Trinta anos ao lado dos camponeses do Nordeste

Pedro Calvi / CDHM

Criada em agosto de 1988, em João Pessoa (PB), a Comissão Pastoral da Terra Nordeste 2 reúne camponeses, leigos e religiosos também de Alagoas, Pernambuco e Rio Grande do Norte. Naquela época, o país vivia um clima de tensão e o autoritarismo e conservadorismo chegaram a destituir a equipe da Pastoral. Mas, com a insistência popular e com a ajuda de bispos e padres ligados às questões do campo, a Pastoral ressurgiu para apoiar a luta pela terra e atuar em conflitos agrários nos quatro estados. (mais…)

Ler Mais

Justiça homologa acordo entre Incra e MPF para desinterdição de assentamentos no Pará

Decisão permite desinterdição imediata de 18 assentamentos e, se comprovada viabilidade técnica e ambiental, desinterdição de outras 43 áreas

Ministério Público Federal no Pará

A Justiça Federal homologou acordo judicial proposto pelo Ministério Público Federal (MPF) e assinado pelo Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária (Incra) para a regularização fundiária e ambiental de projetos de assentamentos no oeste do Pará. O acordo estabelece que 18 assentamentos poderão ser desinterditados imediatamente e, desde que comprovada a viabilidade técnica e ambiental para a reforma agrária, haverá a possibilidade de desinterdição de outras 43 áreas. (mais…)

Ler Mais

Sem Terra é a única brasileira premiada em Conferência Internacional

Estudante de Agronomia do Instituto Educar representou, em seu trabalho, a luta das mulheres assentadas do MST

Por Maiara Rauber, na Página do MST

As conquistas disponibilizadas pela Reforma Agrária dão aos assentados muito além de um lote de terra. Em outubro de 1989, no município de Anastácio, no Mato Grosso do Sul, 181 famílias ocuparam uma fazenda pertencente à Rede Ferroviária Federal (REFSA) com o objetivo de fazer com que aquela terra cumprisse com a sua função social. Em fevereiro de 1993, 147 dessas famílias foram assentadas naquela área. Entre elas, está a família de Mayara Winie de Lima Bissoli, de 24 anos, estudante de Agronomia no Instituto Educar, em Pontão, na região Norte do Rio Grande do Sul. O curso acontece em uma parceria entre o Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária (Incra), o Programa Nacional na Reforma Agrária (Pronera) e a Universidade Federal Fronteira Sul (UFFS). (mais…)

Ler Mais

Polícia despeja 35 famílias de pequenos agricultores em Jacinópolis (RO)

35 famílias foram despejadas na última quarta-feira, dia 26 de setembro, nas proximidades de Buritis, em Jacinópolis, distrito do município de Nova Mamoré, em Rondônia. A autora da ação de reintegração de posse, conforme as famílias acampadas, é a Agropecuária Rio Machado (antiga Condor)

por Josep Iborra Plans, agente da CPT Rondônia e da Equipe de Articulação das CPT’s da Amazônia

As famílias despejadas enviaram para a Comissão Pastoral da Terra em Rondônia (CPT-RO) um relato no qual detalham o processo de despejo, e que os acampados foram informados da ação somente após uma audiência da qual não foram convidados. Os acampados também encontraram dificuldades para encontrar um advogado que os defendessem. (mais…)

Ler Mais

Publicação “Conflitos no Campo Brasil 2017” disponível para download

Na CPT

A Comissão Pastoral da Terra (CPT) disponibiliza para download gratuito, nesta segunda-feira, 1º de outubro, sua publicação anual, “Conflitos no Campo Brasil 2017”. Essa é a 33ª edição do relatório que reúne dados sobre os conflitos e violências sofridas pelos trabalhadores e trabalhadoras do campo brasileiro, neles inclusos também indígenas, quilombolas e demais povos tradicionais. (mais…)

Ler Mais

Assentados do Paraná comemoram 15 anos de acesso à educação popular

A comemoração ganhou maior motivação ao ser combinada com a inauguração do novo prédio do Colégio Estadual do Campo Chico Mendes

Por  Setores de Comunicação e educação do MST-PR, na Página do MST

“Uma Escola forjada pelos sonhos e esperança de um mundo
novo, construída por mãos calejadas na busca do conhecimento e
da emancipação. Se fez escola do povo Sem Terra, se faz em
marchas, em ocupações de latifúndios, se fez Escola Itinerante”.

No último domingo (16) famílias Sem Terra no Paraná, celebram no assentamento Celso Furtado, em Quedas do Iguaçu, a inauguração do Colégio Estadual do Campo Chico Mendes e também os 15 anos de conquista do direito a educação nos acampamentos da Reforma Agrária do Paraná. (mais…)

Ler Mais

Tribunal determina prisão imediata de PM que matou sem terra no Rio Grande do Sul

Alexandre Curto dos Santos cometeu crime em 2009 durante reintegração de posse na Fazenda Southall, em São Gabriel

Catiana de Medeiros, Brasil de Fato

O Tribunal de Justiça do Rio Grande do Sul (TJRS) decidiu nesta quarta-feira (26), por 3 votos a 0, manter a sentença do júri popular que condenou o policial militar Alexandre Curto dos Santos em setembro de 2017. Os desembargadores da 1ª Câmara Criminal também determinaram a prisão imediata do policial, aplicando o entendimento do STF de que deve haver a execução provisória da pena a partir da decisão de segunda instância, negando assim o direito de recorrer em liberdade. (mais…)

Ler Mais

Ocupação da Fazenda Rio Vermelho tem despejo iminente

Ficou nítida a posição do judiciário em defesa dos interesses dos latifundiários, independentemente da situação legal da propriedade

Da Página do MST

Na manhã desta segunda-feira (24), um oficial de justiça, junto a quatro viaturas da Polícia Militar, estiveram na ocupação da Fazenda Rio Vermelho para cobrar a desocupação voluntária da área e garantir a execução da liminar de reintegração de posse, expedida pelo juiz da Comarca de Gália, Dr. Henrique Dada Paiva, após uma audiência de justificação onde não houve acordo entre as partes. (mais…)

Ler Mais

Caso Elton Brum: TJRS decide se mantém sentença do júri popular que condenou PM que matou Sem Terra

Julgamento será nesta quarta-feira (26) na 1ª Câmara Criminal em Porto Alegre

Por Catiana de Medeiros, da Página do MST

O Tribunal de Justiça do Rio Grande do Sul (TJRS) julga nesta quarta-feira (26), a partir das 14 horas, o recurso de apelação do policial militar Alexandre Curto dos Santos, que assassinou o Sem Terra Elton Brum da Silva com um tiro pelas costas. O crime aconteceu em 21 agosto de 2009, durante operação de reintegração de posse da Brigada Militar na Fazenda Southall, localizada em São Gabriel, na Fronteira Oeste gaúcha. (mais…)

Ler Mais

Liminar do STJ suspende prisões preventivas de integrantes do MST criminalizados

Franciele Petry Schramm, Terra de Direitos

Decisão do Superior Tribunal de Justiça (STJ) divulgada nesta quinta-feira (20) suspendeu a decisão do Tribunal de Justiça do Paraná (TJ-PR) que determinava o restabelecimento da previsão preventiva de sete integrantes do Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra (MST). Eles respondem a processo no âmbito da Operação Castra, uma operação da Polícia Civil deflagrada em 2016. Com a decisão do STJ, os trabalhadores rurais responderão o processo em liberdade, até que o caso seja julgado. (mais…)

Ler Mais