Por justiça a Marielle e aos mortos da mineração, mulheres paralisam o trem da Vale em MG

No dia em que o assassinato de Marielle completa um ano, as mulheres do MST e do MAM prestam homenagem à memória da vereadora e encerram a jornada de lutas denunciando os crimes da Vale

Por Geanini Hackbardt, na Página do MST

Na manhã desta quinta-feira (14/03) cerca de 400 mulheres denunciaram o assassinato em massa de trabalhadores e trabalhadoras, com o rompimento da barragem Córrego do Feijão, em Brumadinho-MG; a violência da mineração predatória contra as mulheres; a ameaça ao abastecimento de água à população gerada pelas mineradoras e sua total irresponsabilidade ambiental, além da sonegação da previdência e o não pagamento dos impostos sobre a extração mineral. As mulheres pararam o trem que transporta o minério de ferro extraído da região do quadrilátero ferrífero mineiro, próximo ao centro de Sarzedo, cidade vizinha a Brumadinho.

(mais…)

Ler Mais

PFDC firma termo de cooperação com Movimento dos Atingidos por Barragens

Protocolo focará em denúncias de violências, perseguições e outras ações arbitrárias contra populações impactadas por esses empreendimentos no Brasil

Procuradoria Federal dos Direitos do Cidadão

Contribuir para a garantia dos direitos de populações impactadas pela construção e operação de barragens no Brasil – especialmente no que se refere à proteção à vida, à dignidade, à moradia, à função social da propriedade e também à liberdade de expressão e de associação.

(mais…)

Ler Mais

MPF convoca audiência pública sobre barragens de mineração em Corumbá e Ladário (MS)

Evento será promovido no dia 3 de abril, a partir das 18h30, em Corumbá

Ministério Público Federal em Mato Grosso do Sul

O Ministério Público Federal (MPF) promoverá, no dia 3 de abril, audiência pública para debater riscos e medidas preventivas relacionados às barragens de mineração localizadas no município de Corumbá (MS). O evento será realizado no auditório Salomão Baruki do campus Pantanal da Universidade Federal de Mato Grosso do Sul (UFMS), a partir das 18h30.

(mais…)

Ler Mais

Em comparativo, barragens no Paraná concentram volume de água maior que Brumadinho

Atingidos por barragens no Paraná exigem segurança, informações e fiscalização no estado

Pedro Carrano, Brasil de Fato

Aconteceu hoje (12) a audiência pública “Atingidos por Barragens”, proposta pelo deputado estadual Tadeu Veneri (PT), ao lado de outros oito deputados estaduais da Assembleia Legislativa do Paraná (Alep), contando com a presença de Rasca Rodrigues representando o secretário de estado de Meio Ambiente.

(mais…)

Ler Mais

“É uma mentira dizer que a mineração contribui para o desenvolvimento dos povos”, afirma Pe. Darío Bossi

Como reduzir uma mineração saqueadora que somente beneficia grandes corporações a uma essencial que responda às necessidades dos povos? Em visita a Lima, o Pe. Darío Bossi, coordenador da Rede Igrejas e Mineração, dialogou sobre os objetivos e visões deste movimento de caráter ecumênico que nasceu em 2013. Uma rede em constante crescimento que se alinha junto às comunidades vítimas dos grandes projetos extrativistas, enquanto se mostra dialogável para uma reconversão do sistema mineiro na América Latina e em outras partes do mundo

por Mónica Villanueva e Beatriz Garcia, em REPAM / IHU On-Line

“Frente ao grande conflito, pode escolher onde se colocar: junto à empresa, em posição neutra ou ao lado das vítimas. Esse último é, em nossa opinião, onde a Igreja deve estar. Isso não significa ignorar o diálogo, mas devemos interpretar o problema da mineração a partir do ponto de vista das vítimas, que são as comunidades, mas também é a Mãe Terra que, como diz o Papa Francisco, é talvez a vítima maior nessas situações”. Missionário cambojano de origem italiana, o padre Darío Bossi é coordenador da Rede “Igrejas e Mineração”. Igrejas, no plural, porque essa rede se define como um espaço ecumênico, conformado por comunidades cristãs, equipes pastorais, congregações religiosas, grupos de reflexão teológica, leigas, leigos, bispos e pastores, que busca responder aos desafios dos impactos e violações dos direitos socioambientais provocados pelas atividades mineiras. Um espaço diverso cujos nexos principais são a fé e a esperança na construção de um mundo, que tem como bandeira a dignidade.

