Nota da Direção do MST Paraíba sobre o assassinato de dois militantes no Acampamento Dom José Maria Pires, município de Alhandra


O Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra (MST-PB) perde nesta noite de sábado (08) por volta das 19:30 dois militantes: José Bernardo da Silva, conhecido por Orlando e Rodrigo Celestino. Foram brutalmente assassinado por capangas encapuzados e fortemente armados. Isso demonstra a atual repressão contra os movimentos populares e suas lideranças.

(mais…)

Ler Mais

Aumento dos assassinatos no campo, ameaças contra órgãos fiscalizadores do meio ambiente e investidas contra o território camponês marcam período pré e pós-eleitoral

Por Cristiane Passos – CPT Nacional

Os meses de outubro e novembro foram marcados por uma nova escalada da violência contra os povos do campo, em especial contra os indígenas. Em três dias de outubro, três pessoas foram assassinadas. Uma liderança camponesa e dois indígenas. Já em novembro, um indígena ficou paraplégico em decorrência do tiro que levou e um Pataxó foi assassinado na Bahia. Dados parciais da CPT apontam 22 assassinatos em conflitos no campo em 2018. Despejos e ameaças de despejos também se multiplicaram. Na região Norte do país, as equipes do Ibama e do ICMBio sofreram ataques ainda no intervalo entre o primeiro e o segundo turno eleitoral, durante operações de combate ao desmatamento ilegal nos estados de Rondônia e Pará. (mais…)

Ler Mais

“Raiz e semente da história”: 80 anos do massacre de Pau de Colher

Em janeiro de 1938, cerca de mil pessoas da comunidade de Pau de Colher, na Bahia, foram massacradas. Como de tradição, no próximo dia 13 de dezembro será realizada a Romaria de Pau de Colher, que faz memória a esse movimento camponês religioso, social e político. Na imagem ao lado, o espaço onde era o acampamento de Pau de Colher. O umbuzeiro ainda é da época do movimento religioso. Cruzes indicam sepulturas. Conheça um pouco mais dessa história:  

 por Juliana Magalhães – CPT Bahia

Na sombra lateral de sua casa, em meio ao sertão nordestino, seu Militão Rodrigues da Silva pega a bengala improvisada e desenha um círculo no chão de terra. Ao lado da esfera, sinaliza com algumas batidas que ali era o local onde estava a metralhadora, amarrada a uma árvore e apontada para o acampamento. O episódio ao qual se refere, com memórias tão vivas, mesmo próximo de completar 90 anos de idade, é o massacre de cerca de mil pessoas da comunidade de Pau de Colher, ocorrido em janeiro de 1938. (mais…)

Ler Mais

Aula inaugural da primeira graduação pelo Pronera em Alagoas será realizada na próxima segunda (10)

Do Incra/AL

A aula inaugural do primeiro bacharelado em Agroecologia pelo Programa Nacional de Educação na Reforma Agrária (Pronera) no Brasil  será realizada no Centro de Ciências Agrárias (Ceca), às 10h, no dia 10 de dezembro, em Rio Largo (AL), com os alunos, professores e representantes do Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária (Incra) em Alagoas, de movimentos sociais e da Universidade Federal de Alagoas (Ufal). O curso também é o primeiro da Ufal pelo programa e a primeira graduação direcionada à população do campo em Alagoas. (mais…)

Ler Mais

Encontro Estadual na Bahia debate Reforma Agrária Popular e homenageia Márcio Matos

O encontro terá a presença de movimentos, organizações sindicais, partidos de esquerda, amigos e parceiros

Por Sebastião Lopes, na Página do MST

Com o objetivo de debater as perspectivas da luta pela Reforma Agrária Popular para o próximo período, a educação do campo e o desenvolvimento da agroecologia no estado da Bahia, cerca de 1.500 trabalhadores e trabalhadoras Sem Terra, de dez regiões, realizam entre os dias 14 e 17/12 o 31º Encontro Estadual do MST na Bahia. (mais…)

Ler Mais

Trabalhadores do campo se formam em Serviço Social pela Universidade Estadual do Ceará

O curso, que começou em 2013, é fruto de uma articulação feita entre movimentos populares organizados na Via Campesina

Por Gene Santos, na Página do MST

Nesta quinta-feira (29), 49 militantes do MST, do Movimento dos Atingidos Por Barragens (MAB), do Movimento Quilombola e do Movimento dos Pequenos Agricultores (MPA), reuniram-se no auditório central da Universidade Estadual do Ceará (UECE), para a formatura do curso de serviço social da terra. (mais…)

Ler Mais

Incra do Médio São Francisco cria novo assentamento em Tacaratu (PE)

No Incra

O Incra no Médio São Francisco, com sede em Petrolina (PE), criou o projeto de assentamento Baixa do Icó II para beneficiar cinco famílias de trabalhadores rurais sem-terra. Trata-se do imóvel rural Baixa do Icó com 81 hectares, localizado no município de Tacaratu, no sertão pernambucano. A decisão foi publicada no Diário Oficial da União de 29 de novembro. (mais…)

Ler Mais

Suspenso o despejo do Acampamento Quilombo Campo Grande

O Desembargador do Tribunal de Justiça de Minas Gerais suspendeu a reintegração de posse dada no dia 7 de novembro, pelo Juiz Walter Zwicker Esbaille Jr

Da Página do MST

Após 24 dias de resistência contra a liminar que ordenou o despejo das famílias do Acampamento Quilombo Campo Grande, o Desembargador Marcos Henrique Caldeira Brant suspendeu a decisão da Vara Agrária. Ele considerou que os acampados “ocupam a área rural por considerável período, aproximadamente 14 anos, com cultivo de lavoura de café entre outros, havendo inclusive imóveis edificados nos quais residem as respectivas famílias”, como afirma o documento. (mais…)

Ler Mais

Justiça suspende pedido de reintegração de posse e MST permanece em quilombo mineiro

“Vai ser a primeira noite que mais de 2 mil pessoas vão poder dormir tranquilamente, o que não aconteceu nos últimos 24 dias”, enfatiza coordenadora do MST sobre decisão do TJ-MG

Por Paloma Vasconcelos, na Ponte

Desde o dia 7/11, 450 famílias vivem sob um clima de tensão. O motivo é um pedido de reintegração de posse de um terreno ocupado pelo MST (Movimento Sem-Terra) há 20 anos: o Quilombo Campo Grande. Marcada para o dia 14/11, a reintegração de posse não aconteceu na data marcada. (mais…)

Ler Mais