Estrelas do jornalismo se afirmam como garotos-propaganda do agronegócio

Publicidade, participação em seminários e palestras estão entre as atividades de profissionais como Augusto Nunes, Fátima Bernardes, William Waack e Zeca Camargo; aposta do setor é na credibilidade construída na imprensa, e não no entretenimento

Por Bruno Stankevicius Bassi e Leonardo Fuhrmann, em De Olho nos Ruralistas

Como recuperar a imagem de um setor cada vez mais associado ao desmatamento e crimes ambientais? A resposta para executivos e líderes ruralistas é simples: jornalismo. A nova estratégia do agronegócio, no entanto, vai além do tradicional fomento a veículos de imprensa ou editorias próprias. Com a ascensão dos jornalistas-influenciadores, associações e empresas do setor vêm apostando no uso de jornalistas renomados como porta-vozes.

(mais…)

Ler Mais

Gigantes dos agrotóxicos são principais financiadores de Congresso Brasileiro do Agronegócio

Bayer e FMC patrocinam evento que terá a presença dos ministros da Agricultura, da Infraestrutura e do presidente do BC; pesquisa da ONG suíça Public Eye e do Greenpeace mostra Brasil como principal consumidor de produtos altamente tóxicos no campo

Por Leonardo Fuhrmann, em De Olho nos Ruralistas

Grandes empresas produtoras de agrotóxicos e uma organização ligada a elas estão entre os principais financiadores da 19ª edição do Congresso Brasileiro do Agronegócio, encontro organizado pela Associação Brasileira do Agronegócio (Abag) e pela B3, que será transmitido online, em razão da pandemia de Covid-19, na manhã desta segunda-feira (03). Estão previstas as participações dos ministros da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, Tereza Cristina, da Infraestrutura, Tarcísio Gomes de Freitas, e do presidente do Banco Central, Roberto Campos Neto.

(mais…)

Ler Mais

Águas cercadas: como o agronegócio e a mineração secam rios no Brasil

Conflitos pelo uso da água crescem a cada ano e atingem diretamente populações locais; conforme levantamento da Agência Nacional de Águas e Saneamento (ANA), o setor do agronegócio consome 70% das águas no país. Segundo dados da CPT, em 2019 houve aumento de 77% nos confrontos pelo uso da água no Brasil

por Lu Sudré, em Brasil de Fato / CPT

“A margem do rio é toda cercada, toda tomada. Alguns pescadores que não moram nas beiradas, moram mais afastados, ficam sem acesso. Tem vez que eles caminham longe para poder encontrar uma brecha… O rio está todo cercado pelos donos das roças, tem muitas que é do agronegócio mesmo. Elas pegam a margem toda, não deixam um corredor pras pessoas terem acesso”.

(mais…)

Ler Mais

Organizações e movimentos denunciam uso da pandemia por transnacionais para explorar falso marketing solidário

Em nota, coletivo destaca que empresas somam altos lucros, recebem ajuda governamental e violam direitos ambientais, sociais e humanos​

Por Terra de Direitos

Um coletivo composto por mais de 50 organizações sociais, movimentos populares, redes de defesa dos direitos humanos e ambientais e grupos de pesquisa denuncia, em nota publicada nesta terça-feira (28), o uso de marketing pelas empresas transnacionais que usam de ações de solidariedade no contexto de pandemia para garantir melhora da imagem pública, ao passo que seguem com aumento dos lucros e violação de direitos humanos e ambientais. A Terra de Direitos assina a nota.

(mais…)

Ler Mais

Tereza Cristina acusa “orquestração” internacional contra o agronegócio

ClimaInfo

O governo Bolsonaro segue no esforço de dissociar a alta do desmatamento e a produção do agronegócio brasileiro. Em entrevista a’O Globo, a ministra Tereza Cristina reforçou um dos argumentos mais frequentes utilizados pelo governo para minimizar as críticas internacionais – que elas teriam motivação protecionista. “Existe uma orquestração lá fora contra o Brasil. Muito disso feito por brasileiros também, não só por estrangeiros”, disse. “Existem os europeus que têm preocupação com a concorrência do produto brasileiro. Olhe o nosso país. Quem tem no mundo hoje pronto para se falar que precisa produzir mais? É o Brasil”.