(mais…)

Ler Mais

Cimi repudia oferta das terras indígenas para mineração internacional

Nota pública sobre o anúncio feito pelo ministro de Minas e Energia de que poderá “autorizar” a mineração em terras indígenas à revelia dos povos e seus direitos

Cimi

O Conselho Indigenista Missionário – Cimi repudia, com veemente indignação, o anúncio feito pelo governo Bolsonaro, por meio do ministro das Minas e Energia, o Almirante de Esquadra da Marinha do Brasil, Bento Albuquerque, de que poderá “autorizar” a mineração em terras indígenas e que os povos indígenas serão submetidos à decisão.

(mais…)

Ler Mais

Crise na Venezuela aumenta riscos para povo indígena na Amazônia

Decreto de Bolsonaro quer acelerar licenciamento em área de povo que sofreu até ataques químicos na ditadura

DW / CartaCapital

“Eu perdi meu pai, minha mãe, meu irmão e minha irmã. Sou o único sobrevivente da família.” A frase foi dita no último dia 27 de fevereiro por Bare Bornaldo Wimiri, um idoso da etnia indígena waimiri-atroari, originária da Amazônia. Bornaldo foi um dos poucos integrantes de seu povo que sobreviveu ao esforço de “desenvolvimento nacional” da ditadura brasileira na divisa entre o norte do Amazonas e o sul de Roraima.

(mais…)

Ler Mais

Pesquisa na bacia do Rio Doce retrata situação das mulheres atingidas

Resultados dos estudos serão apresentados em Minas Gerais e no Espírito Santo

Ministério Público Federal em Minas Gerais

Quarenta e nove por cento das pessoas atingidas pelo rompimento da Barragem de Fundão, ocorrido em novembro de 2015, são mulheres. Apesar de constituírem praticamente metade do contingente afetado pelo desastre, elas já manifestaram, em diversas ocasiões, o tratamento diferenciado que recebem das causadoras do desastre – Samarco, Vale e BHP Billiton -, representadas pela Fundação Renova, nos processos de reparação e compensação dos danos.

(mais…)

Ler Mais

Mulheres ocupam mineradora australiana na Bahia contra modelo de exploração de níquel

Unidade da Mirabela Nickel ficou fechada durante toda a manhã em Ipiaú após ação de 200 integrantes do MAM e do MST

Redação Brasil de Fato

Na madrugada da sexta-feira (8), Dia Internacional de Luta das Mulheres, duzentas militantes do Movimentos dos Trabalhadores Rurais Sem Terra (MST) e do Movimento pela Soberania Popular na Mineração (MAM)ocuparam uma unidade da mineradora australiana Mirabela Nickel em Ipiaú (BA), fechando os portões da empresa. Elas deixaram o local no final desta manhã.

(mais…)

Ler Mais

Vale, responsável pelo crime em Brumadinho, mais uma vez enrola em Audiência judicial

No MAB

Acabou por volta das 20h a audiência que durou a tarde toda no Tribunal de Justiça de Minas Gerais. Pressionada por mais de 100 atingidos de várias cidades da Bacia do Paraopeba, a Vale desta vez não apresentou soluções concretas. “É lamentável a vale chegar de novo nessa audiência sem uma resposta concreta, de como serão os pagamentos”, afirma Joceli Andreoli.

(mais…)

Ler Mais