Google e Facebook: pior do que Crivella?

Um grito que se cala

Fausto Salvadori, editor e repórter da Ponte Jornalismo

O horror volta e meia mostra a sua cara no cotidiano de quem trabalho com temas ligados a direitos humanos no Brasil. Nos dias que correm, costuma aparecer na forma de vídeos amadores, com enquadramento torto e áudio entrecortado, e tanto pode ser flagrado pelos celulares de testemunhas que buscam denunciar o horror como por algozes que fazem questão de filmar e exibir o horror que provocaram.

(mais…)

Ler Mais

Desprezível

Após a sessão de tortura em um de seus supermercados, a Ricoy escreveu uma nota. Vejam bem: os fios elétricos, transformados em chicote, foram empunhados por outras mãos — mãos terceirizadas, vale destacar

por Priscila Figueiredo*, em Outras Palavras

Em dezembro de 1888, já passada a Abolição, Machado de Assis cismou com a forma como veio a se noticiar a morte de um carrasco de Minas Gerais, o qual teria exercido o “desprezível ofício desde 1835 até 1858”: “Por que carga d’água há de ser desprezível um ofício criado por lei? Foi a lei que decretou a pena de morte, e desde Caim até hoje, para matar alguém é preciso alguém que mate. A bela sociedade estabeleceu a pena de morte para o assassino, em vez de uma razoável compensação pecuniária aos parentes do morto, como queria Maomé. Para executar a pena não se há de ir buscar o escrivão, cujos dedos só se devem tingir no sangue do tinteiro. Usamos empregar outro criminoso” (Bons dias!, 27/12/1888).

(mais…)

Ler Mais

ONU alerta para redução de espaço democrático no Brasil. Bolsonaro rebate com ataque a pai de Bachelet torturado e morto pela ditadura Pinochet

Michelle Bachelet destacou ataques contra defensores da natureza e dos direitos humanos. Em resposta, o presidente brasileiro chamou agenda de direito humanos de ”bandidos”

Por Agência France-Presse, no Correio Brazilense

A Alta Comissária da ONU para os Direitos Humanos, Michelle Bachelet, alertou, nesta quarta-feira (4/9), sobre uma “redução do espaço democrático” no Brasil, especialmente com ataques contra defensores da natureza e dos direitos humanos. 

(mais…)

Ler Mais

Uma cruel vitrine do Brasil que ainda celebra a tortura

Cena de adolescente chicoteado por furtar barra de chocolate em São Paulo não é episódio isolado no país que maltrata jovens negros nas ruas e no sistema prisional

por Breiller Pires, em El País

Enquanto tenta implorar a seu algoz pelo fim do açoite, com gritos abafados por uma mordaça, o adolescente de 17 anos recebe chicotadas pelo corpo despido, seguidas de risos e intimidações de outro homem que filmava a cena que viralizou nesta terça-feira. De acordo com o boletim de ocorrência registrado em uma delegacia na zona Sul de São Paulo, o episódio aconteceu no mês passado, nas dependências de um supermercado da rede local Ricoy, onde o garoto foi acusado de ter furtado uma barra de chocolates. No vídeo com menos de um minuto, ele também é ameaçado de morte pelos dois agressores, que, segundo o inquérito, são seguranças do estabelecimento.

(mais…)

Ler Mais

1964, o ano que não termina. Por Marcio Sotelo Felippe

Na Revista Cult

No dia anterior à decisão do STF sobre a soltura de Lula, um tuíte do general Villas Boas, comandante do Exército, mandou um recado aos ministros: “asseguro à Nação que o Exército Brasileiro julga compartilhar o anseio de todos os cidadãos de bem de repúdio à impunidade e de respeito à Constituição, à paz social e à Democracia, bem como se mantém atento às suas missões institucionais”.

(mais…)

Ler Mais

Justiça nega recurso do governo e reintegra peritos de combate à tortura exonerados por Bolsonaro

Decreto do presidente exonerava peritos e extinguia cargos do Mecanismo Nacional de Prevenção e Combate à Tortura

Por Juliana Dal Piva, Leandro Prazeres e João Paulo Saconi, O Globo

A Justiça Federal do Rio de Janeiro manteve nesta quinta-feira a decisão de suspender parte do decreto assinado pelo presidente Jair Bolsonaro (PSL) para exonerar 11 integrantes do Mecanismo Nacional de Prevenção e Combate à Tortura (MNPCT) e acabar com a remuneração destinadas aos cargos deles. Trata-se da segunda derrota judicial em desfavor do governo no caso.

(mais…)

Ler Mais

Justiça revoga decisão de Bolsonaro que exonerou integrantes de grupo de combate à tortura

Mecanismo é responsável por vistoriar as condições de tratamento concedidas em presídios mantidos pelo Estado

Por Leandro Prazeres, O Globo

A Justiça Federal do Rio de Janeiro suspendeu parte do decreto assinado pelo presidente Jair Bolsonaro (PSL) em junho que exonerou 11 integrantes do Mecanismo Nacional de Prevenção e Combate à Tortura (MNPCT) e mandou reintegrar os funcionários exonerados. O mecanismo é responsável por vistoriar as condições de tratamento concedidas empresídios e outros tipos de unidade de internação mantidas pelo Estado. A decisão foi dada em caráter liminar (provisória) em resposta a uma ação movida pela Defensoria Pública da União (DPU). O governo ainda pode recorrer.

(mais…)

Ler Mais

Lucas Pedretti: “Ele quer construir uma sociedade que aceita a tortura, o extermínio, a violência de Estado”

Em entrevista, historiador Lucas Pedretti destrincha atuação do presidente e grupos ligados às Forças Armadas para consolidar visão positiva sobre a ditadura militar, possivelmente usando a estrutura do Estado.

Por João Soares, na DW

O presidente Jair Bolsonaro se envolveu ativamente, nas últimas duas semanas, com uma agenda que dominou sua atuação como parlamentar durante 30 anos: a promoção de uma memória apologética da ditadura militar.

(mais…)

Ler Mais

Inspirações para Bolsonaro. Por Janio de Freitas

Criação de escolas militarizadas foi decisiva para infiltração do nazismo

Na Folha

O governo Bolsonaro não tem a direcioná-lo uma doutrina, nem de arremedo, que lhe dê fisionomia como razão de ser e de propósito. O nível médio de ignorância entre os que o habitam não permitiria lidar com ideias, rasas que fossem, nem com noções de ordem cultural, simplistas embora.

(mais…)

Ler Mais