não consegue comprar cilindros de oxigênio e que por isso não receberá novos pacientes na unidade de saúde. O hospital diz que atingiu a capacidade máxima de lotação em todos os leitos destinados a pacientes com Covid-19.

(mais…)

Ler Mais