Comunidade consegue na justiça reabertura de escola do campo na Paraíba

Por Lanna Cecília, do MPA, e Áurea Olímpia, da ASPTA, na Asa

Numa região em que 676 escolas foram fechadas em apenas nove anos, uma comunidade organizada e mobilizada mostra que é capaz de lutar contra este desfecho. Foi o que aconteceu com a Escola Municipal Maria Emília Maracajá, que funciona há 31 anos na zona rural de Areia, município do Brejo paraibano. O prefeito João Francisco de Albuquerque (PSDB) decidiu fechá-la em janeiro passado. Entendendo que a instituição é um bem público, a comunidade escolar resolveu correr atrás de seus direitos. (mais…)

Ler Mais

Comunidades Impactadas pelo agronegócio no Piauí criam Coletivo de Resistência e unificam lutas

“Queremos ser respeitados e que ninguém negue esse direito que é nosso, e sagrado” Juvercino Silva

Por CPT Piauí

Comunidades do Piauí, impactadas pelo agronegócio na região do MATOPIBA, se reuniram em Santa Filomena, dia 19 de junho, em busca de mecanismos fortalecedores da resistência aos grandes projetos do agronegócio e na defesa de seus territórios. Segundo o Sr.João da Silva, morador da comunidade Melancias, muitas comunidades vem sofrendo pelas ações desenfreadas dos projeteiros (donos de projetos e fazendas), “eles desmatam, usam veneno, o agrotóxico usados nas lavouras da soja empurra as pragas pra as roças das famílias nos baixões e tem muitas violações dos direitos fundamentais das pessoas”. (mais…)

Ler Mais

Em Brasília, encontro discute direitos humanos dos povos do campo, das águas e das florestas

Na abertura do evento, Ayala Ferreira, da direção nacional do MST, falou sobre os atuais desafios enfrentados pela classe trabalhadora

Por Webert da Cruz, da Página do MST*

Compreender os desafios do atual contexto político e criar estratégias de fortalecimento da base da classe trabalhadora para enfrentamento de retrocessos de direitos são alguns dos objetivos do Encontro Nacional dos Direitos Humanos dos Povos do Campo, das Águas e das Florestas que acontece de 20 a 22 de junho, em Brasília. Reunidos na Confederação Nacional dos Trabalhadores na Agricultura (Contag), o evento integra também o II Encontro dos Estudantes, Professores(as), Advogados(as) e Dirigentes da Via Campesina e Movimento Sindical da Agricultura Familiar.  (mais…)

Ler Mais

Seminário em Defesa das Serras da Jacobina é realizado em Senhor do Bonfim (BA)

Integrantes de comunidades tradicionais, movimentos e entidades sociais, organizações da sociedade civil e do poder público participaram, nos dias 14 e 15 de junho, no Centro Diocesano em Senhor do Bonfim (BA), do Seminário em Defesa das Serras da Jacobina

por Amanda Santos, em CPT

Com o tema “Criação de uma Unidade de Conservação”, os participantes discutiram e planejaram ações para fortalecer a luta em defesa das Serras da Jacobina, considerada a caixa d’água do Rio Itapicuru. (mais…)

Ler Mais

Camponeses e camponesas discutem agroecologia como modelo na produção de alimentos

Tema foi debatido durante curso de extensão no Pará

Por Viviane Brigida
Da Página do MST

Terminou neste final de semana o Curso de Extensão em Agroecologia realizado pelo MST em parceria com o Instituto Federal do Pará. As aulas – que durante três finais de semana reuniram cerca de 30 educandos -, aconteceram no assentamento João Batista II, localizado no município de Castanhal, região nordeste do Pará. (mais…)

Ler Mais

25 mil pessoas participam da 4º Feira Estadual da Reforma Agrária, em Salvador

Além do diálogo permanente com a população soteropolitana, mais de 180 mil toneladas de produtos de acampamentos e assentamentos foram comercializados

Por Coletivo de Comunicação do MST na Bahia
Da Página do MST

Cerca de 25 mil pessoas passaram pela Praça da Piedade, no Centro de Salvador, entre os dias 14 e 16 de junho, durante a 4º Feira Estadual da Reforma Agrária. Além do dialogo permanente com a população soteropolitana, mais de 180 mil toneladas de produtos de acampamentos e assentamentos do MST na Bahia foram comercializados. (mais…)

Ler Mais

Luta que emancipa. Por Gilvander Moreira[1]

No Brasil, as classes trabalhadora e camponesa lutam muito. Que tipo de luta pode ser emancipatória? Por luta não nos referimos à luta diária individual e familiar para sobreviver de um/a trabalhador/a que recebe mensalmente apenas um salário mínimo, ou batalhando na economia informal como camelô ou fazendo bicos. É óbvio que esse tipo de luta é necessária e imprescindível para a sobrevivência de grande parte da classe trabalhadora. Não tratamos também de luta individualista na escalada de competição que o sistema capitalista desencadeia e fomenta aos quatro ventos: luta para entrar em uma universidade, luta de uma pessoa para ser aprovada em um concurso público, luta para se tornar um/a empreendedor/a, luta para enriquecer e se tornar uma pessoa opressora, às vezes ou muitas vezes, sem ter intenção deliberada de oprimir. Enfim, não é luta como trabalho no sentido de doulos, trabalho análogo à situação de escravidão. (mais…)

Ler Mais

Especial “Trilogia da Terra”: Filmes de Tetê Moraes debatem a reforma agrária no Brasil

Programação inclui curta-metragem inédito sobre o legado das ocupações

Por Canal Brasil/MST

A cineasta Tetê Moraes deu início, em 1985, a uma trilogia de obras sobre a ocupação por parte de militantes do Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra (MST) da Fazenda Annoni, no Rio Grande do Sul. Nascia, nos campos do sul do país, a primeira luta da organização em prol da reforma agrária e da democratização do acesso à terra. (mais…)

Ler Mais

Nota Pública da CPT: Violência do Judiciário – TRF 1ª Região emite ordem de despejo a 96 famílias em MT

Na CPT

A Comissão Pastoral da Terra no Mato Grosso (CPT-MT), mais uma vez e com muita preocupação, vem a público denunciar a situação de injustiça e desumanidade que estão sofrendo as famílias do Projeto de Desenvolvimento Sustentável (PDS) Nova Conquista II, onde residem 60 crianças/adolescentes de 0 a 14 anos; 10 jovens de 15 a 19 anos; 76 adultos e 32 idosos, no município de Novo Mundo (MT). O histórico de sofrimento e impunidade é longo e já demonstrado em diversas Notas da CPT. Aqui, queremos precisar, ainda que brevemente, a situação jurídica de direito dessas famílias, que não está sendo considerada, em função de fazendeiros que querem se apossar de uma grande área de terras da União. (mais…)

Ler Mais