Desastre de Brumadinho: Vale construirá novo sistema de captação de água para a Grande BH

Mineradora só concordou com uma das medidas técnicas indicadas pela Copasa

Em audiência de conciliação ocorrida ontem (9) na 6ª Vara da Fazenda Pública Estadual e Autarquias, em Belo Horizonte, sobre as ações que tratam do desastre do rompimento da barragem da Mina do Córrego do Feijão, ficou decidido que a Vale terá de construir uma nova adutora para captação de água para abastecer a região metropolitana de Belo Horizonte, 12 km acima do antigo local de captação de água no rio Paraopeba. Ministérios Públicos e as Defensorias Públicas estão atuando conjuntamente no caso.

(mais…)

Ler Mais

Aprovado o uso agrícola de sulfluramida, apesar dos danos à saúde

Por Vilma Reis*, na Abrasco

Os representantes dos governos presentes na 9ª Conferência das Partes da Convenção de Estocolmo sobre Poluentes Orgânicos Persistentes aprovaram, em 3 de maio, a continuidade da utilização do agrotóxico sulfluramida na agricultura e não estabeleceram prazos limites para seu uso. A sulfluramida é empregada no controle de formigas cortadeiras. Quando se degrada no solo, a sulfluramida transforma-se em PFOS (sulfato de perfluorooctano), uma substância tóxica bioacumulativa que pode persistir no meio ambiente por centenas de anos. Assim, o uso do agrotóxico contribui para contaminação da água e do solo, acumulando-se nos alimentos.

(mais…)

Ler Mais

Sobre o mapa dos agrotóxicos na água

Com dados do Ministério da Saúde, mapa revelou contaminação da água em todo o país. Apesar de ataques, a Repórter Brasil e a Agência Pública seguem investigando os agrotóxicos, tema de amplo interesse público devido à sua importância para a saúde, o meio ambiente e a economia

Por Redação Agência Pública

Em 15 de abril, publicamos um mapa sobre a presença de agrotóxicos na água produzido com os dados de controle do Sistema de Informação de Vigilância da Qualidade da Água para Consumo Humano (Sisagua), ligado ao Ministério da Saúde. O mapa é resultado de um esforço jornalístico em conjunto das agências de jornalismo brasileiras Repórter Brasil e Agência Pública em parceria com a organização suíça Public Eye.

(mais…)

Ler Mais

Pacote dos Venenos favorece o uso indiscriminado de agrotóxicos nas lavouras brasileiras

Seminário realizado nesta segunda-feira (6), no Memorial da Assembleia Legislativa gaúcha alertou para os perigos do Projeto de Lei 6299/02, conhecido como Pacote dos Venenos, que tramita na Câmara Federal

Ministério Público Federal no Rio Grande do Sul*

Os perigos do Projeto de Lei 6299/02 – conhecido como Pacote dos Venenos –, que tramita na Câmara Federal, foi tema de seminário nesta segunda-feira (6), em Porto Alegre, com palestra do deputado federal Nilto Tatto (PT-SP), relator da Comissão da Câmara Federal pela Redução do Uso de Agrotóxicos. O procurador da República Rodrigo Valdez de Oliveira, coordenador do Fórum Gaúcho de Combate aos Impactos dos Agrotóxicos esteve presente no seminário.

(mais…)

Ler Mais

Um menino manchado de petróleo

Em 2016, depois de um vazamento de 500 mil litros de petróleo na Amazônia peruana, a empresa Petroperú pagou a indígenas para recolhê-lo. Numa comunidade tão pobre, muitas famílias viram no desastre uma oportunidade para melhorar sua vida

Por Joseph Zárate, Agência Pública

Se Deus pudesse lhe conceder um desejo, Osman Cuñachí, um menino indígena awajún, pediria um smartphone. Ou uma bola de futebol. Ou trocar seus chinelos de plástico por umas alpargatas fosforescentes. No entanto, se ele pensasse um pouco mais, pediria uma casa de cimento e tijolos como as que viu uma vez em Lima, capital do Peru, mais resistentes às tormentas que as cabanas de madeira e teto de folhas que abundam em Nazareth, onde vive. Por isso Osman, 11 anos, magrinho como um cabo de vassoura, camiseta desbotada do Homem-Aranha, pensa em se mudar para a capital para estudar arquitetura, ter uma esposa e um só filho, pois sabe que criar três, quatro ou cinco, como é comum em sua aldeia, significa passar fome e necessidade. Isso foi o que lhe disse seu pai, um professor aposentado que alimenta cinco bocas com a sua aposentadoria mensal de 400 soles, uns US$ 130: nem a metade do salário mínimo. O pai prefere que Osman seja engenheiro químico para que saiba tudo sobre petróleo e assim tenha um futuro melhor que ele. Porque, desde que um enorme oleoduto corroído derramou cerca de 500 mil litros desse combustível aqui, neste pedaço na selva úmida e montanhosa do Amazonas, a segunda região mais empobrecida do país, alguns adultos dizem que um mês limpando o petróleo do rio paga sete vezes mais que um mês cultivando a terra. Apesar de temerem estar envenenados.

(mais…)

Ler Mais

MPF recomenda a fazendeiros de Autazes (AM) que parem de ameaçar indígenas Mura

Lideranças indígenas relataram ao órgão terem sofrido graves ameaças e constrangimentos, em reunião pública, por parte de membros da associação de fazendeiros do local

Procuradoria da República no Amazonas

Relatos de graves ameaças proferidas publicamente contra lideranças indígenas Mura da aldeia Taquara, situada no município de Autazes (a 113 quilômetros de Manaus), levaram o Ministério Público Federal (MPF) no Amazonas a recomendar a membros da associação representativa dos fazendeiros da região que parem imediatamente de constranger, ameaçar ou tentar impedir a realização de reuniões, trabalhos de campo, comemorações, uso tradicional ou qualquer articulação relacionada ao direito de associação e manifestação dos indígenas.

(mais…)

Ler Mais

Agrotóxicos podem ser a causa de casos de câncer e malformação?

Essa é a pergunta estudada por pesquisadores do Brasil e do mundo. Casos no Mato Grosso, maior consumidor de agrotóxicos do país, chamam a atenção pela alta incidência de doenças nas regiões de maior produção agrícola

Por Luana Rocha, Agência Pública/Repórter Brasil

O menino Kalebi Luenzo tinha pouco mais de dois anos quando, de repente, começou a andar com dificuldade. Preocupada, Elisângela, sua mãe, levou a criança ao médico: ele tinha leucemia. Kalebi cresceu próximo a uma plantação de algodão, em Lucas do Rio Verde, conhecida no Mato Grosso como capital da agroindústria.

(mais…)

Ler Mais