A bola está com elas

Exposição, em SP, reconstrói a trajetória das mulheres no futebol. Desde os primeiros tempos no século 19, passando por sua proibição até 1979 e pela popularização de hoje, história é marcada por apagamento e desigualdade de direitos

por Inês Castilho, em Outras Palavras

Um decreto assinado por Getúlio Vargas em 1941 proibiu as mulheres brasileiras de jogar futebol. O impedimento caiu depois de muita luta, durante a segunda onda do feminismo – foi liberado em 1979 e regulamentado em 1983. A exposição do Museu do Futebol Contra Ataque! As Mulheres do Futebol convida a população a refletir sobre o apagamento do futebol feminino e à desigualdade de direitos no esporte.

(mais…)

Ler Mais

“A reforma tributária é a mais importante para o Brasil superar a desigualdade social”. Entrevista especial com Rosa Angela Chieza

Por: Patricia Fachin, em IHU On-Line

A tributação não pode ser vista apenas como uma política cujo resultado assegura um montante de recursos para o Estado investir em serviços públicos, mas deve ser pensada antes de tudo como uma política pública. É a partir dessa concepção que a economista Rosa Angela Chieza defende a Reforma Tributária Solidária – RTS, proposta pela Associação Nacional dos Auditores Fiscais da Receita Federal do Brasil – Anfip, pela  FENAFISCO com apoio de outras instituições, como o Conselho Federal de Economia – Cofecon e o Instituto Justiça Fiscal – IJF, a fim de assegurar a distribuição de renda e o enfrentamento das desigualdades no país. “A tributação não é apenas uma política cujo resultado é um montante de recursos em poder do Estado, que financiará os gastos públicos em diferentes áreas, como saúde, educação, justiça, defesa civil, serviços de bombeiros e outros, mas é também uma política pública, porque através dela o Estado opta por tributar: Quem? Quais classes? Quais rendas opta por tributar mais? A renda advinda de salário? Ou a renda advinda de lucros e dividendos?, por exemplo. Ao fazer esta opção por tributar ‘mais quem’ em detrimento de ‘quem de qual classe social’, de qual nível de renda, o Estado estará beneficiando um grupo na sociedade em detrimento de outro”, explica.

(mais…)

Ler Mais

Stiglitz: hora de enterrar um sistema fracassado

Nobel da Economia sugere que basta: em 40 anos, neoliberalismo provou ser incapaz tanto de promover justiça quanto de criar riquezas. Para afastar os riscos de degradação e fascismo, precisamos de uma nova esquerda democrática

Por Joseph Stiglitz | Tradução: Felipe Calabrez, em Outras Palavras

Que tipo de sistema econômico é mais propício ao bem-estar humano? Essa questão definirá nossa época, porque, após 40 anos de neoliberalismo nos Estados Unidos e em outras economias avançadas, sabemos o que não funciona.

(mais…)

Ler Mais

Jovens negros são maioria em casos de suicídio no Brasil

Segundo o Ministério da Saúde, a cada dez jovens de 10 a 29 anos que cometem suicídio, seis são negros

Por Marina Souza, Carta Capital

Um dado alarmante ilustra a gravidade do racismo na sociedade brasileira: a cada dez jovens (de 10 a 29 anos) que cometem suicídio, seis são autodeclarados negros. O levantamento, do Ministério da Saúde (MS), revela não somente uma disparidade racial, como também a necessidade de políticas públicas mais eficientes para a população negra.

(mais…)

Ler Mais

As despesas VIP do governo

Seguem os cortes na Saúde e Educação, enquanto gastos com os juros da dívida pública aumentam: em abril, foram R$ 35 bilhões. Política econômica que só beneficia o rentismo pode ser revista — como já demonstraram até mesmo os EUA

por Paulo Kliass, em Outras Palavras

O governo do capitão herdou de seu antecessor a estratégia do austericídio e toda a estrutura montada para dar cabo da tarefa de desmonte das políticas públicas e de destruição do pouco que ainda resta de Estado provedor de direitos e serviços essenciais para a maioria da população brasileira.

