Níquel e arsênio são detectados na água do Rio Paraopeba, entre Pará de Minas e Pompéu

Metais pesados foram encontrados durante análises do Instituto Mineiro de Gestão das Águas em janeiro deste ano; elementos não foram localizados na época do rompimento da barragem em Brumadinho.

Por G1 Centro-Oeste de Minas

Os metais pesados níquel e arsênio foram detectados pelo Instituto Mineiro de Gestão das Águas (Igam) na água do Rio Paraopeba, no trecho entre Pará de Minas e Pompéu, em janeiro de 2020. A confirmação foi enviada pelo Instituto ao G1 através de nota, nesta sexta-feira (14). Os elementos não haviam sido encontrados na água na época do rompimento da barragem B1, da Mina Córrego do Feijão, em Brumadinho.

(mais…)

Ler Mais

Empresa anuncia processamento de amianto em Goiás, e associação pede providências ao STF

Em anúncio ao mercado financeiro, Eternit disse que, com base em lei estadual, retomaria processamento do minério. O sindicato dos trabalhadores do setor de extração no estado comemora a retomada dos trabalhos.

Por Mariana Oliveira e Rafael Oliveira, G1 DF e G1 GO

A Associação Nacional dos Procuradores do Trabalho (ANPT) pediu nesta quarta-feira (12) que o Supremo Tribunal Federal (STF) julgue com urgência a validade de uma lei de Goiás que permitiu a extração do amianto crisotila para exportação.

(mais…)

Ler Mais

Nosso sangue nunca foi amarelo – o drama das crianças contaminadas por chumbo em Cuba

Reportagem vencedora do Prêmio Gabriel García Márquez em 2019 investiga problemas que passam de geração para geração em Havana

Por Mónica Baró, Agência Pública

Galinhas não andam marchando. Ou melhor, não deveriam marchar. Se uma galinha marcha, ou caminha com as pernas esticadas e enrijecidas, é porque há algo de errado com ela.

(mais…)

Ler Mais

Nota do MAB sobre a crise hídrica no Rio de Janeiro

No Mab

O Movimento dos Atingidos por Barragens vem a público manifestar opinião sobre a crise de abastecimento que a população do Rio de Janeiro tem sofrido. Para nós, essa situação é resultado de anos de sucateamento, precarização e cortes nas políticas públicas de abastecimento de água e saneamento. Sabemos que o que está por trás desse sucateamento é a disposição do atual governo do estado em levar a cabo a privatização da Cedae, que certamente ocasionará o aumento das tarifas e restringirá o acesso da população pobre ao serviço de saneamento básico, justamente o que ocorreu com a privatização do setor elétrico. 

(mais…)

Ler Mais

Milho transgênico contamina sementes crioulas de agricultores familiares

Produtores relatam prejuízos econômicos e culturais por conta de plantações de produto geneticamente modificado

Cristiane Sampaio, Brasil de Fato

O agricultor familiar Odair Pristupa, morador do município de Rio Azul, no Paraná, tem uma relação visceral com o campo. Hoje com quase 60 anos, ele atua desde a infância na roça, onde cultiva milho, feijão, abóbora, mandioca, batata-doce e outros gêneros.

(mais…)

Ler Mais

Com chuvas, Rio São Francisco e lençol freático do Paraopeba podem estar contaminados

Transbordamento do Paraopeba leva rejeitos da Vale para outros rios e cidades

Amélia Gomes, Brasil de Fato 

Passado um ano do rompimento da barragem da mina Córrego do Feijão, o cenário é de caos em Minas Gerais. Com as fortes chuvas de 250 milímetros que atingiram a região central do estado nos últimos dias, o nível do Rio Paraopeba subiu mais de oito metros.

(mais…)

Ler Mais