Garimpeiros armados invadem terra indígena em RR, agridem e atiram crianças em rio

Das 15 comunidades da região do Palimiu, dentro de reserva indígena, ao menos 4 já foram alvo de ataques de invasores

Por Martha Raquel, no Brasil de Fato 

Garimpeiros ilegais invasores da Terra Indígena Yanomami, em Roraima, atacaram crianças e jovens nesta sexta-feira (18). Seis crianças, com idades entre dez e onze anos, e dois adolescentes que pescavam em uma canoa no Rio Uriracoera próximo à Comunidade Tipolei, na região do Palimiu, foram derrubados da canoa pelos invasores. 

(mais…)

Ler Mais

Justiça mantém aplicação de multa a empresa que lançava poluentes em área da Amazônia Legal, no Maranhão

Empresa Curtume Tocantins deverá pagar multas ambientais no valor de R$ 1,25 milhão

Procuradoria Regional da República da 1ª Região

O Tribunal Regional Federal da 1ª Região (TRF1) manteve aplicação de multa à empresa Curtume Tocantins por prática de infração ambiental, pelo lançamento de resíduos líquidos poluentes no Igarapé Posse e no Rio Campo Alegre, em área da Amazônia Legal no estado do Maranhão. A empresa havia ingressado com ação contra o Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e Recursos Renováveis (Ibama), alegando que seriam nulos os autos de infração emitidos pelo órgão em seu desfavor. O Ministério Público Federal (MPF) defendeu, em parecer, a legalidade da atuação do órgão ambiental.

(mais…)

Ler Mais

Nota de esclarecimento do MPF sobre a nota divulgada hoje (11) pela Vale S/A a respeito de acordo com os indígenas Pataxó e Pataxó Hã Hã Hãe

Com relação à nota divulgada nesta sexta-feira (11) pela empresa Vale S.A. a respeito de acordo com os indígenas Pataxó e Pataxó Hã Hã Hãe, o Ministério Público Federal esclarece que:

– NÃO É VERÍDICO que já foi formalizado o acordo para as medidas de reparação dos danos aos indígenas causados pelo rompimento da barragem do Córrego do Feijão. As negociações continuam em andamento.

(mais…)

Ler Mais

Uma vitória a comemorar na luta em defesa das vítimas do amianto

A engenheira e auditora fiscal aposentada do Ministério do Trabalho Fernanda Giannasi tem mais uma vitória a comemorar na sua luta em defesa das vítimas do amianto. A SAMA (2ª Ré) / ETERNIT (3ª ré) e a Transportadora TSL – TRANSPORTES SCATUZZI LTDA. (1ª Ré) foram proibidas de transportar, armazenar e  exportar o amianto “in natura “pelo complexo portuário marítimo do Estado de São Paulo (Santos, Guarujá e Cubatão). A sentença contempla também indenização por dano moral coletivo. Segue um resumo abaixo e a sentença em anexo:

(mais…)

Ler Mais

Agrotóxicos estão presentes em itens do ‘lanche das crianças’, mas Anvisa não fiscaliza

Pesquisa detectou pesticidas em 60% dos alimentos ultraprocessados, incluindo bisnaguinha, bolachas e bebidas lácteas; glifosato foi encontrado em mais da metade dos produtos

Por Hélen Freitas, Agência Pública/Repórter Brasil

Que há doses de agrotóxicos acima do permitido em boa parte da laranja, da cenoura e de outras frutas e verduras que chegam à nossa mesa já é público. Mas uma pesquisa inédita revelou que também há pesticidas em alimentos que pouca gente imagina, como cereais matinais, bolachas, bebidas lácteas e pães. 

