Lewandowski aciona corregedoria-geral do MPF e PGR em razão de informações negadas à defesa de Lula

O prazo para as alegações finais nos autos da ação penal contra Lula somente terá início após o cumprimento da decisão.

No STF

O ministro Ricardo Lewandowski, do Supremo Tribunal Federal (STF), determinou que sejam intimados a corregedora-geral do Ministério Público Federal (MPF), Elizeta Maria de Paiva Ramos, e o procurador-geral da República, Augusto Aras, para que informem se de fato não existem ou se foram suprimidos os registros das tratativas realizadas pelo MPF no Paraná com autoridades e instituições estrangeiras, no âmbito do acordo de leniência firmado com a empreiteira Odebrecht, cuja íntegra ainda não foi disponibilizada à defesa do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva. No último dia 16, nos autos da Reclamação (RCL 43007), Lewandowski garantiu o acesso imediato às informações, mas, ao analisar embargos de declaração apresentados pelos advogados do ex-presidente, verificou que há “injustificável recalcitrância” para o cumprimento da determinação. Até que isso ocorra, fica paralisada a ação penal em que Lula é acusado de receber supostas vantagens do Grupo Odebrecht, como um imóvel em São Paulo para utilização do Instituto Lula e um apartamento em São Bernardo do Campo (SP).

(mais…)

Ler Mais

Frente Pela Vida publica carta “O Brasil precisa do SUS” e reivindica plano de vacinação contra Covid-19

O documento menciona também que “o presidente da república incentivou aglomerações” e “desarticulou medidas de proteção” de populações vulnerabilizadas

Por CNS

Frente Pela Vida, espaço que une diversas organizações brasileiras em defesa do Sistema Único de Saúde (SUS), publicou ontem (25/11) uma “Carta ao Povo Brasileiro”, criticando a negligência do Estado diante da pandemia de Covid-19, que já matou mais de 170 mil pessoas no país, em especial pessoas negras e pobres. Uma das principais reivindicações é a recuperação do orçamento do SUS, que segue em desfinanciamento constante, e um plano de vacinação para a Covid-19, que ainda não existe no Brasil.

(mais…)

Ler Mais

Precisamos falar sobre o PSDB. Por Eliane Brum

Como o partido abandonou a social-democracia, migrou para a direita e deixou amplas digitais na destruição do processo democrático

El País

Um dos principais riscos da polarização é justamente embaralhar o que é continuidade e o que é ruptura. Neste momento, em que o PSDB, hoje um partido de direita, tenta se vender como o “centro” que um dia foi, é fundamental recuperar a perspectiva do processo histórico. A falta de responsabilização do PSDB como um dos principais agentes de destruição da democracia é um dos enigmas da atual paisagem política brasileira. Ao embarcar no discurso do antipetismo, o PSDB colaborou fortemente para colocar na conta exclusiva do PT todo o desencanto com a política e os políticos, ao mesmo tempo em que se aproximou de tudo o que Jair Bolsonaro representa e defende. O partido deixou amplamente suas digitais na corrosão da democracia cujas consequências são Jair Bolsonaro. O PSDB não é apenas mais um que tem seu DNA na mais recente escalada autoritária do Brasil. O PSDB está em sua gênese.

(mais…)

Ler Mais

A qualidade da alimentação piorou na pandemia. Entrevista especial com Walter Belik

“Há uma homogeneidade na alimentação: as pessoas comem o mesmo alimento no Sul e no Norte; se aproveita pouco a diversidade brasileira”, diz o pesquisador

Por: Ricardo Machado e Patricia Fachin, em IHU On-Line

Se no início da crise pandêmica muitos de nós vimos a possibilidade de ter uma alimentação mais saudável por passarmos mais tempo em casa, a constatação, depois de oito meses de distanciamento social, é a de que “a qualidade da alimentação piorou”, diz o pesquisador Walter Belik, professor da Universidade Estadual de Campinas – Unicamp. Segundo ele, isso se deve, em parte, às próprias escolhas alimentares dos brasileiros e ao aumento da compra de refeições por aplicativo, inclusive nas famílias com renda mais baixa.

(mais…)

Ler Mais

Testes da Covid: o ministério entra em modo caos total

Sumiram registros de compra de 7 milhões de kits. Material enviado aos Estados estava incompleto. Não há plano nenhum para testar população. Mortes avançam em todo o país. E mais: o mega-vazamento de dados do SUS pelo Albert Eintein

por Maíra Mathias e Raquel Torres, em Outra Saúde

AINDA O ESCÂNDALO DOS TESTES

Aconteceu ontem a audiência pública na Câmara dos Deputados que ouviu Ministério da Saúde, estados, municípios e Anvisa sobre o caso dos 6,86 milhões de testes RT-PCR armazenados pelo governo que perdem a validade nos próximos dois meses. E duas coisas chamaram atenção na narrativa apresentada pelos representantes da pasta.

