Senado aprova projeto que exige de mineradoras apresentação prévia de plano de prevenção de desastres

De autoria de Zenaide Maia (PSD-RN), proposta obriga essas empresas a apresentar aos órgãos competentes um completo plano de segurança junto com o pedido de autorização de exploração. Objetivo é evitar tragédias como a de Brumadinho

Por Cida de Oliveira, da RBA

Empresas mineradoras serão obrigadas a apresentar ao governo, antes de começar a explorar as jazidas, um plano de prevenção de desastres ambientais. A medida que trará segurança para populações expostas à mineração e ao meio ambiente, que tanto sofrem com os impactos da atividade, foi aprovada ontem (21) no Senado. (mais…)

Ler Mais

Pepita de ouro, desmatamento e sócio garimpeiro: o elo de Valdemar Costa Neto com a mineração

Polícia Federal investiga as conexões do presidente do PL, partido de Bolsonaro, com o garimpo ilegal; o político tem ligação antiga com a mineração.

ClimaInfo

A apreensão de uma pepita de ouro de origem suspeita na casa do ex-deputado Valdemar Costa Neto, presidente nacional do Partido Liberal (PL), devolveu à tona a relação antiga entre o político e o setor da mineração. Ex-sócio de mineradoras, ele chegou a ter uma de suas empresas condenadas por dano ambiental e mantém sociedade com um conhecido defensor do garimpo na região amazônica. (mais…)

Ler Mais

MPF recomenda que municípios e estado do PA façam controle do solo contaminado por mercúrio na região do Tapajós

Estudos mostram que indígenas Munduruku correm risco permanente de saúde devido ao uso do produto em atividade de mineração

Ministério Público Federal no Pará

O Ministério Público Federal (MPF) recomendou às secretarias de Saúde e de Meio Ambiente do Estado do Pará e às secretarias municipais de Saúde e de Meio Ambiente dos municípios de Aveiro, Itaituba, Jacareacanga, Novo Progresso, Rurópolis, Trairão e Altamira (distrito de Castelo dos Sonhos), todos na região do Tapajós, que façam o monitoramento e controle das áreas contaminadas ou em risco de contaminação pela mineração em seus territórios, em especial nas terras indígenas. Pesquisas recentes apontaram que o povo Munduruku, que habita aquela região, corre risco permanente de saúde devido à contaminação do solo por mercúrio. (mais…)

Ler Mais

Em Itatiaiuçu (MG): mais de quinhentas famílias aguardam reparação da ArcelorMittal

Em 2019, os moradores foram retirados às pressas com risco de rompimento da barragem Serra Azul, em nível 3 de emergência. Estrutura abriga abriga 5 milhões de metros cúbicos de rejeitos

por Amélia Gomes, no Mab

Na manhã do último dia, 8, atingidos pela barragem da ArcelorMittal, em Itatiaiuçu, realizaram um ato que marca os 5 anos do acionamento do Plano de Ação de Emergência para Barragens de Mineração (PAEBM) da mineradora. Desde então, os moradores aguardam a reparação dos danos causados pelo risco de rompimento de barragem de rejeitos da Mina Serra Azul, na Região Metropolitana de Belo Horizonte. 136 famílias tiveram seus direitos negados e mais de 500 aguardam a reparação. (mais…)

Ler Mais

Distrito atingido pela mineração predatória é foco de dengue em Ouro Preto/MG

População de Antônio Pereira, região que é pólo da mineração em Ouro Preto, concentra mais de 85% dos casos de dengue no município

por Ellen Joyce Marques, Instituto Guaicuy

Antônio Pereira, distrito que sofre os impactos do risco de rompimento e obras de descomissionamento da Barragem Doutor, da mineradora Vale, possui a maioria dos testes positivos para dengue em Ouro Preto. Até o dia 6/2, o número de casos de dengue no município era de 209, destes 178 são de Antônio Pereira. (mais…)

Ler Mais

MPF pede para anular maior contrato de mineração de ouro do País

Mineradora canadense Belo Sun tenta operar mais projeto de mineração de ouro a céu aberto do país; MPF concordou com Defensoria Pública

Eduardo Barretto, Metropoles

O Ministério Público Federal (MPF) pediu que a Justiça anule o contrato de concessão com a mineradora canadense Belo Sun, que autoriza o maior projeto de mineração de ouro a céu aberto do país. O parecer, assinado no último dia 30, é mais um empecilho para que a empresa comece a operar na região do Xingu, no Pará. (mais…)

Ler Mais

Na rota da destruição: o preço do desenvolvimento predatório na Amazônia

Estão previstos para a região inúmeros projetos minero-metalúrgicos, petroquímicos, hidrelétricos, hidrovias e ferrovias que não priorizam o respeito ao meio ambiente e aos povos e comunidades tradicionais

Camila Del Nero e Carol Lira, Le Monde Diplomatique Brasil

Na mira de grandes investimentos em obras de infraestrutura e de projetos de mineração, de energia e do agronegócio, a Amazônia é vítima de um conjunto amplo de crimes ambientais. Na maioria das vezes, são empreendimentos privados que, com o apoio dos governos estaduais e federal, aceleram o processo de desmatamento predatório e a destruição dos territórios e da vida dos povos amazônicos. (mais…)

Ler Mais