MPF/RJ recomenda ao Ministério da Cultura tornar sem efeito nomeação de Superintendente do Iphan-RJ, condenado por improbidade administrativa

Cláudio Mendonça foi condenado em ação de improbidade administrativa e não possui qualificação para o cargo, afirma a Procuradoria

MPF RJ

O Ministério Público Federal no Rio de Janeiro (MPF/RJ) expediu hoje recomendação dirigida ao ministro da Cultura, Roberto Freire, e ao ministro-chefe da Casa Civil, Eliseu Padilha, para que tornem sem efeito a nomeação de Cláudio Roberto Mendonça Schiphorst para o cargo de superintendente do Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan) no estado do Rio de Janeiro. Para o MPF, a nomeação, publicada em portaria assinada em 22 de março pelo secretário-executivo substituto do Ministério da Cultura, contraria os princípios constitucionais da legalidade, impessoalidade, moralidade e eficiência, porque o nomeado já foi condenado em primeira instância à suspensão de seus direitos políticos, em ação de improbidade administrativa na qual também é ré a ex-governadora do estado, Rosinha Garotinho. (mais…)

Ler Mais

Prefeitura quer que políticos do PSOL paguem prejuízo de empresas de ônibus

Sul21

“Esta ação do governo Marchezan é a coisa mais surreal e absurda que já vi nos últimos anos. PSDB advogando para defender empresários de ônibus”. Essa foi a reação da vereadora Fernanda Melchionna (PSOL) ao comentar a decisão da Prefeitura de Porto Alegre que entrou na Justiça contra cinco lideranças do partido no Rio Grande do Sul – Luciana Genro, Fernanda Melchionna, Pedro Ruas, Alex Fraga e Roberto Robaina – querendo que elas sejam responsabilizados por um prejuízo de R$ 5 milhões que teria sido causado às empresas de ônibus da capital gaúcha no ano passado. Esse prejuízo teria como causa uma ação judicial movida pelo PSOL que congelou a tarifa em R$ 3,25 por um período de 33 dias, até entrar em vigor o novo aumento que elevou o preço da passagem para R$ 3,75. (mais…)

Ler Mais

MST se manifesta sobre a Operação Carne Fraca e denuncia corrupção no MAPA

“Denunciamos o conluio entre a mídia e o governo golpista para escamotear o processo de corrupção entre as empresas do agronegócio e os fiscais do Ministério da Agricultura (MAPA).”

MST

Em nota, o MST se manifestou sobre a Operação Carne Fraca, da Polícia Federal, além de denunciar a corrupção no Ministério da Agricultura (MAPA). O documento denuncia “o conluio entre a mídia e o governo golpista para escamotear o processo de corrupção entre as empresas do agronegócio e os fiscais do Ministério da Agricultura (MAPA)”. E exige que a apropriação privada desse Ministério pelo Agronegócio também seja investigada.  (mais…)

Ler Mais

Fisiologismo ruralista envergonha governo e agronegócio

Por Márcio Santilli, no Justificando

O erro de nomear o deputado ruralista Osmar Serraglio (PMDB-PR) para um ministério, como o da Justiça, com atribuições de alta sensibilidade política, está custando caro demais ao presidente Michel Temer (PMDB-SP). O desgaste de alçar ao cargo quem advogou em defesa de Eduardo Cunha (PMDB-RJ) e pretende destruir os direitos de índios e quilombolas já tinha sido grande. (mais…)

Ler Mais

“Carne Fraca”: Record mostra que Osmar Serraglio protegia frigorífico

Ministro da Justiça diz a empresário, em áudio, que protege grupo rival; restante da imprensa silencia; ele indicou suspeito de chefiar esquema

Por Alceu Castilho, no De Olho nos Ruralistas

Dono de frigoríficos no Paraná, Reinaldo Gomes de Morais conversa com o atual ministro da Justiça, Osmar Serraglio, então deputado federal (PMDB-PR). Pede que devolva o Serviço de Inspeção Federal (SIF) dele – que estaria sendo retido na Superintendência de Agricultura do Estado do Paraná por pressão do deputado. Outro frigorífico está usando as instalações do empresário. Serraglio responde: (mais…)

