‘Ainda não conseguimos contar os mortos da ditadura, e seus herdeiros já arrombam a nossa porta’

Audiência na Câmara discute livro-reportagem que trata de sequestro de bebês durante a ditadura. Exonerada por Bolsonaro, procuradora Eugenia Gonzaga é homenageada

por Vitor Nuzzi, da RBA

São Paulo – “O silêncio elegeu um tirano. Esse silêncio faz com que a gente viva uma situação de ameaça”, disse a deputada Shéridan (PSDB-RR), durante audiência pública na Comissão de Direitos Humanos e Minorias (CDH) da Câmara, na tarde desta terça-feira (6), em que os episódios da ditadura foram não só rememorados, mas revividos, com manifestações de solidariedade à procuradora Eugênia Gonzaga, exonerada da Comissão Especial sobre Mortos e Desaparecidos Políticos, críticas ao governo, ameaças atuais à democracia e lamentos pela falta de punição aos responsáveis por violações durante o regime autoritário. A audiência foi convocada pelo presidente do colegiado, Helder Salomão (PT-ES), que fez questão de chamar Eugênia de “presidente” da comissão.

(mais…)

Ler Mais

Lutar por justiça não é de ‘esquerda’, nem mentir é ‘de direita’

Por Fausto Salvadori, da Ponte Jornalismo

Prosseguindo em sua escalada para destruir o que ainda resta de democracia no Brasil, o presidente Jair Bolsonaro, nesta semana, decretou na prática o fim da Comissão Nacional da Verdade ao substituir quatro de seus sete membros por dois militares e dois políticos de seu partido, o PSL. Os novos membros são defensores da ditadura que, entre 1964 e 1985, deixou um legado de pelo menos 434 mortos e desaparecidos, além de um número ainda desconhecido de pessoas torturadas, mulheres estupradas e crianças sequestradas.

(mais…)

Ler Mais

Familiares de vítimas da ditadura vão à OEA contra declarações de Bolsonaro

Uma carta foi enviada nesta quinta (1º) à Comissão Interamericana de Direitos Humanos denunciando conduta do presidente

Redação Brasil de Fato

Familiares de mortos e desaparecidos durante a ditadura militar no Brasil (1964-1985), incluindo a família Santa Cruz, enviaram nesta quinta-feira (1/8) uma carta para a Comissão Interamericana de Direitos Humanos pedindo que o órgão questione o Estado brasileiro sobre as declarações do presidente Jair Bolsonaro.

(mais…)

Ler Mais

Nota do Sindicato dos Advogados-RJ contra o ataque do presidente da República a Felipe Santa Cruz

Sindicato dos Advogados-RJ

Desprezível, é o mínimo que se pode dizer de mais um ataque do presidente da República ao presidente do Conselho Federal da OAB, Felipe Santa Cruz. Ele afirmou hoje, de forma gratuita e extemporânea, em uma coletiva à imprensa quando falava do atentado que sofreu na eleição, que “um dia, se o presidente da OAB quiser saber como é que o pai dele desapareceu no período militar, conto pra ele. Ele não vai querer ouvir a verdade”.

(mais…)

Ler Mais

Pilger: é hora de salvar o jornalismo

Há uma guerra global pelo controle de informações. Divulgá-las provoca fissuras no sistema, como já fizeram Assange e Greenwald. O direito a saber é a batalha do século. É por isso que governos autocráticos declaram cruzada contra dissidentes

John Pilger entrevistado por Dennis J Bernstein e Randy Credico | Tradução: Gabriela Leite e Simone Paz, em Outras Palavras

O cineasta John Pilger, cujo trabalho é afiado e digno de prêmios como o Oscar e o Emmy, é reverenciado e celebrado por jornalistas e editores em todo o mundo. Quando ainda estava em seus vinte anos, Pilger se tornou o jornalista mais jovem a receber o principal prêmio britânico da categoria, o “Jornalista do Ano”, o qual também foi o primeiro a ganhá-lo duas vezes. Após se mudar para os Estados Unidos, relatou as revoltas do final dos anos 1960 e dos 1970. Pilger estava na sala no momento em que Robert Kennedy, então candidato presidencial, foi assassinado em junho de 1968.

(mais…)

Ler Mais

Bolsonaro é o primeiro presidente brasileiro a admitir a Operação Condor

“O capitão mais estúpido do planeta, arauto da truculência, se gaba de sua especialidade: matar”

Por Luiz Cláudio Cunha *, Congresso Em Foco

Jair Bolsonaro, o capitão-presidente eleito na democracia, acaba de fazer o que não fez nenhum dos generais-presidentes impostos pela ditadura de 1964: é o primeiro governante brasileiro a reconhecer publicamente a “Operação Condor” — a clandestina, secreta conexão multinacional de repressão montada na sangrenta década de 1970 pelos países do Cone Sul do continente, todos então submetidos a regimes militares que, a ferro e fogo, baniram a democracia da região sob o pretexto da cruzada anticomunista.

(mais…)

Ler Mais

Decreto que exonerou todos os peritos do Mecanismo Nacional de Prevenção à Tortura deve ser levado ao STF, defende PFDC

Para a Procuradoria dos Direitos do Cidadão, medida é inconstitucional e viola legislação nacional e compromissos internacionais assumidos pelo Estado brasileiro

O decreto presidencial publicado ontem (11) exonerando todos os 11 peritos do Mecanismo Nacional de Prevenção e Combate à Tortura (MNPCT) é inconstitucional e fere uma série de compromissos internacionais assumidos pelo Estado brasileiro.

(mais…)

Ler Mais

PFDC pede a Ministério que assegure publicidade de dados sobre consumo de drogas no Brasil

Pasta estaria mantendo fora do ar plataforma que reúne dados oficiais sobre uso dessas substâncias no país. Órgão do MPF também cobra divulgação de estudo da Fiocruz sobre o tema

A Procuradoria Federal dos Direitos do Cidadão (PFDC), órgão que integra o Ministério Público Federal, encaminhou nesta sexta-feira (7) ao ministro da Cidadania, Osmar Terra, pedido de esclarecimentos acerca de denúncias de que a pasta estaria mantendo fora do ar os conteúdos do portal Observatório Brasileiro de Informações sobre Drogas (Obid). A plataforma foi criada em 2002 e seria o único banco de dados oficial sobre consumo dessas substâncias no país, reunindo informações coletadas a partir de pesquisas nacionais e subsidiadas com recursos públicos.

(mais…)

Ler Mais