Dia do Índio é data ‘folclórica e preconceituosa’, diz escritor indígena Daniel Munduruku

“Ao longo da nossa conversa, como o senhor prefere ser chamado: Daniel ou Munduruku?”, questionou a BBC News Brasil ao entrevistado. “Pode chamar de Daniel ou de Munduruku. Como preferir. Só não chama de índio”, disse, dando risada, o escritor.

Por Amanda Rossi, na BBC News Brasil

Doutor em educação pela Universidade de São Paulo e pós-doutor em Linguística pela Universidade Federal de São Carlos, Daniel Munduruku defende que a palavra “índio” remonta a preconceitos – por exemplo, a ideia de que o indígena é selvagem e um ser do passado – além de “esconder toda a diversidade dos povos indígenas”.

(mais…)

Ler Mais

Moro fere Constituição ao liberar uso da Força Nacional na Esplanada, diz oposição

Partidos apontam inconstitucionalidade na medida e tentativa de intimidação de protestos populares

Por Cristiane Sampaio, no Brasil de Fato

A divulgação da portaria assinada nessa quarta-feira (17) pelo ministro da Justiça, Sérgio Moro, que autoriza o uso da Força Nacional de Segurança Pública durante 33 dias na Esplanada dos Ministérios, localizada nas proximidades do Congresso Nacional, em Brasília (DF), causou preocupação e consternação em movimentos sociais, partidos opositores e membros da sociedade civil preocupados com a democracia. 

(mais…)

Ler Mais

Dom Roque Paloschi sobre o Dia do Índio: “devem ser respeitados porque são página viva da história”

Para recordar o Dia do Índio, comemorado todos os anos em 19 de abril, ouvimos a palavra de Dom Roque Paloschi, arcebispo da Arquidiocese de Porto Velho, em Rondônia, que há muitos anos está comprometido com a defesa do meio ambiente e os direitos das populações indígenas

Por Cristiane Murray e Jane Nogar, no Vatican News

Para recordar o Dia do Índio, comemorado todos os anos no dia 19 de abril, temos vários eventos dedicados à valorização da cultura indígena. Porém, deve ser principalmente um dia de reflexão sobre a importância da preservação dos povos indígenas, da manutenção de suas terras e respeito às suas manifestações culturais.

(mais…)

Ler Mais

BA tem 53 líderes indígenas em programa de proteção por ameaças de morte; terras não demarcadas acirram disputas

Uma das lideranças atualmente sob proteção é o Cacique Babau, que relatou ter descoberto plano de assassinatos tendo ele e familiares como alvo.

Por Alan Tiago Alves, G1 BA

Cinquenta e três lideranças indígenas da Bahia são assistidas atualmente por um programa de proteção, por estarem sob diversos tipos de ameaças, inclusive de morte. Conflitos históricos entre índios e fazendeiros por conta de terras persistem no interior do estado, e as disputas são acirradas, sobretudo devido à lentidão de processos para demarcação de terras.

(mais…)

Ler Mais

Joênia Wapichana: “Vão ter que se acostumar com uma deputada indígena”

Parlamentar é a primeira advogada indígena do Brasil e primeira a ser mulher eleita deputada federal. Nascida em Boa Vista, Roraima, ela deseja que outros membros de tribos cheguem ao Congresso. “Antes eram recebidos com gás lacrimogêneo e agora tem uma pessoa aqui com quem eles podem contar.”

Por Priscilla Geremias, na Marie Claire

Aos 45 anos, Joênia Batista de Carvalho, mais conhecida como Joênia Wapichana, é a primeira mulher indígena a se tornar deputada federal no Brasil. Para o Abril Indígena [campanha da FUNAI em prol da causa indígena], Joênia criou a Frente Parlamentar Mista em Defesa dos Direitos dos Povos Indígenas. Composto por 219 deputados e 29 senadores, o objetivo do grupo  é dar mais visibilidade a propostas em prol da população indígena, pauta que guia a vida da parlamentar, que saiu ainda criança da comunidade Truaru da Cabeceira para viver com a mãe, Anúzia, e os os sete irmãos em Boa Vista (RO).

(mais…)

Ler Mais

Dia do Índio: Relembre ataques do governo Bolsonaro aos povos originários

Em quatro meses, o presidente eleito coleciona posicionamentos ameaçadores à sobrevivência de comunidades tradicionais

Por Emilly Dulce, no Brasil de Fato

Nesta sexta-feira (19), é celebrado o primeiro Dia do Índio sob o governo de extrema direita de Jair Bolsonaro (PSL), marcado pela criminalização de lideranças, pelo sucateamento da Fundação Nacional do Índio (Funai) e pela estruturação de uma política anti-indígena.

(mais…)

Ler Mais

Nota do CIR-Conselho Indígena de Roraima sobre o encontro de indígenas de Roraima com o presidente Bolsonaro

O discurso do Presidente Jair Bolsonaro contra nós, povos indígenas de Roraima, não é novidade. Também não é de hoje que parlamentares de Roraima tentam dividir nosso movimento indígena, através de promessas econômicas. Na quinta, 17, em uma transmissão ao vivo na página do facebook, o presidente incentivou mais uma vez a invasão das terras indígenas, ignorando a diversidade cultural, e alimentando o preconceito aos povos indígenas ao afirmar que o Estado de Roraima não cresce economicamente porque não explora os recursos minerais, apontando que essas riquezas estão nas terras indígenas.

(mais…)

Ler Mais

“Dia do Índio deve ser visto como uma data de lutas e não de folclore”, afirma pesquisadora

O POVO Online conversou com pesquisadores e lideranças indígenas a respeito da luta por direitos no Estado

Por Leonardo Maia, em O Povo

O Dia do Índio, comemorado nesta sexta-feira, 19, rememora o primeiro Congresso Indigenista Interamericano, que aconteceu em 1940 no México e tinha como objetivo reunir líderes de diversas regiões do continente para zelar pelos seus direitos. A data foi instituída em 1943 no Brasil pelo presidente Getúlio Vargas.

(mais…)

Ler Mais

Lindomar Terena: ‘Não é nesse governo que os povos indígenas vão baixar a cabeça’

Liderança indígena afirma que manifestação programada para o dia 23 ocorre todos os anos com o objetivo de defender os direitos dos índios previstos na Constituição

Na RBA

São Paulo – O tradicional Acampamento Terra Livre, que este ano está marcado para ocorrer entre os dias 24 e 26, nunca protagonizou violência. A afirmação é do líder indígena Lindomar Terena, integrante da Articulação dos Povos Indígenas do Brasil (Apib). Terena considera a decisão do ministro da Justiça, Sergio Moro, de convocar a Força Nacional de Segurança para atuar em Brasília pelos próximos 33 dias uma demonstração de incapacidade de conviver com a democracia e de respeitar os direitos dos índios.

(mais…)

Ler Mais

Nota da APIB sobre o uso de força contra o ATL

Seguindo a intenção de exterminar os povos indígenas do Brasil, o governo Jair Bolsonaro intensifica sua posição de quando ainda era parlamentar, quando afirmou em 15 de abril de 1998, que “a cavalaria brasileira foi muito incompetente. Competente, sim, foi a cavalaria norte-americana, que dizimou seus índios no passado e hoje em dia não tem esse problema em seu país”.

(mais…)

Ler Mais