Corais da Amazônia: MPF recomenda ao Ibama negar licença de exploração à empresa Total

Instituição alerta para o risco de danos irreversíveis ao meio ambiente

MPF

O Ministério Público Federal (MPF) no Amapá recomendou ao Ibama indeferir licença para exploração de petróleo na foz do rio Amazonas solicitada pela Total E&P do Brasil. O MPF considera insuficiente o Estudo de Impacto Ambiental (EIA) na região onde foram identificados recifes de corais e ecossistema ainda desconhecido. A recomendação foi expedida nesta quarta-feira (18).  (mais…)

Ler Mais

Todos se inspiram em Gramsci

IHU On Line – “A esquerda radical volta às raízes do pensador italiano para disputar com seus inimigos a usurpação dessa originalidade. A batalha que se inicia será cultural antes que política. Antonio Gramsci preside em segredo as marés profundas das democracias do Ocidente”, escreve o jornalista Eduardo Febbro, em artigo publicado por Página/12, 02-04-2018. A tradução é do Cepat. Eis o artigo:

***

O pai de quase todos é italiano. Nasceu na Sardenha, em 1891, e morreu em Roma, no ano de 1937. Durante os 11 anos em que esteve preso (1926-1937) nos cárceres de Ustica (Sicília) e de San Vittore (Milão), desenvolveu boa parte de uma obra que colocou o filósofo marxista italiano Antonio Gramsci no centro das articulações políticas contemporâneas, sejam da extrema-direita, da direita clássica ou das esquerdas radicais.  (mais…)

Ler Mais

Boaventura: o Colonialismo e o século XXI

É hora de declarar incumprida uma das grandes promessas modernas. O homem branco jamais aceitou a igualdade. Novas lutas precisarão impô-la

Por Boaventura de Sousa Santos* – Outras Palavras

Para Marielle Franco, in memoriam

O termo alemão Zeitgeist é hoje usado em diferentes línguas para designar o clima cultural, intelectual e moral de uma dada época, literalmente, o espírito do tempo, o conjunto de crenças e de ideias que compõem a especificidade de um período histórico. Na Idade Moderna, dada a persistência da ideia do progresso, uma das maiores dificuldades em captar o espírito de uma dada época reside em identificar as continuidades com épocas anteriores, quase sempre disfarçadas de descontinuidades, inovações, rupturas. E para complicar ainda mais a análise, o que permanece de períodos anteriores é sempre metamorfoseado em algo que simultaneamente o denuncia e dissimula e, por isso, permanece sempre como algo diferente do que foi sem deixar de ser o mesmo. As categorias que usamos para caracterizar uma dada época são demasiado toscas para captar esta complexidade, porque elas próprias são parte do mesmo espírito do tempo que supostamente devem caracterizar a partir de fora. Correm sempre o risco de serem anacrônicas, pelo peso da inércia, ou utópicas, pela leveza da antecipação. (mais…)

Ler Mais

Jesus não morreu pelos “nossos pecados” e sim por enfrentar o sistema

Nesta Sexta-Feira da Paixão, Caminho Pra Casa publica artigo exclusivo de um dos maiores biblistas vivos, o frade italiano Alberto Maggi. A tradução é do biblista brasileiro padre Francisco Cornélio. No texto, Maggi demole duas ideias que estão na base do cristianismo falsificado que os integristas sustentam há séculos:  1) Jesus teria sido morto “pelos nossos pecados”;  2) essa seria “a  vontade de Deus”. A versão é insustentável com um exame realista e honesto dos textos bíblicos.  Os Evangelhos são claríssimos: Jesus morreu porque confrontou o Templo, um sistema de dominação e exploração dos pobres de Israel. Jesus não inaugurou o tempo da culpa, mas o da misericórdia e o da vida plena para os pobres. A íntegra do artigo a seguir. (mais…)

Ler Mais

Novo conselheiro de Trump ameaçou diplomata brasileiro para viabilizar invasão do Iraque