(mais…)

Ler Mais

Como o agronegócio atua para garantir a pulverização de agrotóxicos pelo ar

Contamos a história de uma lei vitoriosa e duas derrotadas pelo lobby das entidades agropecuárias e aeroagrícolas. Disputa chega agora ao STF

Por Pedro Grigori, Agência Pública/Repórter Brasil

Imagine viver em uma região onde é comum ter problemas respiratórios. Em que no começo da noite, o cheiro de produtos tóxicos invade as casas, levando os moradores a sofrer com dores de cabeça, náuseas e vômitos. Surgem casos de câncer, algumas mulheres grávidas sofrem abortos espontâneos e bezerros nos pastos passam a nascer sem órgãos. Essa é a história que contam os moradores do município de Boa Esperança, no interior do Espírito Santo. A revolta com a situação levou mais de 10% da população da cidade a assinar um projeto de lei de iniciativa popular para proibir a pulverização aérea de agrotóxicos.

(mais…)

Ler Mais

Decisão de Augusto Aras fortalece invasores de terra indígena no Mato Grosso

Parecer do PGR favorece a revisão da demarcação do território Kayabi, conquistado em 2013; entre os possíveis beneficiados, o bilionário grupo canadense Brookfield e grandes desmatadores

Por Caio de Freitas Paes, Agência Pública

Uma tragédia assombra os indígenas no Mato Grosso. A pandemia explodiu em todo o estado desde maio, e o cenário é tão grave que, ironicamente, pela primeira vez em 50 anos não haverá Kuarup, o ritual em homenagem aos mortos realizado pelos povos do Xingu. Mas a Covid-19 não é a única ameaça no horizonte. Uma decisão recente do procurador-geral da República sinaliza uma tempestade perfeita sobre suas terras. Em junho, Augusto Aras ignorou recomendações contrárias do próprio Ministério Público Federal (MPF) e convocou “todos os envolvidos” para discutir o caso da Terra Indígena (TI) Kayabi.

(mais…)

Ler Mais

“Pantanal não é visto como espaço onde vive gente”, avalia agricultora Miraci

Conversa com animadora de sementes tradicionais aconteceu em live no canal da Campanha contra os agrotóxicos no último dia 15

Por Campanha permanente contra os agrotóxicos e pela vida / MST

O Pantanal tem sofrido com o avanço do agronegócio a tentativa de excluir sua porção seca dos limites do bioma. A maior planície inundável do planeta, que abrange 2% do território brasileiro, tem sido diariamente atingida pelo uso intenso de agrotóxicos na região. Esses impactos vão além da biodiversidade, afetando não somente animais, mas também as pessoas que vivem ali.

(mais…)

Ler Mais

Veja como estes líderes ruralistas pressionaram por liberação de agrotóxico banido

Reportagem da Agência Pública e Repórter Brasil mostrou relação entre reuniões e lobby do agronegócio e decisões da Anvisa em relação ao paraquat; interessados na aprovação são também financiadores da Frente Parlamentar da Agropecuária, a FPA

Por Bruno Stankevicius Bassi, em De Olho nos Ruralistas

O agro é lobby. A influência política dos ruralistas em Brasília, ocultada nas campanhas publicitárias pró-agronegócio da Rede Globo, não se restringe aos ataques a direitos indígenas e leis ambientais. E o veneno que chega à nossa mesa — e mata trabalhadores rurais pelo país — também é fruto desse jogo diário de pressões empresariais, costurado pela Frente Parlamentar da Agropecuária (FPA).

(mais…)

Ler Mais

Investigamos o lobby para liberar um agrotóxico proibido e letal

Pressão sobre a Anvisa pretende evitar proibição marcada para setembro

Por Ana Aranha, Hélen Freitas, Agência Pública/Repórter Brasil

Na reta final para a proibição de um dos agrotóxicos mais letais do mundo, o paraquate, a indústria aumentou para a potência máxima o lobby em sua defesa no Brasil. Ele passa a ser banido em setembro deste ano, segundo resolução da Anvisa publicada em 2017 e ancorada em evidências de que a exposição ao produto pode gerar mutações genéticas e a doença de Parkinson.

(mais…)

Ler Mais