Ler Mais

“Carne Fraca”: novo presidente da Comissão de Agricultura da Câmara recebeu doação de investigado

Conduzido coercitivamente pela PF, empresário financiou campanha de Sérgio Souza (PMDB); nos grampos, fiscais falam em “muito dinheiro”

Por  Alceu Luís Castilho e Cauê Ameni, no De Olho nos Ruralistas/MST

Dois antigos colegas da bancada ruralista veem-se cada vez mais enroscados nos grampos da Operação Carne Fraca. Um deles, Sérgio Souza (PMDB-PR), foi eleito nesta quinta-feira – e por unanimidade – presidente da Comissão de Agricultura, Pecuária, Abastecimento e Desenvolvimento Rural da Câmara – um dos principais bunkers ruralistas do país. O outro é Osmar Serraglio, agora ministro da Justiça. (mais…)

Ler Mais

Protesto contra a Reforma da Previdência foi maior que o anticorrupção, por Leonardo Sakamoto

Blog do Sakamoto

As manifestações contra corrupção e de apoio à Operação Lava Jato, deste domingo (26), convocadas pelos movimentos que defenderam o impeachment foram menores que os protestos contra a Reforma da Previdência, ocorridos no dia 15 de março. A Polícia Militar e institutos de pesquisa não fizeram estimativas em ambos, mas jornalistas e pesquisadores que estiveram nas duas ressaltam a diferença. E a menos que apareça um fato novo, a tendência é que essa diferença aumente ainda mais. (mais…)

Ler Mais

Policiais armados com metralhadora intimidam jornalistas em fazenda de Padilha

Repórteres procuravam pista de pouso clandestina em fazenda do ministro investigada por crimes ambientais dentro de parque estadual

Por Cauê Ameni, em De Olho dos Ruralistas

Na segunda-feira (20/03), os jornalistas Bruno Abbud e Ednilson Aguiar, do jornal O Livre, faziam uma reportagem sobre as fazendas irregulares do ministro-chefe da Casa Civil, Eliseu Padilha (PMDB-RS), dentro do Parque Estadual Serra de Ricardo Franco, quando foram abordados por dois fiscais da Secretaria do Meio Ambiente do Mato Grosso (Sema) e dois policiais civis carregando metralhadoras. “Vocês estiveram na fazenda do ministro?”, questionou o fiscal Laerte no meio da estrada rural de Vila Bela da Santíssima Trindade. (mais…)

Ler Mais

Serraglio não tem condição moral para continuar Ministro da Justiça

Por João Filho, no The Intercept Brasil

O esquartejamento dos direitos trabalhistas e o atentado à liberdade de imprensa promovido pelo juiz Sérgio Moro foram os grandes assuntos da semana.

Sorrateiramente, Rodrigo Maia (DEM) e o governo não eleito encaminharam a aprovação de um antiquado projeto de terceirização de FHC que estava engavetado há 19 anos. Em pouquíssimo tempo, anos de conquistas trabalhistas foram golpeados sem dó e sem debate com a população. Agora, todo trabalhador poderá ser sua própria empresa, mas sem os lucros do negócio e sem os direitos de trabalhador. Não tem como dar errado. (mais…)

Ler Mais

Servidor é condenado a multa de 10 mil reais por “depreciar bom nome” de Geddel

Socialista Morena

Um funcionário da Funai (Fundação Nacional do Índio) foi condenado esta semana a pagar 10 mil reais de indenização ao ex-ministro Geddel Vieira Lima por chamá-lo de “golpista” num avião e divulgar as imagens no facebook. Segundo o juiz Jayder Ramos de Araújo, do Distrito Federal e Territórios, “as duas manifestações revelaram o propósito de depreciar a imagem e o bom nome” de Geddel, “uma vez que imputavam a ele a conduta relacionada à corrupção”. (mais…)

Ler Mais