(mais…)

Ler Mais

Bruno Covas minimiza combate à fome em plano de governo

Tucano cita palavra apenas uma vez e ignora Plano Municipal de Segurança Alimentar, enquanto Boulos dedica um capítulo de seu programa ao tema; no segundo turno, De Olho Nos Ruralistas reúne propostas relativas à alimentação nas capitais

Por Mariana Franco Ramos, em De Olho nos Ruralistas

No maior e mais rico município do país, os dois candidatos que continuam na disputa pela prefeitura encaram a questão da segurança alimentar e nutricional de formas distintas. Enquanto o atual prefeito, Bruno Covas (PSDB), praticamente ignora o tema, o candidato do PSOL, Guilherme Boulos, dedica um capítulo inteiro de seu plano de governo a ele. De Olho Nos Ruralistas analisa, nesta semana, as propostas dos prefeituráveis nas capitais onde há segundo turno, a começar por São Paulo.

(mais…)

Ler Mais

Partidos de centro e de direita negligenciam segurança alimentar

Organizações do setor destacam que cenário de pandemia tornou ainda mais urgente a necessidade de despartidarizar o tema; elas buscam engajar candidatos e eleitores para que propostas passem a ocupar papel central nas campanhas

Por Mariana Franco Ramos, em De Olho nos Ruralistas

Em todo o país, candidatos de esquerda e de centro-esquerda são os que apresentam mais propostas para combater a fome e a desigualdade. Segundo a pesquisadora Mariana Santarelli, membro do Fórum Brasileiro de Soberania e Segurança Alimentar e Nutricional (FBSSAN), isso ocorre porque eles têm um histórico maior de escuta e de diálogo com os movimentos sociais e as organizações do setor.

(mais…)

Ler Mais

Em Cuiabá e Goiânia, planos de governo ignoram cenas de fome nas ruas e periferias

Cercadas por bolsões de miséria, cidades centrais para o agronegócio da região Centro-Oeste chegam ao segundo turno com candidatos que apresentam poucas propostas consistentes para garantir política de alimentação saudável para seus habitantes

Por Roberto Lameirinhas, em De Olho nos Ruralistas

Duas das maiores capitais da região que abriga o principal polo agrícola do país vão ao segundo turno das eleições municipais, no domingo, com candidatos pouco ou nada preocupados — ao menos no que diz respeito a seus programas de governo — com segurança alimentar. Goiânia e Cuiabá, municípios cujos centros urbanos ostentam a opulência da elite do agronegócio, paradoxalmente apresentam grandes bolsões de miséria em seus entornos, acompanhando a realidade de um país que caminha na direção do retorno ao mapa da fome.

(mais…)

Ler Mais

Como Bolsonaro sairá das eleições segundo governistas e oposição

A tendência, segundo os entrevistados, é que Bolsonaro, candidato ou não à reeleição, siga frágil até encerrar seu mandato em 2022

Por Vasconcelo Quadros, Agência Pública

Políticos governistas e da oposição ouvidos pela Agência Pública avaliam que o presidente Jair Bolsonaro saiu do primeiro turno das eleições municipais deste ano fragilizado. O PSL, que cedeu a legenda para a conquista do mandato e com o qual depois rompeu, triplicou o número de prefeitos eleitos em 2020, saltando de 30 em 2016 para 91 no primeiro turno deste ano. Sem Bolsonaro, a legenda também cresceu nas Câmaras Municipais, passando de 878 vereadores para 1.196

(mais…)

Ler Mais

Número de vigilantes supera o de policiais no Brasil. ‘É um horror e não tem o devido controle’

Ex-oficial da PM paulista afirma que o assassinato de homem negro no Carrefour expõe falha de formação e fiscalização das empresas de segurança no Brasil

Por Redação RBA

São Paulo – A conduta dos seguranças do Carrefour, que na semana passada espancaram João Alberto Silveira Freitas até a morte, revela que a violência praticada contra homens negros em estabelecimentos comerciais do Brasil está diretamente ligada ao racismo estrutural. Mas também lança dúvidas sobre a fiscalização das empresas de segurança privada e como seus vigilantes são formados. É o que o observa o tenente-coronel aposentado Adilson Paes de Souza, da Polícia Militar (PM) de São Paulo, doutor em psicologia escolar e do desenvolvimento humano pelo Instituto de Psicologia da Universidade de São Paulo (USP). Ele foi entrevistado hoje (24) pela jornalista e apresentadora Marilu Cabañas, do Jornal Brasil Atual

(mais…)

Ler Mais