O Homem e o Rio: Histórias de Índios e Quilombolas do Baixo São Francisco

Agência FAPESP

O saguão principal do Instituto de Estudos Avançados (IEA) da USP receberá a exposição “O Homem e o Rio: Histórias de Índios e Quilombolas do Baixo São Francisco”, projeto da jornalista Michele Amorim Becker, da Universidade Federal de Sergipe (UFS). A exposição ficará em cartaz de 9 de agosto a 6 de setembro de 2018, em São Paulo. (mais…)

Ler Mais

Transposição do Rio São Francisco é um “elefante branco” construído a partir de um argumento falacioso. Entrevista especial com José do Patrocínio Tomaz Albuquerque

por Patricia Fachin, em IHU On-Line

Apesar de o projeto de transposição do Rio São Francisco ter sido justificado por “uma situação de exaustão dos recursos hídricos nas bacias receptoras, os quais já não seriam mais suficientes para o atendimento das demandas humanas, urbanas e rurais”, esse argumento foi uma “falácia”, diz o geólogo José do Patrocínio Tomaz Albuquerque à IHU On-Line. (mais…)

Ler Mais

Falhas na transposição do rio São Francisco revelam a finalidade da obra: patrocinar latifúndios e coronéis da política regional. Entrevista especial com Altair Sales Barbosa

por Patricia Fachin, em IHU On-Line

O relatório da Controladoria Geral da União – CGU, que apresenta problemas de planejamento capazes de impedir a operação, manutenção e sustentabilidade da transposição do rio São Francisco, “não traz para os mais esclarecidos nenhuma novidade”, diz Altair Sales Barbosa. Segundo ele, muito antes da conclusão do relatório, “estudiosos da bacia do São Francisco, bem como os conhecedores da dinâmica do rio, alertaram por meio de audiências, publicações e movimentos, quanto aos riscos da execução desse projeto. Infelizmente a classe política se fez surda, não deu ouvidos. Só não ficou muda porque expressava as opiniões de burocratas ‘geniais’ que os alimentavam com argumentos surgidos entre quatro paredes e totalmente desprovidos de conhecimentos concretos”. (mais…)

Ler Mais

Sobrevivência do São Francisco e cultura popular marcam a 2ª edição da Festa da Vida

Centenas de pessoas participaram, no último domingo (8), da 2ª Festa da Vida, evento organizado pela Diocese de Juazeiro, na Bahia, e que tem como objetivo dar visibilidade e fortalecer pastorais e grupos que estão a serviço da promoção da vida

Comunicação CPT Juazeiro

Este ano, uma celebração às margens do Velho Chico buscou sensibilizar a população para a preservação e revitalização do rio. O cuidado com o São Francisco e os modos de vida do povo ribeirinho também estiveram presentes nas apresentações culturais que animaram o evento. (mais…)

Ler Mais

Transposição: MPF em Monteiro (PB) pede suspensão do bombeamento da água no eixo leste

Suspensão deve ocorrer até que obras de recuperação nos açudes de Poções e Camalaú sejam realizadas

MPF

O Ministério Público Federal (MPF) em Monteiro (PB) recomendou à Secretaria de Infraestrutura Hídrica do Ministério da Integração Nacional que suspenda a operação do sistema de bombeamento de águas da  transposição do rio São Francisco, no eixo leste, meta 3L, pelo prazo necessário de realizar intervenções nos açudes de Poções e Camalaú. (mais…)

Ler Mais

Indústria da seca aflige a população nordestina e irriga os bolsos dos empreiteiros. Entrevista especial com João Abner Guimarães Júnior

Por: Ricardo Machado – IHU On-Line

Pelo sétimo ano consecutivo a estiagem no Nordeste dá as caras. Apesar de o período de chuvas ter iniciado regionalmente na última semana, durante o carnaval, os volumes de precipitação ainda são insuficientes. De acordo com o professor e pesquisador João Abner Guimarães Júnior, em entrevista por telefone à IHU On-Line, a barragem Armando Ribeiro Gonçalves, no Rio Grande do Norte, que tem capacidade para 260 milhões de metros cúbicos de água, recebeu apenas 3 milhões nesta última semana, isto é, 20 vezes menos do que o volume acumulado em fevereiro de 2017. O problema, contudo, não é só de captação, afinal a estação chuvosa está recém no início, mas de gestão da água. “Trabalha-se com gestão de recursos hídricos para abastecimento urbano há mais ou menos 100 anos e com irrigação há mais ou menos 20 anos. Esses dados nos mostram que a primeira coisa de que precisamos é gestão. O problema é que se ficar oferecendo água para irrigação, o nível dos reservatórios vai cair, e isso acontece em um período em que ocorre a maior seca em cem anos”, critica o pesquisador. (mais…)

Ler Mais

MPF recomenda que Ibama não conceda licença de operação ao Projeto da Transposição do Rio São Francisco

Não existem informações do cumprimento das condicionantes da licença de instalação do empreendimento

Procuradoria da República na Paraíba

O Ministério Público Federal (MPF) em Monteiro (PB) enviou recomendação ao Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama) para que a presidente do órgão ambiental não emita licença de operação ao Projeto de Integração do Rio São Francisco (Pisf). (mais…)

Ler Mais

Carta Política: A morte do Velho Chico ameaça a Convivência com o Semiárido

A Articulação Semiárido Brasileiro (ASA) soma-se às muitas vozes das lideranças, comunidades ribeirinhas, povos tradicionais, movimentos sociais, comitês de bacias, pastorais sociais e especialistas para denunciar a morte do Rio São Francisco e exigir do Estado brasileiro ações imediatas para reverter tal quadro de penúria, abandono, exploração, descaso e privatização de suas águas. (mais…)

Ler Mais

Linhões de transmissão foram planejados em solo inadequado e não poderão transportar energia. Entrevista especial com André Aroeira Pacheco

Patricia Fachin – IHU On-Line

As críticas feitas ao Programa de Aceleração do Crescimento – PAC, que previa investimentos em infraestrutura e a priorização das hidrelétricas no planejamento energético, se concretizaram, diz o biólogo André Aroeira Pacheco à IHU On-Line. “A grande maioria dos projetos não tinha viabilidade ambiental, econômica e social, e o governo teve que lançar mão de instrumentos antidemocráticos e repressivos para viabilizá-los. Foi o caso do uso da suspensão de segurança contra as judicializações, da troca de comando dos órgãos licenciadores para assegurar decisões políticas ao invés de técnicas no licenciamento ambiental e do uso da força nacional e do exército em inúmeras situações, para garantir a execução dos trabalhos”, lembra. (mais…)

Ler Mais

Do papel à realidade, existe um “gap” na mitigação (redução de danos) e adaptação aos eventos extremos no Brasil

Por Sucena Shkrada Resk – Cidadãos do Mundo

O que dizer sobre o “Velho Chico” agonizando, e pessoas e animais tendo de dividir a pouca água que resta, entre outras centenas de cenas desoladoras por todo país? Imagens que ficam gravadas para sempre. As manchetes sobre eventos extremos e desastres naturais no Brasil, nos últimos anos, destacam a recorrência de períodos mais extensos de seca, estiagem e chuva em diferentes biomas no país, que não mais se enquadram ao que se tinha como padrão de estações nestas localidades. Muitos cientistas apontam que são situações que podem ser relacionadas aos avanços das Mudanças Climáticas, com intervenções de fenômenos, como o El Niño e La Niña, entre outros. O fato é que as ocorrências são gradativas e mais de 1,1 mil municípios se encontram hoje em situação de emergência ou de estado de calamidade pública no Brasil. (mais…)

Ler Mais