Um encontro impreCionante

Newsletter do The Intercept Brasil, por Leandro Demori e Rafael Moro Martins

Vasculhando as agendas públicas dos ministros do Bolsonaro, o repórter Rafael Neves notou que Abraham “imprecionante” Weintraub recebeu anteontem lobistas de um método de ensino de matemática chamado Cingapura. O método ficou famoso nos últimos tempos por ter sido adotado por Jeff Bezos, dono da Amazon. O problema não é o método, mas as pessoas envolvidas no lobby. Weintraub apagou o nome de um deles de sua agenda oficial (por quê?), mas nós vamos contar quem são ele e sua turma.

(mais…)

Ler Mais

Educação Pública: E se Bolsonaro destruir o Fundeb?

Em sua escalada ultraliberal, governo pode acabar com Fundo que banca 56% dos recursos da rede pública municipal e o Piso Nacional a professores. Mais de 20 milhões de estudantes seriam prejudicados, principalmente no Norte e Nordeste

Uma nota técnica do Dieese, em Outras Palavras

Introdução

A garantia legal de recursos para a educação é fruto de longas e intensas lutas dos profissionais da educação, que remontam ao período imperial de nossa história. A primeira fonte de financiamento para a educação pública brasileira é datada de 1772, com a criação do subsídio literário, que era um tributo incidente sobre “[…] as vendas de carne nos açougues e de cachaça nos alambiques” (BRASIL, 2006, p.24). Em 1834, por meio de Ato Adicional, atribuiu-se às províncias a responsabilidade pela educação primária (ou elementar) e estipulou-se que seu financiamento deveria advir de “recursos da receita geral, de loterias e de rifas.” (CURY, 2018, p. 1.221).

(mais…)

Ler Mais

No mundo do Balão Mágico: discípulo de Olavo de Carvalho que vai decidir o conteúdo dos livros didáticos para crianças de 6 e 7 anos

por Rafael Moro Martins, Rafael Neves, Beatriz Amaro, no The Intercept Brasil

UM DISCÍPULO DE OLAVO DE CARVALHO que afirma ter desenvolvido seu próprio método para alfabetizar crianças será o responsável por definir qual o conteúdo dos novos livros didáticos do primeiro e segundo anos do ensino fundamental a partir de 2021.

Trata-se de Carlos Nadalim, um bacharel em direito e mestre em educação que jamais assinou publicações científicas sobre alfabetização, mas tornou-se ícone conservador por manter um blog em que dá orientações a quem prefere educar os filhos em casa e longe da escola – uma obsessão de radicais cristãos.

(mais…)

Ler Mais

Representantes de programas de pós-graduação em biodiversidade divulgam carta sobre novo presidente da Capes

Assinam a carta aberta 82 coordenadores e vice-coordenadores de 81 programas de pós-graduação em biodiversidade do País

Na USP

Coordenadores e vice-coordenadores de 81 programas de pós-graduação em Biodiversidade, em carta aberta, expressaram preocupação com a nomeação de Benedito Guimarães Aguiar Neto como presidente da Capes. A apreensão, segundo os signatários, vem da convicção de Aguiar Neto a respeito da relevância do estudo e consequente ensino do chamado “Design Inteligente”.  A preocupação, dizem,  mais do que uma disputa que poderia ser puramente “acadêmica”, é de que a área de Biodiversidade, uma das maiores da Capes em número de programas, seja desprestigiada, dado que utiliza a evolução biológica como fio condutor em pesquisas e no ensino em todos os seus programas. Abaixo, leia a carta na íntegra. 