(mais…)

Ler Mais

Mais de 90% da ‘economia’ da ‘reforma’ da Previdência viria dos mais pobres, alerta ex-banqueiro

Eduardo Moreira, ex-sócio do Pactual, faz campanha de esclarecimento sobre ‘reforma’ da Previdência de Bolsonaro. “Não vai ser boa para nenhum brasileiro”.

por Rede Brasil Atual, no IHU

Que ‘reforma’ da Previdência é essa? A pergunta ganhou a internet e ficou entre os assuntos mais comentados do Twiiter nesta terça-feira (4). O questionamento dá nome a uma campanha que quer esclarecer as propostas do governo do presidente, Jair Bolsonaro (PSL), sobre o tema (PEC 06/19). Mais de 90% da economia pretendida com a reforma irá gerar vem dos mais pobres, segundo alerta o economista Eduardo Moreira.

(mais…)

Ler Mais

O trilhão do Guedes vai sair dos mais pobres e vai para os bancos, diz Maria Lúcia Fattorelli

Luís Eduardo Gomes, no Sul21

“O trilhão do Guedes vai sair dos mais pobres e vai para os bancos”. Foi assim que Maria Lúcia Fattorelli, auditora aposentada da receita federal e coordenadora do movimento Auditoria Cidadã da Dívida, avaliou a reforma da Previdência proposta pelo ministro da Economia, Paulo Guedes, do governo Jair Bolsonaro (PSL). Uma das principais vozes contra a reforma, Fattorelli esteve em Porto Alegre na segunda-feira (3) para participar de uma atividade promovida pela Subcomissão de Seguridade Social da Mulher da Câmara dos Deputados, presidida pela deputada federal Federal Melchionna (PSOL-RS), na Faculdade de Educação (Faced) da Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS).

(mais…)

Ler Mais

Quilombolas e pescadores da Ilha de Maré (BA) denunciam contaminação química

Colônia de Pescadores apresentou denúncia à Comissão Nacional de Direitos Humanos e pediu providências imediatas

Redação Brasil de Fato

Localizada na Baía de Todos os Santos, no município de Salvador, a Ilha de Maré, uma comunidade negra rural, abriga dez mil remanescentes de quilombos, muitos dos quais vivem da pesca. No dia 31 de maio, a Coordenação da Colônia de Pescadores da Ilha de Maré de Salvador apresentou uma denúncia ao Conselho Nacional de Direitos Humanos (CNDH) relatando a contaminação química a qual os habitantes são expostos e pedindo providências.

(mais…)

Ler Mais

Cursos Pré-Universitários Populares e o pensamento crítico contra as desigualdades do sistema educacional brasileiro. Entrevista especial com Carmo Thum e com educadores do curso Alternativa de Santa Maria

Por Wagner Fernandes de Azevedo, no IHU

Depois dos ataques do governo Bolsonaro às universidades públicas, manifestações em defesa da educação emergiram em todos os estados do Brasil. Entretanto, a luta por investimentos em educação e pela qualidade e igualdade de oportunidades não é novidade. A universalização do acesso à educação é um projeto inacabado no Brasil. Enquanto o acesso ao ensino superior é restrito por provas como o vestibular ou o Enem, a desigualdade existente no sistema educacional brasileiro se evidencia.

(mais…)

Ler Mais

O conto de fadas de Paulo Guedes

Desigualdade cresce. “Superministro” insiste na desastrosa fábula de “austericídio” fiscal e da privatização de estatais. Não há “boa vontade” do mercado: recuperar o protagonismo do Estado é crucial para sairmos desse desastre neoliberal

por Paulo Kliass, em Outras Palavras

O governo do capitão vai completar cinco meses de vida na semana que vem. O grau de insatisfação no interior das próprias forças políticas que atuaram para sua vitória no pleito de outubro passado só faz aumentar a cada dia. A frustração que acomete uma parcela significativa de nossa população acaba tendo impactos também no interior do próprio Congresso Nacional. Em nenhum momento de nossa História havia sido registrado um grau de impopularidade tão elevado para uma equipe em início de mandato presidencial.

(mais…)

Ler Mais