Jovens discutem sobre política ao som do trem da Vale

por Larissa Santos, em Justiça nos Trilhos

O Maranhão é um dos estados brasileiros que tem o seu território afetado pelas atividades de mineração. Como empresa protagonista desse contexto, a Vale S.A. é concessionária da Estrada de Ferro Carajás (EFC), ferrovia usada para o transporte, principalmente, de minério de ferro. O ferro é extraído da Serra de Carajás, no Pará e é transportado pelos trens de cargas da Vale S.A., passando por 24 municípios do Maranhão. (mais…)

Ler Mais

“Comunidades locales e indígenas no están invadidas por el consumo infinito”

En entrevista con Servindi, Pamela Rocha, coordinadora del Grupo 77+China en las negociaciones sobre la implementación de la Plataforma de Comunidades Locales y Pueblos Indígenas, brindó comentarios sobre la importancia de incorporar a pueblos indígenas y comunidades locales en esta discusión

Por Rafael Ponte, en Servindi

“Las comunidades locales y los pueblos indígenas no están invadidos por las visiones del consumo infinito”, indicó Pamela Rocha, coordinadora del Grupo 77+China en las negociaciones sobre la implementación de la Plataforma de Comunidades Locales y Pueblos Indígenas (en adelante, la plataforma). (mais…)

Ler Mais

Curitiba recebe a 17ª Jornada de Agroecologia

Organizada por mais de 40 movimentos e entidades, o evento tem caráter itinerante e chega pela primeira vez na capital do PR

Da Página do MST

De 6 a 9 de junho, o centro de Curitiba recebe a 17ª edição da Jornada de Agroecologia, um dos maiores eventos dedicados à agroecologia no Brasil. O evento, criado em 2002, tem caráter itinerante e chega pela primeira vez na capital do estado. (mais…)

Ler Mais

Seminário Vidas Ameaçadas – Luta e resistência no campo e na cidade: 29/05, na UFMA

Pensado por movimentos sociais e sindicais do Maranhão e por militantes não centralizados, o 1º Seminário Vidas Ameaçadas – resistência no campo e na cidade foi pensado como forma de homenagear a Memória e a História de pessoas que deram sua vida pela luta coletiva, pelos direitos dos povos à sua autodeterminação, à sua auto-organização, ao seu direito de existir, ao seu direito ao seu território, a terra, trabalho e pão.

A necessidade de se honrar essas memórias se acentua na atual conjuntura, em que os assassinos matam agora não mais o corpo, mas a memória. É assim que ruralistas e grupos conservadores, com o apoio da mídia de massas, seja por ação, com matérias difamatórias, seja por omissão, buscam revisar a História para justificar assassinatos, perseguições, expulsões, coerções e todo o tipo de ameaças. (mais…)

Ler Mais

Livro retrata realidade indígena no Espírito Santo entre a colônia e o império

Por Vítor Taveira, no Século Diário

A história é feita de lembranças e apagamentos. Algumas coisas são ocultadas de propósito ou por outras razões. No Espírito Santo, a história dos povos indígenas é muito pouco conhecida e isso tem suas consequências.

“Há uma visão muito negativa do indígena. É preciso construir uma visão mais realista, pois eles representam uma peça importante na história nacional e do Espírito Santo, não só como fundadores, mas por sua contribuição cultural, social e econômica”, afirma a historiadora Vânia Maria Losada Moreira, que lança nesta quinta-feira (24) o livro Espírito Santo Indígena: conquista, trabalho, territorialidade e autogoverno dos índios 1798-1860. O evento terá início às 18h30 na Biblioteca Pública Estadual, na Enseada do Suá, Vitória, com distribuição gratuita da obra. (mais…)

Ler Mais

De farsa em farsa, Paraguai continuará a simbolizar pior faceta do subdesenvolvimento sul-americano

Por Gabriel Brito, Matias Pinto e Bruno de Oliveira, no Correio da Cidadania

Foco de todas as baterias da mídia “liberal na economia e conservadora nos costumes”, como diz um presidenciável brasileiro, a Venezuela acabou de passar por eleições que em breve estarão nas páginas deste Correio. No entanto, voltamos algumas semanas e abordamos o Paraguai, que acabou de eleger novo presidente sob fortes suspeitas. Entrevistamos o jornalista Leonardo Wexell Severo, que lança dois livros sobre o controverso caso Curuguaty, responsável pela destituição de Fernando Lugo em 2012. (mais…)

Ler Mais

Carta Política do Encontro de Articulação da Rede Nacional de Advogadas e Advogados Populares (Renap)

A Rede Nacional de Advogadas e Advogados Populares reuniu-se através de suas e seus articuladoras e articuladores, em Brasília, no dia 05 de maio de 2018, para debater com movimentos sociais populares, organizações de direitos humanos e advogados e advogadas as agendas políticas da advocacia popular e os papeis da Renap na atual conjuntura política.

A reunião de articulação da RENAP realizou-se em função de deliberação do XXII Encontro Nacional, realizado no mês de setembro de 2017, na cidade de Belo Horizonte, Minas Gerais, onde se decidiu por realizar a presente atividade com o objetivo de desenvolver, no campo das lutas populares anticapitalistas, antirracistas e antipatriarcais, avaliações sobre o lugar político da RENAP e suas tarefas na atual conjuntura de acirramento das lutas populares. (mais…)

Ler Mais

MPF denuncia quatro por trabalho escravo em fazendas de cacau na Bahia

Os empregadores não ofereciam condições mínimas de habitação e moradia e não asseguravam os direitos trabalhistas das vítimas

Ministério Público Federal na Bahia

O Ministério Público Federal (MPF) em Ilhéus (BA) denunciou, na última semana, quatro pessoas por trabalho escravo em duas fazendas de cacau no distrito de Vila Brasil, em Una (BA) e na zona rural de Uruçuca (BA). De acordo com as ações penais, ajuizadas pelo procurador da República Gabriel Pimenta Alves na última sexta-feira, 18 de maio, doze trabalhadores viviam em condições degradantes, sem higiene, energia elétrica, água encanada ou banheiros, além de não possuírem seus direitos trabalhistas assegurados. O resgate dos trabalhadores ocorreu em junho e setembro de 2017, após ação conjunta da Gerência Regional do Trabalho, do Ministério Público do Trabalho e da Polícia Rodoviária Federal. (mais…)

Ler Mais