MPF dá prazo de cinco dias para que Incra peça reintegração de terras invadidas no assentamento Virola-Jatobá/PA

Caso determinação não seja cumprida, órgão será responsabilizado civil e criminalmente. Conflito ocorre na mesma região onde foi assassinada a missionária Dorothy Stang

MPF

O Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária (Incra) recebeu do Ministério Público Federal prazo de cinco dias para solicitar judicialmente a reintegração de posse de áreas invadidas no assentamento do Projeto de Desenvolvimento Sustentável (PDS) Virola-Jatobá – no município de Anapu, no Pará. (mais…)

Ler Mais

Nota da CPT sobre apuração dos assassinatos de quilombolas na Bahia em 2017

A CPT Nacional e a CPT Bahia vêm a público reafirmar os dados divulgados pela Pastoral na última segunda-feira (16) e as avaliações acerca da impunidade que se mantém nos crimes contra os povos do campo. Os dados de assassinatos e julgamentos apresentados pela CPT, entre os anos de 1985 e 2017, revelam esse cenário de descaso do judiciário. Confira o documento na íntegra: (mais…)

Ler Mais

Fazendeiros armados cercaram famílias de Sem Terra que estavam em área pública

Trabalhadores rurais foram ameaçados por fazendeiros e jagunços armados e mantidos sem água e sem comida*

Redação, Brasil de Fato

Mais de cem famílias de Sem Terra que estavam ocupando a fazenda Bom Jesus, uma área pública da Codemig (Companhia de Desenvolvimento Econômico de Minas Gerais), na região de Montes Claros, ficaram reféns de um grupo de fazendeiros e jagunços armados entre a madrugada do dia 17 e o final do dia 18. (mais…)

Ler Mais

Câmara aprova inclusão da líder sindical Margarida Alves no Livro dos Heróis da Pátria

Paula Bittar, Agência Câmara Notícias

A Comissão de Constituição e Justiça e de Cidadania aprovou nesta terça-feira (17) o Projeto de Lei 4288/16, da deputada Maria do Rosário (PT-RS), que inscreve o nome de Margarida Alves no Livro dos Heróis da Pátria. O livro está depositado no Panteão da Liberdade e da Democracia, em Brasília, e traz os nomes de Tiradentes, Zumbi dos Palmares e Santos Dumont, entre outros personagens históricos. (mais…)

Ler Mais

17 de abril: o que inspira o massacre de Carajás a novos projetos de lei, por Jacques Távora Alfonsin

No Sul21

No dia 17 de abril de 1996 foram assassinados 19 agricultores sem terra, pela força pública do Pará, em Eldorado do Carajás. Repetia-se mais um dos muitos conflitos por terra e pelo atraso na implementação da reforma agrária que a nossa história registra.  A violência da repressão policial a esse contingente de povo com direito de acesso a terra foi de tal ordem que repercutiu no mundo todo, ao ponto de a data passar a ser lembrada como dia internacional da luta campesina, uma espécie de “1º de maio do campo.” (mais…)

Ler Mais

Após 20 anos, comandantes são condenados por assassinato de canavieiro em Goiana/PE

“Vivo aquele dia há vinte anos”, desabafa Valdireide da Silva sobre o dia em que o seu marido, Luís Carlos da Silva, foi assassinado com um tiro na nuca, enquanto tentava fugir da emboscada planejada por Marcelo Renato da Silva e Sylvio Cláudio Coutinho, comandante da Polícia Militar e chefe de segurança da Usina Santa Teresa, respectivamente. O crime ocorreu no dia 04 de novembro de 1998, no meio do canavial do Engenho Terra Rica, no município de Goiana/PE. Na ocasião, outros 13 trabalhadores foram feridos à bala.

Por CPT Nordeste 2

Foram condenados, na ‘ultima sexta-feira, dia 13 de abril de 2018, em um julgamento realizado no Fórum Rodolfo Aureliano, no Recife, os dois comandantes da operação que resultou no assassinato do canavieiro Luís Carlos da Silva e na tentativa de homicídio de mais treze trabalhadores rurais, ocorrida há vinte anos (1998), durante uma manifestação grevista pacífica, no Engenho Terra Rica, no município de Goiana, zona da mata de Pernambuco. (mais…)

Ler Mais

Delegado viu pessoas baleadas ainda com vida no dia do massacre de Pau D’Arco

Ainda serão interrogados 16 policiais réus pelo assassinato de 10 trabalhadores rurais na fazenda Santa Lúcia

Lilian Campelo, Brasil de Fato

“Tinha que ter uma história só”, foi o que ouviu o delegado da polícia civil, Valdivino Miranda da Silva, ao chegar no acampamento da fazenda Santa Lúcia em Pau D’Arco, no Pará, de um dos policiais em  24 de maio de 2017, data do registro de óbito dos 10 sem-terra assassinados durante ação policial. (mais…)

Ler Mais

Em Maceió, Sem Terra realizam ato ecumênico em memória aos 22 anos do Massacre de Eldorado dos Carajás

O ato deve reunir milhares de pessoas na Praça Deodoro que, em memória aos 21 trabalhadores rurais assassinados no massacre no estado do Pará pela Brigada Militar em 1996

por Gustavo Marinho, em Página do MST

Seguindo as ações da Jornada de Lutas pela Reforma Agrária, os cinco mil Sem Terra acampados em Maceió desde o último domingo (15), realizam na manhã de quarta-feira (17) um grande ato ecumênico em memória aos 22 anos do massacre de Eldorado dos Carajás. (mais…)

Ler Mais

Ao denunciarem latifúndio, trabalhadores Sem Terra sofrem ameaças do coronelismo da Bahia

Ao denunciarem latifúndio improdutivo da família Marinho, trabalhadores Sem Terra sofrem constantes ameaças do coronelismo da região

Do Coletivo de Comunicação do MST na Bahia
Para Página do MST

Na madrugada do último sábado (14), cerca de 150 famílias Sem Terra ocuparam o latifúndio abandonado localizado na Fazenda Aliança, município de Eunápolis, Bahia. (mais…)

Ler Mais