(mais…)

Ler Mais

Acordo com União Europeia aumenta uso de agrotóxicos, diz pesquisadora que deixou o Brasil

Estudo inédito apresentado pela pesquisadora Larissa Bombardi ao Parlamento Europeu alerta que também deve aumentar o desmatamento da Amazônia se acordo com Mercosul sair

Por Pedro Grigori, Agência Pública/Repórter Brasil

Populações do Mercosul têm sido tratadas como cidadãos de segunda classe, vítimas de violência química por serem envenenadas com agrotóxicos proibidos na Europa — e esse cenário pode se agravar se for fechado um acordo comercial que reduz em 90% as tarifas sobre pesticidas. Essas são algumas das conclusões do novo estudo da pesquisadora da USP Larissa Bombardi. Conclusões tão graves que as ameaças sobre ela, que já fazia denúncias sobre o uso de agrotóxicos, se intensificaram, e ela deixou o país. “Eu não tinha segurança para lançar esse trabalho vivendo no Brasil, porque sei que ele mexe diretamente com a espinha dorsal da estrutura dessa sociedade e do governo”, disse.

(mais…)

Ler Mais

Cartilha aponta presença de agrotóxicos em produtos ultraprocessados

No Informe Ensp

O Instituto Brasileiro de Defesa do Consumidor (Idec) lançou uma pesquisa inédita que revela a presença de agrotóxicos em produtos ultraprocessados. O estudo, transformado em uma cartilha intitulada “Tem veneno nesse pacote”, aponta que mais da metade dos produtos analisados apresentaram resíduos de glifosato ou glufosinato. O estudo expõe informações cruciais para a luta por melhores políticas públicas e reforça ainda mais alguns motivos para que os consumidores sigam as recomendações do Guia Alimentar para a População Brasileira e tenham uma alimentação baseada em alimentos in natura e minimamente processados, priorizando os alimentos orgânicos e de base agroecológica.

(mais…)

Ler Mais

Justiça reafirma condenação da Syngenta por assassinato de trabalhador sem terra

Desembargadores mantêm obrigação de empresa indenizar as vítimas sobreviventes e familiares de Valmir Mota de Oliveira

Redação Brasil de Fato

O Tribunal de Justiça do Paraná reafirmou, em julgamento de embargos de declaração, a responsabilidade da transnacional Syngenta Seeds pelo assassinato do agricultor Sem Terra Valmir Mota de Oliveira, conhecido como Keno, e pela tentativa de assassinato da agricultora Isabel Nascimento de Souza. O julgamento aconteceu no último dia 28.

(mais…)

Ler Mais

Dom Mário: Carta à Igreja e ao povo de Roraima

O bispo de Roraima e 2º Vice Presidente da CNBB afirma que o garimpo é mais uma face da ferida que está dentro das terras indígenas, que são terras da União, de usufruto destes povos. Dom Mário diz que “a omissão e negligência das autoridades é inaceitável. A proteção dos territórios indígenas é uma obrigação constitucional do governo federal, garantida também por tratados e convenções internacionais”. “Portanto, é urgente que as autoridades garantam a proteção da vida e do território dos povos indígenas e atuem para que a violência seja investigada e apuradas as responsabilidades. Toda pessoa que promove a violência, instiga ao ódio e à degradação ambiental fere a obra do Criador”, afirma.

(mais…)

Ler Mais

Entidades divulgam nota de apoio ao Fórum Gaúcho de Combate aos Impactos dos Agrotóxicos

Canal Agromais publicou um vídeo contendo ataques ao Fórum Gaúcho de Combate aos Impactos dos Agrotóxicos

Ministério Público Federal no Rio Grande do Sul

O Fórum Gaúcho de Combate aos Impactos dos Agrotóxicos, que congrega 71 instituições dentre órgãos públicos, entidades da sociedade civil e instituições de ensino, sofreu ataques em vídeo que foi publicado dentro do canal Agromais. A coordenação do FGCIA é exercida atualmente pelo Ministério Público do Trabalho, Ministério Público Federal e pela Associação Brasileira de Agroecologia.

(mais…)

Ler Mais