Sou um juiz da execução penal na era do ódio

Tenho refletido com mais frequência sobre meu trabalho neste ano de 2019. Sou um juiz da execução penal, mas não apenas isso, sou um juiz da execução penal na era do ódio.

Por João Marcos Buch, no Justificando

São tempos marcados pela fragilização da democracia diante da intolerância, uma intolerância que alimenta cargos de poder usados para a eliminação do outro. As vítimas dessa era se multiplicam por todos os lugares, nos navios negreiros, nas aldeias indígenas, nos canaviais. E nos porões do cárcere.

(mais…)

Ler Mais

Atropelamento em Valinhos: ‘É preciso responsabilizar, também, as autoridades que pregam ódio contra as organizações populares’

Por Raphael Sanz, do Correio da Cidadania

Na manhã desta quinta-feira (18) foi assassinado Luis Ferreira da Costa, de 72 anos, militante do MST, em Valinhos – distante menos de uma hora da capital paulista. Seu Luis, como era conhecido pelas mais de mil famílias que desde 14 de abril do ano passado compõem o Acampamento Marielle Vive, participava de uma manifestação por acesso à água, perto das 10 horas da manhã, na estrada que passa pelo acampamento, quando um homem acelerou sua caminhonete preta sobre os manifestantes, ferindo vários presentes, entre eles um cinegrafista que cobria o ato, e levando seu Luis a falecer. Ainda sob o calor dos acontecimentos, conversamos por telefone com a vereadora Mariana Conti (PSOL Campinas), que esteve no acampamento horas depois.

(mais…)

Ler Mais

Descobertas redes de extrema direita com meio bilhão de visualizações na Europa

Relatório da Avaaz revela redes de ódio em sites como Facebook antes de eleições da União Europeia

Redação Brasil de Fato*

Um novo relatório da ONG Avaaz divulgado nesta quarta-feira (22) mostra que pelo menos 533 milhões de europeus, nos últimos três meses, foram expostos a propaganda de extrema direita, mensagens de ódio, notícias e citações falsas e vídeos editados para estigmatizar imigrantes.

(mais…)

Ler Mais

STJ recebe queixa crime contra desembargadora que defendeu paredão para Jean Wyllys

Marília Castro Neves será processada pelo crime de injúria; magistrada já publicou informações falsas sobre Marielle

Lu Sudré, Brasil de Fato

Por defender um “paredão” de execução contra Jean Wyllys em suas redes sociais, Marília Castro Neves, desembargadora da 20ª Câmara Cível do Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro, será processada pelo crime de injúria. O Supremo Tribunal de Justiça (STJ) recebeu a queixa crime apresentada pela defesa do então parlamentar do PSOL nesta quarta-feira (15).

(mais…)

Ler Mais

Projeto de lei quer educar para prevenir ódio e intolerância

Por Pedro Calvi / CDHM

Desde o início do ano, oito pessoas moradoras de rua foram queimadas vivas por causa do ódio e da intolerância. No Rio de Janeiro, comerciantes estariam pagando 30 reais a milícias para tirar quem vive na rua da frente dos seus comércios. A denúncia é de Leonildo Monteiro Filho. Ele faz parte da Comissão Permanente dos Direitos da População em Situação de Rua do Conselho Nacional de Direitos Humanos. Leonildo participou do debate realizado nesta terça-feira (14) sobre o Projeto de Lei Projeto de Lei 7582 de 2014, que propõe definir o que são crimes de ódio e intolerância e, dessa forma, prevenir, educar e responsabilizar de forma mais adequada.

(mais…)

Ler Mais

Nota de Repúdio da CPT: “Ajudar a violência no campo” é o que quer o Presidente Bolsonaro

Na CPT

A diretoria e coordenação nacional da CPT vêm a público manifestar seu repúdio em relação a declarações recentes do presidente Bolsonaro, de propor um projeto dando carta branca para a atuação de milícias no campo. De acordo com a Nota, “na sua fala o presidente reafirma mais de uma vez que a propriedade é sagrada, sem se atentar para a “função social da propriedade”, como reza a Constituição Federal (arts. 185 e 186). Deixa de lado, também, a forma como foram constituídas tais “propriedades”, muitas delas frutos de esbulho e violências contra os povos tradicionalmente ocupantes dessas terras, e outras tantas oriundas de grilagem”. Confira:

***

(mais…)

Ler Mais

Servidores federais alertam para a destruição da Gestão Ambiental Federal

Em carta aberta do servidores da ASCEMA Nacional alerta sobre as atitudes do Ministro do meio Ambiente Ricardo Salles

por Jornalistas Livres

Carta aberta à Sociedade:

A DESTRUIÇÃO DA GESTÃO AMBIENTAL FEDERAL E OS ATAQUES AOS SERVIDORES

Preocupados e indignados com as últimas declarações e posturas do atual ministro do meio ambiente, nós servidores federais da carreira de especialista em meio ambiente, representados por sua Associação Nacional de Servidores da Carreira de Meio Ambiente (ASCEMA Nacional), vimos a público trazer à sociedade informações corretas e embasadas sobre a atuação do Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio) e sobre as conquistas alcançadas pela instituição, apesar das dificuldades impostas por governos de todos os matizes ideológicos, em termos de orçamento e pessoal insuficientes para o cumprimento das suas importantes funções, determinadas pela Constituição Federal.

(mais…)

Ler Mais

#AbrilIndígena Justiça Federal suspende página eletrônica que difamava comunidade indígena Guarani de Palhoça

Liminar pedida pelo MPF determinou que Walter Alberto Sá Bensousan retire em 24 horas do meio eletrônico o site denominado “Antropowatch”

Ministério Público Federal em SC

A 6ª Vara da Justiça Federal em Florianópolis concedeu liminar na última quinta-feira (11) determinando que Walter Alberto Sá Bensousan retire do meio eletrônico, em 24 horas, a página denominada “Antropowatch”, sob pena de multa pecuniária diária de R$ 1 mil, além da possibilidade de responsabilidade criminal por desobediência à ordem judicial. Na ação civil pública em que pediu a liminar, o Ministério Público Federal (MPF) em Santa Catarina mostrou que as publicações eram contra a população indígena brasileira em geral e, muito especialmente, difamavam a comunidade indígena Guarani da Terra Indígena de Morro dos Cavalos, localizada em Palhoça.

(mais…)

Ler Mais