Vilma Reis: Decidimos interromper a hegemonia branca na política

A socióloga tentará ser a primeira mulher negra a governar Salvador e avisa: “Não haverá nada sobre nós, sem nós”

Por Igor Carvalho e José Eduardo Bernardes, no Brasil de Fato

Durante o encontro internacional da Coalizão Negra por Direitos, no mês de novembro, em São Paulo, o movimento negro definiu como uma prioridade a conquista de espaços representação política.

(mais…)

Ler Mais

Silvio Santos não aceita vitória de mulher negra em competição e internet o acusa de racismo

Mesmo com o placar apontando vitória a Jennyfer Oliver, Silvio não gostou do resultado e optou por outra competidora branca

Na Fórum

Na noite deste domingo (8), Silvio Santos protagonizou mais uma polêmica ao mudar o resultado de uma competição musical em seu programa, impedindo uma mulher negra de vencê-lo. Mesmo com o placar apontando vitória a Jennyfer Oliver, Silvio não gostou do resultado e optou por outra competidora branca.

(mais…)

Ler Mais

Boaventura: a História absolverá Evo Morales

Balanço do processo boliviano, por quem o viveu ao lado dos movimentos sociais. Os sucessos e os erros, em 13 anos de governo. A trama do golpe, pelas elites locais e Washington. O engano grosseiro dos que se omitiram. As possíveis lições para a esquerda

Por Boaventura de Sousa Santos, no Outras Palavras

Os acontecimentos dramáticos ocorridos na Bolívia seguiram um roteiro imperial que os latino-americanos começam a conhecer bem: preparar a mudança de regime de um governo considerado hostil aos interesses dos Estados Unidos (ou melhor das multinacionais norte-americanas). Fazem-no orquestrando um plano duplo: anular uma vitória eleitoral “inimiga” e consolidar rapidamente o novo regime, que toma medidas que não são próprias de um governo de transição.

(mais…)

Ler Mais

Justiça suspende indicação de Sérgio Camargo para presidente da Fundação Palmares

Juiz da 18ª Vara Federal do Ceará acatou Ação Popular proposta contra a decisão de Jair Bolsonaro para colocar à frente da entidade alguém que afirma que não há racismo no Brasil e que a escravidão foi culpa dos negros

No Brasil 247

Após muita pressão popular, a nomeação de Sérgio Camargo Nascimento – que defendeu a escravidão, o fim do movimento negro e disse que não há racismo no Brasil – para a presidência da Fundação Palmares foi barrada pela Justiça e não será concluída por Jair Bolsonaro.

(mais…)

Ler Mais

PFDC endossa posicionamento que contesta nomeação do atual presidente da Fundação Palmares

Representação apresentada pelo Psol foi encaminhada à Procuradoria da República no DF para que nomeação seja anulada. Documento solicita também apuração da responsabilidade do Ministro de Estado Chefe da Casa Civil substituto que efetivou a nomeação

A Procuradoria Federal dos Direitos do Cidadão (PFDC), órgão do Ministério Público Federal, encaminhou, nesta segunda-feira (2), à Procuradoria da República no Distrito Federal (PR/DF) representação apresentada por deputados do Partido Socialismo e Liberdade (Psol) solicitando a instauração de procedimento para que sejam apuradas possíveis ilegalidades na nomeação de Sérgio Nascimento de Camargo para exercer a presidência da Fundação Cultural Palmares.

(mais…)

Ler Mais

Procurador do Pará é afastado por fala racista, mas continua a receber salário

Ricardo Albuquerque deixa o cargo de Ouvidor-Geral do Ministério Público do Pará, mas continua no cargo de procurador

Catarina Barbosa, Brasil de Fato

Na manhã desta quinta-feira (28), organizações sociais do movimento indígena e quilombola estiverem na sede do Ministério Público do Estado do Pará (MPPA) em ato de repúdio ao procurador de justiça e ouvidor-geral do Ministério Público do Pará, Ricardo Albuquerque, que afirmou, na última segunda-feira (26), “o problema da escravidão no Brasil foi porque o índio não gosta de trabalhar. Até hoje”. A declaração foi feita durante uma palestra dentro de uma instituição de ensino particular.

(mais…)

Ler Mais

Novo presidente da Fundação Palmares nega existência de racismo e quer fim do movimento negro

Militante de direita já defendeu o fim do feriado da Consciência Negra e atacou personalidades como Taís Araújo e Marielle Franco

Por Jussara Soares e Daniel Gullino, em O Globo

RIO — Novo presidente da Fundação Cultural Palmares , órgão responsável pela promoção da cultura afro-brasileira, o jornalista e militante de direita Sérgio Nascimento de Camargo já afirmou que no Brasil não existe “racismo real”, que a escravidão foi “benéfica para os descendentes” e que o movimento negro precisa ser “extinto”.

(mais…)

Ler Mais

Procurador de Justiça e Ouvidor-geral do Pará diz que ‘problema da escravidão no Brasil foi porque índio não gosta de trabalhar’

Em áudio vazado, procurador Ricardo Albuquerque diz não acreditar que há dívida para reparar com a população quilombola já que ‘nenhum de nós tem navio negreiro’. Ele, que é ouvidor-geral do MPPA, diz que veiculação de áudio está fora do contexto.

Por G1 PA — Belém

O procurador de Justiça do Ministério Público do Pará (MPPA), Ricardo Albuquerque, disse que o “problema da escravidão no Brasil foi porque o índio não gosta de trabalhar”, durante palestra para estudantes do curso de Direito, nesta terça-feira (26), em Belém. Um áudio com esse trecho da fala do procurador viralizou nas redes sociais. O procurador disse, em nota, que o áudio foi divulgado fora de contexto.

(mais…)

Ler Mais

MPF promoverá audiência pública sobre intolerância religiosa em Dourados (MS)

Evento está marcado para o dia 29 de novembro, a partir das 19h, no auditório da FADIR da UFGD

Ministério Público Federal em Mato Grosso do Sul

Com a presença de representantes de religiões de matriz indígena e africana, o Ministério Público Federal (MPF) promoverá, no dia 29 de novembro, audiência pública sobre intolerância religiosa. O evento começará às 19h e será realizado no auditório da Faculdade de Direito (Fadir) da Universidade Federal da Grande Dourados (UFGD).

(mais…)

Ler Mais

Câmara foi racista ao passar pano em racismo de deputados do PSL. Por João Filho

No The Intercept Brasil

OS DEPUTADOS DO PSL têm se sentido cada vez mais à vontade para barbarizar a vida política brasileira. Até o ano passado, Jair Bolsonaro era um dos poucos parlamentares que usava o mandato para expressar seu desprezo pelos valores democráticos. Com o bolsonarismo, isso virou padrão. Todo dia tem um figurão do PSL xingando opositores, atacando as instituições, perseguindo jornalistas, exaltando assassinos e fazendo ameaças de todo tipo contra a democracia. A coisa já está fora de controle.

(mais…)

Ler Mais