Idiotas úteis. Por Vladimir Safatle

Quem esteve nas ruas entendeu que não há negociação com este governo

Na Folha

O fato será lembrado. A primeira grande ação nacional contra o governo do sr. Bolsonaro, envolvendo manifestações comparáveis ao que vimos em junho de 2013, foi feita pelos estudantes e universitários em ao menos 170 cidades.

Nada poderia ser mais explícito. Há uma juventude que, desde as ocupações de 2011 —passando por 2013, pelas ocupações dos secundaristas em 2016 e pelas várias mobilizações dois últimos dois anos—, aparece como o principal motor de revolta e descontentamento.

(mais…)

Ler Mais

‘Não interessa para o atual governo produzir mentes pensantes’

Michele Schultz, vice-presidenta da Associação dos Docentes da USP (Adusp), destaca a importância do apoio de toda a sociedade contra os cortes na educação feitos pelo governo de Jair Bolsonaro

por Redação RBA

A vice-presidenta da Associação dos Docentes da Universidade de São Paulo (Adusp), Michele Schultz, reconhece não ter certeza sobre os significados da “bateção de cabeça” e dos discursos conflitantes expostos pelo presidente Jair Bolsonaro (PSL), seus ministros e apoiadores, no que se refere ao corte de gastos anunciados para a educação pública. Porém, de uma coisa ela diz não ter dúvida: os ataques contra a educação, a ciência e o conhecimento revelam muito da atual gestão.  

(mais…)

Ler Mais

Em ação coordenada, MPF promove Dia D em Defesa da Educação

Em ação coordenada, Procuradorias em todo o Brasil acionam instituições de ensino acerca dos impactos do bloqueio orçamentário na área. MEC e Ministério da Economia também são oficiados

Na PFDC

As medidas de bloqueio orçamentário e de extinção de cargos e funções impostas pelo governo federal a estabelecimentos de ensino em todo o país levaram o Ministério Público Federal a promover nesta quarta-feira (15) um Dia D em Defesa da Educação.

(mais…)

Ler Mais

CPT, em MG, 40 anos de luta por justiça agrária ao lado dos/as camponeses/sas. Por frei Gilvander Moreira[1]

No Brasil, a Comissão Pastoral da Terra (CPT) nasceu em junho de 1975, em plena ditadura militar-civil-empresarial. Em Minas Gerais, a CPT foi criada em 1979. Em 2019, a CPT-MG celebra 40 anos de luta por justiça agrária ao lado dos camponeses e das camponesas. Segundo Ivo Poletto, o primeiro secretário da CPT, “os verdadeiros pais e mães da CPT são os peões, os posseiros, os índios, os migrantes, as mulheres e homens que lutam pela sua liberdade e dignidade em uma terra livre da dominação da propriedade capitalista” (POLETTO, 2015)[2].

(mais…)

Ler Mais

Bolsonaro inimigo do Brasil, inimigo do mundo

Por Alexandra Lucas Coelho, no Sapo 24

Mas a luta já está na rua. E os que são jovens agora, tão ou mais jovens que a jovem Greta Thunberg, como os secundaristas brasileiros que há anos já aprendem uma nova luta, cada vez mais sabem que não há outros, seremos nós a mudar isto, ou não haverá nós. Tal como não há planeta B.

1. O pior inimigo do Brasil está sentado no palácio em Brasília. É o próprio presidente eleito. Escrevo esta crónica em Salvador, entre vir de Brasília e partir para São Paulo. E em menos de uma semana os crimes são tantos que fica difícil actualizar. Estamos a um ritmo mais do que diário. Bolsonaro é um criminoso horário. A cada hora, é mais chocante para o Brasil, e para o mundo, que esta criatura tenha sido eleita. Foi cúmplice quem contemporizou na campanha, ou não quis ver nem ouvir, apesar de tudo o que estava na cara, e no ouvido. Mas, pior, é cúmplice quem, depois de quatro meses e nove dias de destruição, continua a teimar, ou acena com a legitimidade democrática. Parceiros no crime de um destruidor em massa, serial.

(mais…)

Ler Mais

Jovens de comunidades tradicionais realizam Encontro em Campo Alegre de Lourdes

Por CPT Juazeiro

Com o objetivo de incentivar a participação dos jovens no engajamento das questões sociais em suas comunidades, foi realizada, durante a manhã da última sexta-feira (3), uma formação com a juventude rural no município de Campo Alegre de Lourdes (BA). A atividade reuniu cerca de 30 participantes, jovens de comunidades tradicionais de fundo de pasto do município.

(mais…)

Ler Mais

Boaventura de Sousa Santos: “Moro veio a Portugal mostrar que não há um estado de Direito no Brasil neste momento”

Entrevista de Bárbara Lobo, no Nocaute

Em entrevista exclusiva ao Nocaute, o sociólogo português Boaventura de Sousa Santos* conversou com Bárbara Lobo, correspondente do blog em Portugal. Boaventura falou sobre o governo Bolsonaro, o qual chamou de “pesadelo”, da ascensão da extrema-direita no mundo, impulsionada pela vitória de Trump e da visita de Sergio Moro a Portugal. “Moro é um magistrado fraudulento, treinado pela CIA para entregar a soberania do Brasil”.

(mais…)

Ler Mais

“Nós, os inimigos”. Por André Constantino Yazbek*

Na Anpof

Algumas declarações do atual ministro da Educação, Abraham Weintraub, com intervalos de poucos dias e devidamente acompanhadas de afirmações de mesmo quilate proferidas pelo senhor excelentíssimo presidente da República, Jair Bolsonaro, dão o tom exato da espécie de narrativa paranoica que é constitutiva das concepções autoritárias de governo: nós, os professores de filosofia e sociologia, dentre tantos outros espantalhos convenientes às concepções obscurantistas deste governo, devemos ser neutralizados, e isso a bem do próprio erário público. Assim, no dia 26 de abril, em uma “live” em rede social, terra de ninguém, o senhor Weintraub afirmou ser necessário “descentraliza” investimentos em faculdades de filosofia e sociologia, sem especificar exatamente o que isso significaria, mas sinalizando claramente a disposição de minguar o já parco suporte público aos cursos universitários e de humanidades em geral.

(mais…)

Ler Mais

Ministério Público de MG move Ação histórica contra a empresa CSN

A luta dos atingidos pela barragem de Casa de Pedra, da empresa CSN em Congonhas, ganha forças junto ao Ministério Público de Minas Gerais. Uma Ação Civil Pública foi aberta pelo MPMG contra a empresa após ela se recusar a cumprir com a recomendação de retirar e dar assistência a todos os moradores que quisessem sair das suas moradias nas áreas de risco.

No Mab

A Ação tem importância histórica na luta dos atingidos, por ser a primeira vez que o MP intervêm para a retirada de famílias de área de risco antes do rompimento ou mesmo da atitude da própria empresa. Fernanda de Oliveira Portes, do Movimento dos Atingidos por Barragens-MAB explica que a Ação estabelece medidas de prevenção, reafirmando que não é somente após o crime que devam ser resolvidas as consequências.

(mais…)

Ler Mais