Cartes a brasileiros: “Usem e abusem do Paraguai”

Gafe do presidente resume expansão predadora pelos vários pontos do território; pelo Leste, há décadas, soja e outros grãos; mais recentemente, o arroz no Sul e a pecuária no Chaco

Alceu Luís Castilho, De Olho nos Ruralistas

“Usem e abusem do Paraguai, porque, para mim, é um momento inacreditável de oportunidades”. A frase foi dita pelo presidente do Paraguai, Horacio Cartes, a empresários brasileiros, em 2014, quando recebeu representantes da Confederação da Indústria e do Comércio do Brasil (CNI). Durante a fala, Cartes intercalou trechos em português com trechos em espanhol: “Todo con Brasil, nada contra Brasil. Sintam-se em casa”. (mais…)

Ler Mais

Nota Pública: Cansado do descaso das autoridades, o povo de Correntina reage em defesa das águas

Na CPT – Movimentos sociais e estudantis, organizações, e pastorais assinam Nota Pública para denunciar a crise hídrica sofrida pelas comunidades do Oeste da Bahia devido a degradação dos rios e nascentes pelo agronegócio. Diante do descaso do Estado e dos órgãos de fiscalização, a população realizou manifestação em defesa das águas e da vida na última quinta-feira (02), na região do Distrito de Rosário, em Correntina, na Bahia. Confira:

Nota Pública

A mídia está a noticiar que na manhã de quinta-feira, 02/11/2017, feriado de Finados, houve manifestação de populares nas Fazendas Igarashi e Curitiba, no distrito de Rosário, município de Correntina, na Bahia. Segundo imagens e áudios que circulam pela Internet, estas fazendas teriam sido invadidas e parte de suas máquinas, instalações e pivôs quebrados e incendiados, e que os autores destas ações são populares de Correntina. Segundo os relatos, participaram da ação entre 500 a 1.000 pessoas. (mais…)

Ler Mais

Webdossiê: Flexibilização [sic] da legislação socioambiental brasileira

Por Annette von Schoenfeld, Maureen Santos e Leandro Uchoas, Fundação Heinrich Böll Brasil

O momento exato do início pode não ser preciso, mas é muito visível para quem tem um olhar crítico com critérios de direitos e justiça socioambiental, que o Brasil está vivendo um preocupante quadro de flexibilização. Ao menos desde o debate sobre a reformulação do Código Florestal (Lei 12.651/2012), esse processo de revisão do aparato legal brasileiro na área ambiental se tornou mais óbvio. Historicamente considerados positivos pela comunidade internacional, os direitos socioambientais estão em cheque no país. (mais…)

Ler Mais

Audiência pública discute impactos ambientais e desenvolvimento sustentável da região do Matopiba

Encontro promovido pelo MPF, no dia 29, discutirá resultados do Plano Agropecuário na última fronteira agrícola do Cerrado, que abrange os estados do Maranhão, Tocantins, Piauí e Bahia

Procuradoria-Geral da República

A expansão das atividades agropecuárias e a degradação do meio ambiente na região do Matopiba – que compreende o bioma Cerrado dos estados do Maranhão, Tocantins, Piauí e Bahia – será tema de audiência pública promovida pelo Ministério Público Federal (MPF) no dia 29 de novembro, na cidade de Corrente (PI). O objetivo do encontro é discutir o Plano de Desenvolvimento Agropecuário do Matopiba, previsto no Decreto nº 8.441/2015, com ênfase em seus reflexos ambiental e social. (mais…)

Ler Mais

III Conferência Triangular dos Povos: Em declaração, povos afirmam Não ao ProSavana

Reuniram-se na Cidade de Maputo, na III Conferência Triangular dos Povos, organizada pela campanha Não ao ProSavana, nos dias 24 e 25 de Outubro de 2017, cerca de 200 pessoas dentre as quais camponeses, camponesas, representantes de movimentos sociais, organizações não-governamentais, organizações de fé, acadêmicos, estudantes, ativistas, pessoas de boa-fé e membros da Campanha Não ao ProSavana dos três países (Moçambique, Brasil e Japão) com objetivo de refletir de forma profunda e democrática o modelo de desenvolvimento de Moçambique.

Por MPA Brasil, na CPT

A conferência decorre num contexto em que o governo de Moçambique tem priorizado o modelo de desenvolvimento assente no sector privado particularmente “parcerias público-privadas” que, consequentemente, tem suscitado a entrada e implementação de grandes investimentos, nacionais e estrangeiros nos sectores de agricultura com foco para o agronegócio, mineração e hidrocarbonetos nos principais corredores de desenvolvimento. (mais…)

Ler Mais

Alckmin abre mão de R$ 1,2 bilhão por ano para incentivar uso de agrotóxicos

O valor corresponde ao rombo no orçamento estadual em 2015. Desde 1995, agricultura e pecuária, que usam esses produtos, respondem por apenas 0,1% do ICMS arrecadado

Por Cida de Oliveira, da RBA

São Paulo – Graças às desonerações fiscais concedidas pelo governo de Geraldo Alckmin (PSDB) às operações envolvendo agrotóxicos, o estado de São Paulo deixou de arrecadar em 2015 cerca de R$ 1,2 bilhão. Em números redondos, R$ 1.202.302.500,00, segundo a Diretoria de Estudos Tributários e Econômicos (Detec), da Secretaria Estadual da Fazenda. O montante, que a princípio pode parecer insignificante, corresponde ao orçamento da Secretaria Estadual da Agricultura no período. Em meio a dificuldades orçamentárias, a pasta não tem recursos para custear assistência técnica rural para as pequenas propriedades e assentamentos. E por causa dos problemas de caixa, há sucateamento dos institutos de pesquisa agropecuária, muitos deles com terrenos incluídos em lista de alienação. Ou seja, para serem vendidos.   (mais…)

Ler Mais

Agricultura familiar é responsável por 70% dos alimentos consumidos no Brasil

As atividades organizadas pelo Movimento dos Pequenos Agricultores ocorrem em cerca de 17 estados do Brasil

Jaqueline Deister, Brasil de Fato

Soberania alimentar está no poder de decidir. O agricultor ter a liberdade de escolher o que cultivar com acesso garantido à água, terra e sementes e, por sua vez, o consumidor ter a informação completa do alimento que compra. De acordo com a Via Campesina Internacional, a Soberania Alimentar é o direito dos povos de definir suas próprias políticas e estratégias sustentáveis de produção, distribuição e consumo, garantindo o direito à alimentação para toda a população.  (mais…)

Ler Mais

Intoxicações por agrotóxicos são temas de seminário no Oeste do Paraná

Evento que integrou Campanha Permanente debateu a intoxicação crônica da população

Bruna Bandeira da Luz, Brasil de Fato

Depois de chover como há muito não chovia em Cascavel, no Oeste do Paraná, a água deixou de cair. Algo minimamente simbólico, sendo a chuva tão importante para a agricultura, o cerne do seminário realizado nesta terça-feira (31/10), que integrou atividades da Campanha Permanente contra os Agrotóxicos e pela Vida. (mais…)

Ler Mais