Francisco de Assis e o Papa: Ecologia Integral. Por Gilvander Moreira*

O Papa Francisco inicia a Carta Encíclica Laudato Si’ (Louvado Sejas), de 18 de junho de 2015, sobre o cuidado da Casa Comum, exclamando: “Louvado sejas, meu Senhor!”, invocando o Cântico das Criaturas cantado por Francisco de Assis. Isso é eloquente por vários motivos: Primeiro, porque “Louvado sejas” dito diante do planeta Terra e de toda a biodiversidade revela admiração e encanto pela natureza que nos envolve e da qual fazemos parte. Segundo, pedagogicamente é mais promissor conclamar para o compromisso com a defesa da nossa única Casa Comum a partir do encantamento e da beleza e não a partir do medo e da insegurança que despertam tantas mazelas socioambientais que nos colocam no meio da maior crise ecológica de todos os tempos.

(mais…)

Ler Mais

Protesto ‘Vidas negras importam’ reúne centenas em frente ao Palácio da Guanabara

Manifestantes exigem o fim das operações policiais nas favelas

por Edmund Ruge, em RioOnWatch

Centenas de manifestantes se reuniram em frente ao palácio do governador do Rio de Janeiro, Wilson Witzel, no dia 31 de maio, para protestar contra a morte de jovens negros e favelados pelas mãos da polícia. Segurando cartazes com a inscrição “Vidas Negras Importam” em português e inglês, os manifestantes exigiram o fim das violentas operações policiais nas favelas.

(mais…)

Ler Mais

Pandemia compromete Educação, amplia desigualdade e dificulta estudantes periféricos na Universidade

por Jaqueline Suarez, em RioOnWatch

A pandemia do novo coronavírus escancarou o cotidiano desigual vivido por boa parte dos brasileiros. A política de distanciamento e isolamento físico, principal método de contenção da doença, tem afetado drasticamente a renda das famílias mais pobres. Para muitos, continuar trabalhando, mesmo diante dos riscos, é uma questão de sobrevivência. Os jovens dessas famílias, alunos da rede pública de ensino em sua maioria, também são afetados. O fechamento das escolas ameaça os sonhos para o futuro e amplia o abismo que separa os estudantes periféricos de uma vaga na universidade.

(mais…)

Ler Mais

Deputados norte-americanos pedem a Rodrigo Maia que barre o “PL da Grilagem”

ClimaInfo

A oposição internacional ao PL 2.633, que pretende relaxar as regras para regularização fundiária no Brasil, ganhou ontem o reforço de um grupo de parlamentares norte-americanos. Encabeçado pela deputada Deb Haaland, democrata pelo Arizona e a primeira mulher indígena eleita para a Congresso dos EUA, o grupo encaminhou uma carta a Rodrigo Maia pedindo ele não coloque o PL em votação pois o projeto poderia “legalizar o roubo de milhares de hectares de Terras Públicas” e “promover um verdadeiro ‘Velho Oeste’ de invasores que agem com impunidade em nome dos lucros”.

(mais…)

Ler Mais

Nota Pública: A nação brasileira sob grave risco autoritário e violento

A CPT e outras entidades como CBJP, Via Campesina Brasil, MPA, MAB e outros assinam Nota Pública sobre os graves riscos que ameaçam a sociedade brasileira, caso sejam implementadas medidas tomadas pelo Governo Federal que virão ampliar a atual escalada autoritária e o espaço de atuação de milícias armadas e de outros grupos criminosos no campo e na cidade. Confira:

(mais…)

Ler Mais

As leis da grilagem e a ‘regularização fundiária’ à brasileira. Por Julio José Araujo Junior e Raphael Luis Pereira Bevilaqua

A Medida Provisória 910 e o Projeto de Lei nº 2633/2020, atualmente em trâmite na Câmara dos Deputados e conhecidos como projetos da grilagem, inauguraram mais um capítulo no debate sobre terras no Brasil, em que “passar a boiada” nos limites legais é um projeto, como indicou o ministro do Meio Ambiente em reunião governamental.

O objetivo deste artigo consiste em recordar as raízes históricas da concentração fundiária e identificar os prejuízos sociais e patrimoniais da grilagem, de forma a contribuir para a reflexão sobre as sucessivas tentativas de desregulamentação do regime de terras públicas.

(mais…)

Ler Mais

Adversários se aproximam em campo anti-Bolsonaro

Protestos nas ruas e divulgação de manifestos no fim de semana mostram incipiente sintonia entre diferentes grupos em oposição ao governo e em defesa da democracia.

por Bruno Lupion, em Deutsche Welle / IHU On-Line

Há alguns meses, um roteiro dominical vinha se repetindo no Brasil: pequenas manifestações de apoio a Jair Bolsonaro saíam às ruas, em meio à pandemia, vociferando contra o Supremo e o Congresso e pedindo intervenção militar, com a participação eventual do próprio presidente. No último fim de semana, algo diferente ocorreu: atos contra Bolsonaro eclodiram nas ruas de algumas cidades, e manifestos reunindo sob o mesmo objetivo pessoas de linhas políticas variadas ganharam milhares de assinaturas.

(mais…)

Ler Mais

“Os governos da direita e da extrema direita são muito bons para destruir, mas muito ruins para construir”. Entrevista com Boaventura de Sousa Santos

IHU On-Line

Os cenários a partir dos quais o sociólogo Boaventura de Sousa Santos fala são diversos. Assim como pode oferecer uma conferência sobre as perspectivas de paz na Colômbia, diante de vários líderes sociais e estudantes da Universidade Autónoma Indígena Intercultural, em Popayán [Colômbia], também pode conversar sobre o colonialismo no principal auditório da Universidade da CalifórniaIrvine, ou pode dar uma aula sobre as consequências nefastas do patriarcado na Universidade de Barcelona.

(mais…)

Ler Mais

Ministério da Saúde finalmente olha para as favelas

por Maíra Mathias e Raquel Torres, em Outra Saúde

ESQUECIDAS ATÉ AGORA

O novo coronavírus só foi confirmado no Brasil no fim de fevereiro, quando há quase dois meses já se sabia do estrago que ele era capaz de provocar. Era de se esperar que as consequências fossem muito mais graves nas favelas, onde já costumam ser piores as condições de propagação de vírus respiratórios em geral. Mas só ontem o Ministério da Saúde publicou uma portaria criando centros comunitários de referência nessas comunidades para a identificação precoce de casos, acompanhamento e encaminhamento de pacientes graves.

(mais…)

Ler Mais