Genocídio da população trans e travesti é tema de ciclo de debates na Bahia

Formação de estereótipos impacta na redução da qualidade de vida dessas pessoas. A partir dos 13 anos, em média, pessoas desse gênero são expulsas de casa pela família

por Gabriel Valery, da RBA

A Universidade do Estado da Bahia (Uneb) promove, entre hoje (16) e amanhã, o 1º Ciclo Estadual de Conferências Sobre Identidade Trans e Travesti, no campus da instituição, em Salvador. O sexólogo, estudante de Psicologia, monitor e professor do Projeto Universidade para Todos (UpT), Armando Januário dos Santos, que organiza e palestra no evento, classifica o evento como “de máxima importância”, já que “estamos em um país que, de acordo com a Associação Nacional de travestis e Transexuais, em relatório de 2017, uma pessoa de identidade T vive, em média, 35 anos”. (mais…)

Ler Mais

No Pará, famílias expulsas pela Vale agora brigam contra a Hydro

Para apostar na agricultura tradicional, comunidade do Tauá enfrentou a vigilância de drones, destruição das casas e poluição tóxica

Por Jessica Mota, da Agência Pública

O visitante desavisado que pega a PA-483 em Barcarena, ilha próxima a Belém do Pará, nem imagina o que se esconde por trás da floresta que margeia a estrada. A rodovia de duas mãos e duas pistas, sem acostamento, é rota de caminhões que vão e voltam dos portos de escoamento de multinacionais que exportam grãos, bois e alumina – substância-base do alumínio –, produções de muito peso na balança comercial brasileira. (mais…)

Ler Mais

Biblioteca da Unicamp sofre pichações racistas e ameaças

Com teor de ameaça, as pichações na Unicamp continham suásticas e mensagens como “Vai ter Massacre #Columbine” e “Poder Branco”

Revista Fórum

A Biblioteca Antonio Candido, do Instituto de Estudos da Linguagem (IEL) e banheiros do Instituto de Geociências da Universidade Estadual de Campinas (Unicamp), no interior de São Paulo, amanheceram nesta quarta-feira (15), com pichações racistas, desenhos de suásticas e com mensagens de ameaça em mesas, paredes e telas de computadores. (mais…)

Ler Mais

Comunidade Tremembé do Engenho sofre novas ameaças de jagunços

Os invasores se retiraram, mas os indígenas que residem no território há anos temem pelo retorno dos jagunços em maior quantidade

Por Yndara Vasques/ASCOM MIQCB e Viviane Vazzi Pedro/Assessoria Jurídica CIMI-MA

A comunidade Tremembé do Engenho, em São José de Ribamar, voltou a vivenciar dias angustiantes. Três jagunços armados entraram na manhã dessa terça-feira (14) no território havendo enfrentamento com os moradores. Os invasores se retiraram, mas os indígenas que residem no território há anos temem pelo retorno dos jagunços em maior quantidade. (mais…)

Ler Mais

América Latina e a busca de um modelo econômico pós-extrativista. Entrevista especial com Dário Bossi

Por: Patricia Fachin, no IHU

“Muitos pensam que não é um problema para um país depender economicamente dos recursos naturais que tem à disposição em seu território”, diz Dário Bossi à IHU On-Line. Entretanto, adverte, a pauta extrativista que visa à exploração de bens naturais propicia ao país “um desenvolvimento instável, fortemente dependente das flutuações dos preços internacionais das matérias-primas, de visão curta e sem futuro, pela finitude dos recursos à disposição”. (mais…)

Ler Mais

Câmara aprova alteração na Lei Maria da Penha para agilizar medidas de proteção

Projeto permite que policiais possam tomar medidas contra os agressores em situações urgentes

Por Valentina Trevor, O Jota

O plenário da Câmara dos Deputados aprovou, nesta terça-feira (14), substitutivo do deputado João Campos (PRB-GO) ao PL 6433/2013, que altera a Lei Maria da Penha para permitir que, além de juízes, delegados e policiais determinem o afastamento imediato do lar de agressores familiares quando for verificada existência de risco atual ou iminente à vida ou à integridade física da mulher e de seus dependentes. (mais…)

Ler Mais

Como eu matei a minha filha

por Cadu Castro no Fãs da Piscanalise

Sou machista. Fui criado assim. Cresci, casei e tive uma filha. Sempre subjuguei a minha mulher, o que achava ser completamente natural. Afinal, o machismo é tão estrutural que se naturaliza. Usava adjetivos como incompetente, idiota, estúpida, para criticar muitas de suas falas e posturas, e assim a diminuir, apequenar. Nunca a agredi fisicamente, mas praticava a violência psicológica. Minha filha foi criada nesse ambiente. (mais…)

Ler Mais

Cacique Jorginho Guajajara é assassinado no Maranhão

Crime estaria relacionado ao acirramento do conflito dos índios com madeireiros que invadem impunemente a Terra Indígena Araribóia.

No ISA

Mais uma liderança indígena é morta no Brasil. O cacique Jorginho Guajajara, da Terra Indígena Araribóia, na Amazônia maranhense, foi assassinado no último fim de semana. Segundo lideranças Guajajara ouvidos pela reportagem do ISA, seu corpo foi encontrado na manhã do domingo (12/8) na entrada do município de Arame (MA), cuja sede faz limite com a TI. Jorge era cacique da aldeia Cocalinho I, do povo Guajajara. (mais…)

Ler Mais

A retórica indígena e a narrativa da Constituição

Por Pedro Mandagará*, em Suplemento Pernambuco

Em outubro, a Constituição Federal do Brasil faz trinta anos. É um dos textos que mais duram em nossa história. As Constituições mais perenes foram as primeiras: a do Império, de 1824, que foi substituída pela primeira da República, em 1891. Esta durou até 1934, fechando 43 anos. As três décadas da brasileira são pouco perto da que rege os Estados Unidos, em vigor desde 1789, ou da longa história do constitucionalismo inglês, que remonta à Magna Carta (1215), mas ainda assim representam um período precioso em nossa história. (mais…)

Ler Mais