(mais…)

Ler Mais

‘Vouchers vão gerar um apartheid educacional’

Roberto Leher, pesquisador da educação e ex-reitor da UFRJ, vê grave encontro de fundamentalismos na política de vouchers anunciada pelo ministro da economia, Paulo Guedes, para a educação infantil

Beatriz Mota – EPSJV/Fiocruz

Enquanto o ministro da educação Abraham Weintraub tenta sobreviver a uma crise gerada pelas falhas de correção no Enem, vem de fora da pasta (e do país) o anúncio que pode impactar fortemente o futuro da educação no Brasil. No Fórum Econômico Mundial, em Davos, o ministro da Economia Paulo Guedes afirmou que haverá um “gigantesco” programa de distribuição de vouchers para a educação infantil. A ideia é que os cupons – que funcionam como uma espécie de cheque – sejam entregues diretamente às famílias das crianças, para que elas possam escolher “livremente” onde aplicar esses recursos: em mensalidades de creches e escolas privadas ou públicas.

(mais…)

Ler Mais

Gestão Weintraub é marcada por erros, retrocessos e ataques à educação, professores e estudantes

Nesta quarta-feira, MPF divulgou despacho em que é detectada nova irregularidade no Sisu: número de vagas a deficientes é menor do que deveria

por Eduardo Maretti, da RBA

São Paulo – O Ministério Público Federal (MPF) em Brasília detectou mais um problema no Sistema de Seleção Unificada (Sisu). Segundo despacho do procurador Felipe Fritz Braga divulgado ontem (29), um “expressivo número de cursos em todo o país” teve vagas reservadas à população com deficiência em número inferior ao determinado pelas normas, de acordo com a Lei nº 12.711/2012 (a Lei de Cotas). “Ou mesmo não tiveram nenhuma vaga reservada para esses candidatos.” O procurador pede esclarecimentos ao Ministério da Educação (MEC).

(mais…)

Ler Mais

Balbúrdia no Enem

Ana Julia Ribeiro, Brasil de Fato

O caos instalado e generalizado no Ministério da Educação (MEC), o maior órgão de educação do país, já não é segredo para ninguém. Após os escandalosos #errosnoEnem, tão difundidos pelas redes sociais, e que foram tratados com total relapso pelos técnicos do MEC e pelo ministro Abraham Weintraub, uma briga judicial foi instaurada. 

(mais…)

Ler Mais

Justiça determina que estado do Pará e município de Itaituba garantam educação escolar em aldeias indígenas

Decisão segue pedido do Ministério Público Federal

Ministério Público Federal no Pará

A Justiça Federal, em decisão liminar (urgente), obrigou o município de Itaituba (PA) e o governo do estado do Pará a tomarem medidas para garantir que a comunidade escolar indígena frequente ambiente seguro e minimamente estruturado. A decisão, da juíza federal Sandra Maria Correia da Silva, foi publicada no último dia 22, e acata pedidos do Ministério Público Federal (MPF).

(mais…)

Ler Mais

TRF-3 nega pedido do governo e mantém suspensa divulgação do resultado do Sisu

Desembargadora disse que governo ainda precisa dar posicionamento ‘seguro e transparente’ sobre correção do Enem. Advocacia-Geral da União pode recorrer ao STJ ou ao STF

Por Mariana Oliveira, G1

A presidente do Tribunal Regional Federal da 3ª Região (TRF-3), desembargadora Therezinha Cazerta, rejeitou na noite deste domingo (26) pedido da Advocacia-Geral da União (AGU) para derrubar a decisão que suspende a divulgação do resultado do Sistema de Seleção Unificada (Sisu) assim que as inscrições forem encerradas – às 23h59 deste domingo.

(mais…)

Ler Mais

Nota Pública do Núcleo de Apoio à Pesquisa EDEVO-Darwin, da USP, sobre criacionismo na presidência da Capes

O Núcleo de Apoio à Pesquisa em Educação, Divulgação e Epistemologia da Evolução “Charles Darwin” (NAP EDEVO-Darwin), ligado à PróReitoria de Pesquisa da Universidade de São Paulo, que reúne diversos cientistas atuantes na área da evolução biológica, diante de matéria divulgada no site do jornal Folha de São Paulo de hoje (24/01/2020), sobre opinião emitida por pessoa que será encarregada de dirigir a Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal do Ensino Superior (CAPES), ligada ao Ministério da Educação (MEC), vem a público esclarecer que:

(mais…)

Ler Mais