Em vez dos militares. Por Janio de Freitas

O verdadeiro combate à corrupção só pode ser feito por gente honesta

Na Folha

Ainda sem saber o que liga o Exército ao bolsonarismo, estamos sob um teste novo do nosso futuro democrático e das perspetivas do país. As consequências que o Poder Judiciário der às transgressões de Sergio Moro vão indicar a determinação de sustentar o Estado de Direito ou a capitulação a um vale tudo irremediável, escancarando o país, ainda mais, ao que nele haja de pior.

(mais…)

Ler Mais

Leonardo Boff: “Quem disser ‘amo a Deus’, mas odeia o irmão, é mentiroso”

“É uma infâmia alguém que incentiva o ódio participar de uma manifestação que tem Jesus como centro”, diz teólogo, sobre presença do presidente na Marcha para Jesus

Por Eduardo Maretti, da RBA 

São Paulo – Primeiro presidente a participar da Marcha para Jesus, na quinta-feira (20),  Jair Bolsonaro voltou a fazer, durante o evento, o gesto em que simula segurar uma arma apontando-a para algo ou alguém. Com uma camiseta em que se estampava “Jesus”, o chefe do Executivo também prometeu que vai procurar deputados e senadores para, em suas palavras “salvar” o decreto que flexibiliza o porte de armas. Disse ainda que vai “entrar em contato com os homens do campo”, porque “a bandidagem tá muito bem armada por aí”, numa referência à bancada ruralista, em grande número na Câmara dos Deputados, para onde o decreto foi mandado para nova apreciação – na terça-feira (18), o Senado derrubou a proposta presidencial por 47 votos a 28.

(mais…)

Ler Mais

Conselho Federal da OAB vai ao Supremo requerer a suspensão do bloqueio das verbas da educação

A OAB nacional propôs Arguição de Descumprimento de Preceito Fundamental (ADPF) questionando os atos de contingenciamento das verbas de educação superior no Supremo Tribunal Federal (STF), nesta terça-feira (18). A iniciativa requer concessão de medida cautelar para suspender os bloqueios e proibir inexecuções arbitrárias de quotas de orçamento das universidades e instituições de ensino superior do país.

(mais…)

Ler Mais

Boaventura de Sousa Santos: “Os trabalhadores estão ficando cada vez com mais trabalho e sem direitos”

Em visita ao RS, Boaventura de Sousa Santos falou com o Brasil de Fato sobre a situação política e social do Brasil

Fabiana Reinholz e Katia Marko; Luiz Muller (Rede Soberania), no Brasil de Fato

Em uma manhã de um leve frio, depois de alguns dias de um “veranico” um tanto quanto atípico para o mês de junho porto-alegrense, o sociólogo e jurista português Boaventura de Souza Santos, das universidades de Coimbra (Portugal), de Wisconsin-Madison e de Warwick (EUA), conversou por mais de uma hora com o Brasil de Fato RS e com a Rede Soberania. 

(mais…)

Ler Mais

Ex-presidentes do BNDES se unem em defesa do banco e do desenvolvimento do país

Para ex-dirigentes do BNDES, relatório da PEC da Previdência é incompatível com investimento, emprego e crescimento, e pode acabar com banco de fomento

Por Redação RBA

São Paulo – A Associação dos Funcionários do BNDES (AFBNDES) promoveu na manhã desta quarta-feira (19), no Rio de Janeiro, um ato em defesa do banco de fomento e um debate com a participação e apoios de vários ex-presidentes da instituição. Na mesa de discussão, comentaram a proposta do relator da reforma da Previdência na comissão especial da Câmara dos Deputados, Samuel Moreira (PSDB-SP), que excluiu a destinação para o BNDES de 40% dos recursos das contribuições sociais do PIS/Pasep como previsto pelo artigo 239 da Constituição. O relatório redireciona a previsão constitucional para pagamento de pensões e aposentadorias. O texto original do governo reduz o montante que cabe ao banco para 28%.

(mais…)

Ler Mais

‘Bolsonaro fecha Congresso com a caneta e institui República Bolsonariana’, diz Padilha

Para Alexandre Padilha, MP 886, publicada hoje (19), derruba decisões do Congresso. Alessandro Molon pede que Senado devolva texto ao Executivo

Por Redação RBA 

São Paulo – Com as atenções voltadas para o depoimento do ministro da Justiça, Sergio Moro, à Comissão de Constituição, Justiça e Cidadania (CCJ) do Senado, ao longo do dia de hoje (19), o presidente Jair Bolsonaro  aproveitou para enviar ao Congresso a Medida Provisória 886.  O texto altera diversas leis para fazer mudanças na “organização básica dos órgãos da Presidência da República e dos Ministérios”. Ou seja, a MP 886 veta as modificações feitas pelos parlamentares em outra MP de seu governo, a de número 870, editada logo no seu primeiro dia de governo. Entre os atos da medida, retira novamente da Funai, vinculada ao Ministério da Justiça, a competência pela demarcação de terras indígenas, entregando novamente para o Ministério da Agricultura, conduzido pela ruralista Tereza Cristina.

(mais…)

Ler Mais

UFGD, Unirio e UFTM não terão os reitores indicados pela comunidade acadêmica, mas os escolhidos pelo governo

Na Carta Capital

Pelo menos três universidades já sofreram intervenção direta do presidente Jair Bolsonaro na nomeação de seus reitores. A primeira delas foi a Universidade Federal da Grande Dourados (UFGD). Na terça feira 11, o ministro da educação Abraham Weintraub nomeou como reitora  temporária a professora Mirlene Damázio.

(mais…)

Ler Mais

Moro teria ignorado investigação da PF sobre provas ilegais em caso Odebrecht

A Pública analisou recursos de advogados de executivo da Odebrecht, na condenação antes da delação negociada com MP; sentença veio com sindicância da PF em andamento

Por Vasconcelo Quadros, Agência Pública

Documentos anexados pela defesa de executivos da Odebrecht no processo da Lava Jato sugerem que fatos ocorridos em 2013, quando a Lava Jato era restrita à Polícia Federal (PF), foram ignorados pelo ex-juiz Sergio Moro, que recebeu denúncias sobre supostas ilegalidades na obtenção de áudios e e-mails relacionados aos doleiros Carlos Habib Chater e Alberto Youssef.

(mais…)

Ler Mais

Presidente da CDHM afirma para Onyx Lorenzoni que decreto sobre uso de armas “é um atentado à vida no nosso país”

por Pedro Calvi / CDHM

A Comissão de Direitos Humanos e Minorias (CDHM) participou como convidada nesta terça-feira (18) da audiência pública da Comissão de Constituição e Justiça (CCJ), que ouviu o ministro-chefe da Casa Civil, Onyx Lorenzoni. O ministro falou sobre o decreto 9.785/2019, que flexibiliza o porte de armas. Ele foi convocado e, por isso, obrigado a comparecer.

(mais…)

Ler Mais