MPPA, MPF e DPE apontam omissões em licenciamentos pela Semas

Isso inclui a licença de operação da refinaria da Hydro Alunorte, que contaminou águas em Barcarena

Por Portal ORM*

Os ministérios públicos do Estado (MPPA) e Federal (MPF), junto com a Defensoria Pública do Estado do Pará (DPE-PA), apontam omissões e vícios recorrentes em licenciamentos ambientais concedidos pela Secretaria de Estado de Meio Ambiente e Sustentabilidade (Semas). Mais especificamente, nos licenciamentos de empreendimentos em Barcarena. Isso inclui a licença de operação da refinaria da Hydro Alunorte, que contaminou águas do município com rejeitos de minérios, durante uma longa e forte chuva no último sábado (17). A fiscalização das operações autorizadas também é criticada. (mais…)

Ler Mais

Mineradora admite existência de duto clandestino em Barcarena

Empresa informa que tubulação foi descoberta durante vistorias, após vazamento de rejeitos de bauxita em Barcarena. Comissão externa da Câmara dos Deputados acompanha o caso.

Por G1 PA

mineradora Hydro Alunorte admitiu nesta sexta-feira (23) a existência de um duto clandestino que seria responsável pelo vazamento de rejeitos de bauxita em Barcarena, no nordeste do Pará, no sábado (17).

(mais…)

Ler Mais

Tragédia Ambiental: Rejeitos de chumbo, bauxita e soda caustica vazam no Pará

Segundo pesquisador empresa norueguesa, Hydro, fez ligação irregular que resultou no vazamento. Rejeitos de chumbo, soda caustica e bauxita são encontrados em amostra analisada e divulgada hoje.

Por Pedro Cheuiche*, Esquerda Diário

Laudo do Instituto Evandro Chagas (IEC) de Belém divulgado nesta quinta-feira (22) confirmou a contaminação em diversas áreas de Barcarena, nordeste do Pará. As barragens de rejeitos de bauxita da mineradora Hydro vazaram e contaminaram o rio. (mais…)

Ler Mais

MPF discute implantação da Política Nacional de Segurança de Barragens em Catalão/GO

Instituição acompanha, desde de 2016, a implementação de mecanismos de prevenção de acidentes nas barragens de mineração

Ministério Público Federal em Goiás

Discutir a efetiva implantação da Política Nacional de Segurança de Barragens e os impactos socioambientais da atividade mineradora. Com esse objetivo, o Ministério Público Federal (MPF) em Goiás visitou, nesta quarta-feira, 21 de fevereiro, o município de Catalão/GO, localizado no sudeste do estado, onde existem quatro barragens de minérios – das empresas Mozaic (antiga Vale Fertilizantes) e China Molybdenium Company (antiga Anglo American). (mais…)

Ler Mais

Justiça determina que empresa recupere área de preservação permanente do Rio Paraná

Sentença atende aos pedidos de uma ação civil pública ajuizada pelo MPF contra a Itavel para recuperação de área degradada

MPF/PR

A pedido do Ministério Público Federal (MPF) em Foz do Iguaçu, a Justiça Federal determinou que a empresa Itavel – Serviços Rodoviários apresente, em 90 dias, um Plano de Recuperação de Área Degradada (Prad), que contemple medidas compensatórias e mitigadoras dos danos ambientais acarretados a uma área de preservação permanente do Rio Paraná. O Prad deve ser submetido à análise técnica e jurídica do Ibama e terá 30 dias para ser iniciado após aprovação do órgão ambiental. Em caso de descumprimento da decisão, a empresa fica sujeita à multa diária de R$200. (mais…)

Ler Mais

Imetame será tema de audiência pública em Aracruz

Por Fernanda Couzemenco, Século Diário

As “alterações de projeto do Terminal Industrial da Imetame” são o tema de uma audiência pública que o Instituto Estadual de Meio Ambiente e Recursos Hídricos (Iema) realizará no dia 28 de fevereiro, no auditório do Sesi de Aracruz. As comunidades do entorno do empreendimento, apesar de poderem participar da audiência, se sentem alijadas deste e de todos os processos de ampliação dos empreendimentos industriais e portuários da região. (mais…)

Ler Mais

Crime de Mariana coloca surto de febre amarela ‘na conta da Samarco’, afirma médico

Thiago Henrique Silva afirma que crime de Mariana (MG) é considerado cientificamente uma das principais causas do surto

Por Juliana Gonçalves, no Brasil de Fato

Semanalmente o Ministério da Saúde atualiza os números do surto da febre amarela. De 1º de julho de 2017 a 6 de fevereiro de 2018, já foram 353 casos confirmados no país com 98 mortes. Crescendo exponencialmente semana a semana, muitas pessoas tentam entender como uma doença erradicada nos grandes centros urbanos desde 1942 segue fazendo novas vítimas nas capitais. (mais…)

Ler Mais

Pressão faz deputados voltarem atrás de decisão que liberou área protegida na Estação Ecológica de Arêdes para mineração

Políticos alegam que a armadilha foi incluída no texto a menos de 24 horas da votação final, mas o governador teve seis dias para sancionar a lei. Afinal, ele sabia ou não? E, se não sabia, o que mais pode estar passando despercebido contra o meio ambiente em Minas Gerais?

No LEI.A

O deputado estadual Antônio Jorge (PPS) anunciou nesta quinta-feira, dia 8, a apresentação de um projeto de lei que revoga o artigo 84 da lei 22.796, que eliminou mais de cem hectares em áreas protegidas da Estação Ecológica de Arêdes. Até a manhã desta sexta, dia 9, outros sete deputados haviam apoiado publicamente a proposta. Três deles votaram a favor da lei e se disseram ludibriados. São eles André Quintão (PT), Rogério Correia (PT) e Marília Campos (PT). Mas você também pode ajudar Arêdes. Neste texto, você vai entender o que aconteceu e ver o que pode ser feito daqui para frente. (mais…)

Ler Mais