Por , no The Intercept Brasil

No início da noite da última quinta-feira, enquanto o Brasil acompanhava o julgamento do habeas corpus do ex-presidente Lula no Supremo Tribunal Federal, Donald Trump fez um anúncio que deixou o mundo ainda mais perplexo com seu governo. O novo conselheiro de segurança nacional, cargo decisivo da Casa Branca no que diz respeito ao uso da força militar americana, será John Bolton, um dos arquitetos da invasão ao Iraque comandada pelos Estados Unidos em 2003. Bolton, ex-embaixador da ONU, é conhecido por posturas militaristas extremas e seu desdém para diplomacia. Ele também é uma figura que reanima memórias infelizes nos corredores da Itamaraty em Brasília. (mais…)

Ler Mais

Facebook: adeus à ingenuidade

Agora está claro que a rede pratica, permanentemente, vigilância maciça; e que a psicometria eleitoral afronta a democracia. Mas como enfrentar as ameaças?

Por Rafael Zanatta, no Outras Palavras

O escândalo envolvendo a maior rede social do mundo e a mais polêmica consultoria política do ocidente virou a mesa do jogo sobre proteção de dados pessoais e regulação das grandes empresas de tecnologia. (mais…)

Ler Mais

Contra a privatização da chuva e pela descolonização da rebeldia

Por Nilma Bentes(1)

A mercantilização/financeirização/precificação da água se inclui, a rigor, no processo de privatização da chuva. Será preciso dizer que a água é um bem absolutamente importante para a vida neste planeta, que inclui a nossa sobrevivência como seres humanos? Os aquíferos, os rios são formados pelas chuvas, então, toda a discussão do Fórum das Águas está ligada a isso. Por outro lado, a proposta do  Prof. Raúl Zibechi,  citada pela profa. Esperanza Martinez(2),  da necessidade de descolonização da rebeldia – principalmente na América Latina/AL –  deve ser buscada a todo custo, pois nós, a maioria da população desprivilegiada dessa AL e, aqui, particularizando a Amazônia brasileira, estamos sendo bombardeados por propagandas enganosas, sobretudo, veiculadas pela grande mídia financiada pelos negócios agro-mínero-madeireiro-pecuários dominados por corporações multi-transnacionais. (mais…)

Ler Mais

Facebook e extrema direita: somos cúmplices?

Empresas privadas invadem nossa privacidade para manipular nossas escolhas políticas. Ainda assim, permanecemos em tal rede. Por quê? Até quando?

Por Eduardo Febbro, no Outras Palavras

A crise da maior rede social do planeta é um ato de justiça que a humanidade merece. O oportunismo delirante dos responsáveis pelo Facebook, o revitalizado projeto político da direita radical e a cumplicidade alucinante dos usuários configuraram um dos roubos e violações mais desastrosas da história. O Facebook e as outras empresas do ramo roubaram uma ideia maravilhosa — a internet – com o único objetivo de ampliar a dominação liberal do mundo. (mais…)

Ler Mais

Entenda o escândalo de uso político de dados que derrubou valor do Facebook e o colocou na mira de autoridades

Na BBC Brasil

O Facebook sofreu um forte abalo no último sábado com a revelação de que as informações de mais de 50 milhões de pessoas foram utilizadas sem o consentimento delas pela empresa americana Cambridge Analytica para fazer propaganda política.

A empresa teria tido acesso ao volume de dados ao lançar um aplicativo de teste psicológico na rede social. Aqueles usuários do Facebook que participaram do teste acabaram por entregar à Cambridge Analytica não apenas suas informações, mas os dados referentes aos amigos do perfil. (mais…)

Ler Mais

Gustavo Guerreiro: O Muro e a Luta

Gustavo Guerreiro* – Vermelho

A resistência popular se manifesta na luta internacionalista por diversas formas. Um verdadeiro exemplo de união transnacional se iniciou entre os índios tohonoo’odhams, que habitam ambos os lados da fronteira entre México e EUA e resultou em uma grande mobilização na cidade de Cuetzalan (Norte do México). O evento contou com a presença de diversos povos indígenas mexicanos e representantes dos indígenas estadunidenses do Novo México e Dakota (Arikara,Yaquis e Tohono O’odham) contra a política racista e xenófoba de Donald Trump. (mais…)

Ler Mais