La Vía Campesina exige el cese al #Bloqueo contra Cuba y alerta sobre campaña de desestabilización

La Vía Campesina

 La Vía Campesina  expresa su solidaridad con el pueblo cubano, en especial con el campesinado, organizado en la Asociación Nacional de Agricultores Pequeños (ANAP), organización miembro de La Vía Campesina, a la vez que denunciamos el bloqueo y la manipulación mediática para confundir al pueblo cubano y a la opinión pública internacional.  Nos sumamos a la  respuesta contundente de la mayoría del pueblo cubano en respaldo a  su Gobierno y  en defensa de la Revolución.

(mais…)

Ler Mais

Žižek: A última saída

Além da pandemia, que ainda persiste, outras catástrofes estão no horizonte

No Blog da Boitempo

Os dados mais recentes deixam claro que, mesmo após o avanço (altamente desigual) da vacinação, não poderemos relaxar e retornar ao velho normal. Além da pandemia, que ainda persiste (o número de infecções voltou a aumentar, novos confinamentos nos aguardam), outras catástrofes estão no horizonte. No final de junho de 2021, a formação de uma cúpula de calor – fenômeno climático no qual uma crista de alta pressão prende e comprime o ar quente, levando a altas temperaturas e cozinhando a região – sobre o noroeste dos Estados Unidos e o sudoeste do Canadá fez com que as temperaturas se aproximassem dos 50oC. Vancouver ficou mais quente que o Oriente Médio.

(mais…)

Ler Mais

E quando o pesadelo neoliberal acabar? Por Ladislau Dowbor

Quem diria: nos próprios EUA, a ideia de que os Estados “só podem gastar o que arrecadam” – mito central da ditadura financeira – balança. Abre-se espaço para a mudança, começando por serviços públicos de excelência e Renda Básica

Outras Palavras

O ciclo virtuoso

Hoje temos 820 milhões de pessoas passando fome, quando há comida sobrando por toda parte: só de grãos o mundo produz mais de um quilo por dia por pessoa, sendo que o Brasil produz 3,5 kg, isso sem contar tubérculos, frutas, legumes etc. Não há nenhuma razão econômica ou técnica para faltar alimento para ninguém. O mundo produz, com um PIB da ordem de 85 trilhões por ano, o equivalente a 18 mil reais de bens e serviços por mês, por família de quatro pessoas. No Brasil, o PIB de 2019, 7,3 trilhões de reais, equivale a 11 mil reais por mês por família de quatro pessoas. É dizer que no mundo não faltam recursos. Nosso problema não é econômico, é de organização política e social.1

(mais…)

Ler Mais

Ramonet: Cuba enfrenta agenda de desestabilização que já estava desenhada

“Não há dúvida de que é algo premeditado, e toda a artilharia das redes sociais foi lançada a partir de uma pequena dose de realidade para lançar um roteiro absolutamente apocalíptico, que nada tem a ver com a verdade”, disse

Por Waldo Mendiluza, da Prensa Latina, em Opera Mundi

O professor e jornalista franco-espanhol Ignacio Ramonet afirmou nesta quarta-feira (14/07) que Cuba enfrenta uma agenda de desestabilização previamente desenhada para, a partir de pequenas doses de realidade, desencadear uma campanha virulenta nas redes sociais.

(mais…)

Ler Mais

Como a covid-19 vai mudar os rumos da ciência e da medicina?

por Maíra Mathias e Raquel Torres, em Outra Saúde

LEGADO CIENTÍFICO

Science promete publicar nos próximos meses uma série de textos sobre o impacto que a covid-19 pode ter sobre a ciência. A matéria de ontem dá uma pincelada no legado científico deixado por outras doenças, desde a peste bubônica, que assolou o mundo islâmico e a Europa na Idade Média. Até o seu surgimento, não havia o estudo sistemático de doenças específicas, e isso mudou drasticamente. 

(mais…)

Ler Mais

Os EUA devem acabar com as brutais sanções contra Cuba

Com o início dos protestos em Cuba, alguns políticos e comentaristas estão pedindo intervenção. Isso seria um completo desastre – basta ver a situação do Haiti. A melhor coisa que os EUA podem fazer para ajudar o povo cubano é suspender seu embargo desumano, que já retirou US$ 130 bilhões da ilha socialista.

