Grilagem de terra impõe violência em região conhecida como “Faroeste Amazônico”

Por Fábio Pontes, na Amazônia Real

Acrelândia (AC) – Esquecida no extremo oeste do estado de Rondônia, a Ponta do Abunã é um lugar emblemático e representativo de conflitos agrários, apropriação de terras públicas (grilagem), invasões e saques a unidades de conservação e desmatamento na Amazônia Ocidental. Fazendo divisa com as cidades de Acrelândia, no Acre, e Lábrea, no Amazonas, é também palco de disputa violenta e assassinatos envolvendo diferentes personagens: madeireiros, pequenos agricultores, fazendeiros, pistoleiros e, mais recentemente, de facções criminosas, o que faz a região ser conhecida como “Faroeste Amazônico”.

(mais…)

Ler Mais

Sem Terra discutem questão fundiária no extremo sul da Bahia

Os trabalhadores do campo querem e precisam que haja a titulação, mas não da forma que está sendo proposta pelo governo de Jair Bolsonaro

Por Coletivo de Comunicação do Estado da Bahia, na Página do MST

De 18 a 19 de junho, cerca de 300 militantes reuniram-se no município de Itamarajú, no extremo sul da Bahia para participarem de curso sobre questões fundiárias. 

(mais…)

Ler Mais

Contra grilagem, entidades pedem que governador do Pará vete Lei de Terras

Organizações dizem que texto aprovado pela Assembleia Legislativa não foi discutido amplamente e favorece concentração

Por Rafael Tatemoto, na Página do MST

Mais de 60 entidades, entre movimentos populares e organizações sociais, encaminharam nessa quarta-feira (19) ao governador do Pará, Helder Barbalho (MDB), um requerimento que defende o veto total à lei de terras aprovada pela Assembleia Legislativa do estado (Alepa).

(mais…)

Ler Mais

Acusado de assassinar sem-terra em 2010, irmão do deputado Bengtson continua impune

Marcos Bengtson teria sido mandante do homicídio de José Valmeristo Soares; ele é filho de Josué Bengtson, condenado por enriquecimento ilícito, e irmão do deputado Paulo, secretário da Frente Parlamentar da Agropecuária

Por Leonardo Fuhrmann, em De Olho nos Ruralistas

A família do sem-terra José Valmeristo Soares, o Caribé, espera há quase dez anos o julgamento dos quatro homens acusados pelo seu assassinato. Eles cometeram o crime em setembro de 2010, em Santa Luzia do Pará (PA). Antes de matar Caribé, os criminosos o torturaram. O camponês João Batista Galdino também foi torturado, mas conseguiu escapar com vida. Irmão do deputado Paulo Bengtson (PTB), Marcos Bengtson é acusado de ser o mandante do crime. Ele chegou a ser preso na época, mas foi liberado devido a um habeas corpus concedido pelo Tribunal de Justiça do Pará meses depois. Desde então, responde ao processo em liberdade.

(mais…)

Ler Mais

Reforma Agrária integral e popular será tema central do VII Congresso da CLOC – Via Campesina

A Coordenadoria Latino-americana de Organizações Camponesas (CLOC – Via Campesina), que em seus 25 anos de história criou uma articulação continental de organizações do campo, de camponesas e camponeses, povos originários, pescadores e pescadoras artesanais, povos afrodescendentes, trabalhadores e trabalhadoras assalariados, mulheres e jovens, realizará de 25 a 30 de junho desse ano, seu VII Congresso Continental, na Escola Niceto Pérez, no município de Güira de Melena, em Artemisa, Cuba.

Por Iridiani Graciele Seibert (Movimiento de Mujeres Campesinas) e Jaime Amorim (MST)*

É um momento histórico que será animado pelo espírito e força do povo revolucionário, corajoso e heroico, que difunde o imenso misticismo e vigor revolucionário desta pequena ilha, que tem sido e continua a ser a luz da esperança e da utopia para os povos da América Latina e do Caribe, e por que não dizer para o mundo. Além disso, este ano a Revolução Cubana celebra seu 60º aniversário, demonstrando ao mundo que é possível construir o socialismo, uma nova sociedade, de novas mulheres e homens, uma sociedade de igualdade entre todos, de justiça e de direitos para todos, de dignidade para a vida humana, de novos valores, de solidariedade e de muita organização popular e poder popular, que emana do povo.

(mais…)

Ler Mais

MST luta até hoje por justiça no caso de Fábio Santos

Caso do professor e camponês Fábio Santos continua travado no judiciário

Por Coletivo de Comunicação do MST na Bahia, na Página do MST

Há seis anos, o professor e camponês Fábio Santos, uma das principais lideranças do MST na Bahia,  foi brutalmente assassinado na frente de sua esposa e filha no município de Iguaí, no sudeste baiano, gerando um sentimento de repúdio e indignação popular.

(mais…)

Ler Mais

MPF acompanha apurações sobre assassinato de militante do MST

Aluciano Ferreira dos Santos foi assassinado em 5 de junho, em Brejo da Madre de Deus (PE)

Procuradoria da República em Pernambuco

O Ministério Público Federal (MPF) em Caruaru (PE) instaurou procedimento para acompanhar as investigações relacionadas ao homicídio de Aluciano Ferreira dos Santos, militante do Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra (MST), em 5 de junho, no município de Brejo da Madre de Deus, no agreste pernambuco. O despacho de instauração foi assinado pelo procurador da República Luiz Antônio Miranda de Amorim Silva.

(mais…)

Ler Mais

Disputa por terra pode ter levado a assassinato de sindicalista no Pará

Polícia Civil de Rio Maria trabalha com duas linhas principais de investigação para a morte com sinais de execução de Carlos Cabral; nossa reportagem esteve lá e conta como os conflitos de terra fazem da região a líder de chacinas no país

Por Ciro Barros, Agência Pública

Em silêncio, trabalhadores rurais sentados em um arco de cadeiras de plástico evitavam olhar o caixão colocado no meio da sala de reuniões do Sindicato de Trabalhadores e Trabalhadoras Rurais de Rio Maria (STTR de Rio Maria), município que fica na região sul do Pará, localizado a 960 quilômetros da capital Belém. A salinha de piso de concreto batido em tons amarelados e forro de plástico branco esburacado era o palco do velório de Carlos Cabral Pereira, 58 anos, presidente do sindicato, morto a tiros na última terça-feira, com claros sinais de execução, segundo a Polícia Civil. Aos poucos, a sala foi se enchendo. Alguns carros de som circularam pelas ruas do município durante todo o dia seguinte após a morte convidando a população a despedir-se de Carlos no velório realizado nesta quarta-feira, 12 de junho. Em um dos momentos mais emocionantes, familiares e amigos entoaram orações e cânticos em memória do sindicalista.

(mais…)

Ler Mais