Condege manifesta repúdio aos ataques contra nordestinos após primeiro turno da eleição

Em nota pública o Colégio Nacional de Defensores Públicos Gerais diz que a prática reflete em inaceitável prática de preconceito e xenofobia.

O Colégio Nacional de Defensores Públicos Gerais (Condege), ciente das manifestações preconceituosas contra nordestinos levadas a público após o primeiro turno da eleição, em 07 de outubro de 2018, manifesta com veemência seu repúdio. Entende que esta infeliz postura, que veio em seguida ao maior processo democrático da nação, reflete em uma inaceitável prática de preconceito e xenofobia. (mais…)

Ler Mais

Cartazes com “Morte à negrada” e “Bolsonaro presidente” são encontrados em Porto Alegre

Os cartazes foram encontrados por servidores públicos do Departamento Municipal de Águas e Esgotos (DMAE), no bairro Menino Deus, capital gaúcha

Na Fórum

As manifestações de ódio envolvendo apoiadores de Jair Bolsonaro não param. Além de agressões físicas e verbais, os eleitores do militar produzem materiais que incitam à violência e, portanto, são contra a lei. Circula nas redes sociais uma foto, na qual aparecem dois cartazes com mensagens racistas e nazistas. (mais…)

Ler Mais

MG: Alunas do Colégio Tiradentes da PM são ‘convidadas’ a retirar tranças e se tornam alvo de racismo: ‘Sai fora, macacas’

De , no BHAZ

Mulheres negras são as que mais sofrem com mensagens de ódio na internet. É o que diz um estudo recém-divulgado pela Universidade de Southampton, na Inglaterra. Se ler e escutar comentários preconceituosos na maioria das vezes de desconhecidos já é algo ruim, imagine ser alvo de discriminação no ambiente escolar. Foi o que ocorreu com um grupo de alunas do Colégio Tiradentes da Polícia Militar (PM), na unidade Argentino Madeira, na região Leste da capital. (mais…)

Ler Mais

OAB se mobiliza contra as mensagens de ódio aos nordestinos

Casos de xenofobia ocorreram até mesmo na própria região. No Recife, sócia de um estabelecimento do ramo alimentício publicou mensagem atacando os nordestinos

Por , no OP9

A Ordem dos Advogados de Pernambuco (OAB-PE) protocolou no Ministério Público Federal de Pernambuco (MPF-PE) uma notícia crime contra as mensagens de ódio direcionadas aos nordestinos que vêm se multiplicando nas redes sociais desde o final do primeiro turno das eleições, realizado no domingo passado (7). O presidente da OAB Pernambuco, Ronnie Preuss Duarte, e o secretário geral da entidade,  Fernando Ribeiro Lins, estiveram na tarde desta terça-feira (9) no MPF-PE para pedir providências sobre o caso. (mais…)

Ler Mais

As tenebrosas raízes ‘americanas’ da eugenia nazista

Eugenia é um termo criado em 1883 pelo cientista inglês Francis Galton (1822-1911), que era primo de Charles Darwin, significando “bem nascido”. Galton definiu eugenia como “o estudo dos agentes sob o controle social que podem melhorar ou empobrecer as qualidades raciais das futuras gerações seja física ou mentalmente”. No início do século XX uma espécie de “meritocracia” – baseada na eugenia – foi difundida na sociedade americana, e colocada em prática pelos governos de vários estados americanos, naturalmente com o apoio de instituições, políticos, empresários e até mesmo médicos: a melhoria da espécie humana. Os conceitos do que era uma raça superior seriam um tanto flexíveis, o que permitiria se perseguir um amplo espectro de indivíduos na sociedade, desde negros e pobres até mulheres indisciplinadas. Pouca gente se lembra que isso se estendeu por muitos anos nos Estados Unidos e que a experiência extrema desse movimento foi um dos alicerces do nazismo alemão e da morte de milhões de pessoas em campos de concentração. A meritrocracia levada ao extrema pode ser mortal. A seguir conheça um pouco melhor esse importante e pouco divulgado momento da história do século XX. (mais…)

Ler Mais

“Branqueamento da raça”: Mourão usa frase de defensores da limpeza racial. Por Leonardo Sakamoto

No blog do Sakamoto

”Meu neto é um cara bonito, viu ali? Branqueamento da raça”, afirmou o general da reserva Hamilton Mourão, candidato a vice na chapa de Jair Bolsonaro, no aeroporto de Brasília, neste sábado (6).

O comentário não contribui com os esforços dos apoiadores do ex-capitão – que tentam afastar acusações de que sua candidatura flerta com o fascismo e chamam de produtores de ”fake news” os jornalistas que relatam declarações preconceituosos, racistas e machistas da dupla. (mais…)

Ler Mais

Por um Quilombo no Congresso

Por Gaby Conde, no Negro Belchior

Bárbara foi presa porque seu cabelo “parecia” com o da moça que assaltou outra moça, no Rio de Janeiro. Renato foi baleado por agentes públicos porque, como candidato a deputado estadual nessas eleições, estava panfletando (!!!!) pelas ruas de Curitiba. O adolescente Mário foi morto por um policial militar reformado no Recife porque foi “confundido com um assaltante”… (mais…)

Ler Mais

A publicação “Racismo e violência contra quilombos no Brasil” está disponível para download

Na Terra de Direitos

O número de assassinatos de quilombolas no país cresceu 350% em apenas um ano: foram registrados quatro assassinatos em 2016 contra 18 em 2017. O dado está na publicação “Racismo e Violência contra Quilombos no Brasil”, organizada pela Coordenação Nacional de Articulação das Comunidades Negras e Rurais Quilombolas e Terra de Direitos, em parceria com o Coletivo de Assessoria Jurídica Joãozinho de Mangal e a Associação de Trabalhadoras e Trabalhadores Rurais da Bahia (AATR), lançada na última semana em Brasília.  (mais…)

Ler Mais

Portugal: Relatório da ECRI confirma racismo nas forças de segurança

O SOS Racismo considera que o relatório da European Commission against Racism and Intolerance, que confirma a existência de racismo nas forças de segurança, veio deixar clara a infiltração de forças de extrema-direita.

Em Esquerda.net

Em comunicado divulgado ao Esquerda.net, o SOS Racismo afirma que o “relatório da Comissão Europeia contra o Racismo e a Intolerância (ECRI) não constitui nenhuma novidade e muito menos uma surpresa quanto às acusações que nele constam. Este relatório vem juntar-se a vários outros relatórios nacionais e internacionais que, ao longo dos últimos anos, têm deixado clara a existência do racismo no seio das forças de segurança e da sua infiltração pela extrema-direita, bem como da ineficácia da legislação de combate contra o racismo e ainda da falta de independência dos órgãos responsáveis pelo combate contra o racismo”. (mais…)

Ler Mais

Antes da abolição, intelectuais faziam “vaquinha” para libertar escravos

Por Paula Sperb, de Porto Alegre para a BBC News Brasil

O primeiro teatro construído em Porto Alegre, o São Pedro, recebeu centenas de pessoas em 19 de setembro de 1869. Com sua fachada imponente no estilo neoclássico, o prédio ficou com o salão e os camarotes lotados naquela noite. O público saiu de casa para assistir a um espetáculo com desfecho impensável para a elite econômica da época. (mais…)

Ler Mais