Por Ben Burgis* / Tradução: Cauê Seignemartin Ameni, na Jacobin

No domingo, eclodiram em Cuba os maiores protestos antigovernamentais em pelo menos 27 anos. Milhares de pessoas marcharam nas ruas entoando palavras de ordem. Outros viraram carros da polícia ou saquearam lojas.

(mais…)

Ler Mais

Crise no Haiti: a digital de generais bolsonaristas

Missão da ONU no país caribenho, comandada pelo Exército brasileiro, tornou-se símbolo de violações. Generais como Heleno e Santos Cruz, centrais à eleição de Bolsonaro e peças-chaves do governo, foram preponderantes à tragédia humanitária

Por Paulo Motoryn, no Brasil de Fato

O assassinato do presidente do Haiti, Jovenal Moise, dentro da própria casa, na madrugada desta quarta-feira (7), representa mais um episódio das sucessivas crises políticas e humanitárias no país da América Central. Uma das passagens simbólicas da história recente haitiana tem a digital de militares que integram o governo do presidente Jair Bolsonaro.

(mais…)

Ler Mais

OMS recomenda tratamento que será inacessível para maior parte do mundo

por Raquel Torres, em Outra Saúde

RECOMENDADOS, MAS INACESSÍVEIS

A OMS decidiu recomendar o uso dos anticorpos monoclonais tocilizumabe e sarilumabe para tratar casos graves de covid-19, depois da publicação no JAMA de um amplo estudo sobre a atuação das drogas. Analisando 27 testes clínicos randomizados que envolveram cerca de 11 mil pacientes em 28 países, os pesquisadores viram que, quando combinadas com corticosteroides, as drogas diminuíram em 13% o risco de morte e em 28% a necessidade de ventilação, comparando com o tratamento padrão. O estudo foi coordenado pela OMS em parceria com instituições como King’s College London e University College London.

(mais…)

Ler Mais

A pandemia traz problemas emocionais a todos, mas nem todos têm acesso a diagnóstico. Entrevista especial com Celia Szwarcwald

Perda de entes para Covid, isolamento e perda de rendimentos são fatores que afetam a saúde mental. Para pesquisadora, o desafio é garantir tratamentos e estímulo à qualidade de vida

Por: João Vitor Santos, em IHU On-Line

Com o avanço da vacinação no Brasil, mesmo que ainda muito lento, algumas pessoas têm retomado sua rotina. Mas, tanto entre aqueles que ainda estão em casa, como os que já saem para trabalhar, e também aqueles que nunca puderam ficar em casa, há um consenso: ninguém está como antes. Isso porque todos parecem ter um sentimento de tristeza, um nó na garganta por tudo que viram e vivem nestes tempos. Muitas pesquisas já têm apontado e quantificado esses sentimentos na população, como a realizada pela Fiocruz, da qual participou a professora Celia Szwarcwald. Para ela, há múltiplos fatores para o entristecimento. “Em primeiro lugar, as incertezas sobre a doença, a perda e o medo de perder pessoas queridas pela Covid-19”, destaca, em entrevista concedida por e-mail ao Instituto Humanitas Unisinos – IHU.

(mais…)

Ler Mais

Os dados de Israel e uma pergunta: a variante Delta escapa da vacinação?

por Maíra Mathias e Raquel Torres, em Outra Saúde

PIFZER CONTRA DELTA

O Ministério da Saúde de Israel divulgou ontem a informação de que houve uma queda muito brusca da efetividade da vacina da Pfizer diante da variante Delta: a proteção contra covid-19 sintomática caiu de 94,3% em maio para 64% em junho. No fim de maio, a Delta era responsável por 9,3% das infecções no país, mas nas últimas semanas sua prevalência deu um salto, chegando a quase 60% em meados de junho, segundo a plataforma Our World in Data, e a 90% agora, de acordo com o Times of Israel.

(mais…)

Ler Mais