Jacqueline Muniz: ‘se a operação policial cria desordem e violência, a quem ela serve?’

A antropóloga e professora de segurança pública da UFF Jacqueline Muniz faz uma análise das polícias, da violência de Estado e dos efeitos das operações policiais no Brasil em live da Ponte

 por Elisa Fontes, na Ponte Jornalismo

Desde o começo da pandemia de Covid-19, as operações policiais nas favelas e periferias do Brasil se tornaram centro do debate sobre a letalidade policial. Na última quinta-feira (15/7) a Ponte recebeu uma especialista que deu uma verdadeira aula sobre o assunto: a antropóloga e professora adjunta do Departamento de Segurança Pública da Universidade Federal Fluminense (UFF), Jacqueline Muniz. A live comandada pela repórter Beatriz Drague Ramos, no canal de Youtube da Ponte, esclareceu como o país tem registrado altos índices de violência e um recorde de letalidade policial, como registra o Anuário do Fórum Brasileiro de Segurança Pública de 2020, divulgado neste mês.

(mais…)

Ler Mais

MPF e OAB encaminham carta ao governo de Sergipe pela criação e garantia de autonomia de órgãos de combate à tortura

Documento foi aprovado durante a Audiência Pública realizada pelo MPF e OAB, em parceria com DPU, DPE, MP/SE, MPT, UFS, Seias e MNDH/SE

Ministério Público Federal em Sergipe

O Ministério Público Federal (MPF) e a Ordem dos Advogados do Brasil em Sergipe encaminharam nesta terça (20), ao governador de Sergipe, Belivaldo Chagas, a Carta de 14 de Julho, para que sejam adotadas providências que garantam a implantação do Comitê e do Mecanismo de Prevenção e Combate à Tortura em Sergipe.

(mais…)

Ler Mais

Órgãos descumprem decisão sobre o deslocamento de forças federais para a região do Rio Abacaxis (AM)

Após mais de um mês do não cumprimento de decisão, MPF pede aplicação de multa diária no valor de R$ 100 mil

Procuradoria Regional da República da 1ª Região

Diante do não cumprimento de decisão do Tribunal Regional Federal da 1ª Região (TRF1), que, em 7 de junho, determinou o deslocamento imediato de forças policiais federais para conter a violência contra indígenas e ribeirinhos da região do município de Nova Olinda do Norte, no Amazonas, o Ministério Público Federal (MPF) pediu a aplicação de multa no valor de R$ 100 mil por dia de atraso na adoção das medidas.

(mais…)

Ler Mais

Guerra Fria Interamericana

Com documentos inéditos, livro revela como a ditadura militar brasileira ajudou a golpear a mais longeva democracia do continente em conluio com os EUA para instalar um regime sanguinário sem precedentes no Chile. Mas, enquanto o apoio de Washington se dava às claras, a intervenção brasileira acontecia no submundo.

Por Andre Pagliarini, em Jacobin

Em 2013, enquanto o Chile marcava quarenta anos do golpe que matou o ex-presidente socialista Salvador Allende, derrubou a exitosa coalizão de esquerda conhecida como Unidade Popular e enterrou a democracia de um país que até então se orgulhava de sua estabilidade política, uma campanha presidencial marcada pela memória da ditadura de Augusto Pinochet se desdobrava. Michelle Bachelet e Evelyn Matthei, duas filhas de generais da Força Aérea chilena que brincavam juntas quando meninas, protagonizam a disputa eleitoral. Como Bachelet explicou ao jornal The Guardian, “meu pai e o pai dela eram bons amigos, mas eram muito diferentes. Meu pai falava muito e ria muito. Eu sou como ele. Matthei é mais alemã. Ela é quieta”. Bachelet, que já havia exercido a presidência entre 2006-2010, primeira mulher a ocupar o cargo no Chile, disse também que “minha família realmente acreditava na justiça social e tinha a mente aberta. Isso era visto como estranho pelos militares da época. É por isso que temos visões completamente diferentes”.

(mais…)

Ler Mais

Frente Indígena realiza seminário para analisar conjuntura política e direitos indígenas

Por Frente Parlamentar Mista em Defesa dos Direitos dos Povos Indígenas

A Frente Parlamentar Mista em Defesa dos Direitos dos Povos Indígenas (FPMDDPI) realiza nos dias 5 e 6 de agosto um seminário para analisar a conjuntura política e os direitos indígenas. Os eventos terão a participação de parlamentares, lideranças indígenas e membros da sociedade civil. 

(mais…)

Ler Mais

Cientistas denunciam genocídio indígena, enquanto devastação na Amazônia é a maior em 10 anos

Violência de garimpeiros e grileiros contra indígenas cresce e avança devastação da Amazônia. Floresta perdeu neste ano o equivalente a três vezes a área de Fortaleza

Por Gabriel Valery, da RBA

O descaso com a proteção dos povos indígenas no Brasil motivou um grupo de cientistas a divulgar uma carta manifesto. O Grupo de Trabalho Meio Ambiente da Sociedade Brasileira para Progresso da Ciência (SBPC) é responsável pela autoria do documento. “Atos truculentos contra povos indígenas vêm se agravando desde 2019, antes mesmo da pandemia, e neste momento, em 2021, assistimos ao aumento vertiginoso de mortes de indígenas”, afirmam. Além do genocídio indígena, soma-se a devastação na Amazônia, que é a maior em 10 anos. A informação foi divulgada hoje (19) pelo Instituto do Homem e Meio Ambiente da Amazônia (Imazon).

(mais…)

Ler Mais

Sob Bolsonaro, número de armas de fogo nas mãos de civis duplica; 78% das vítimas são negras

País tem arsenal de, pelo menos, uma arma a cada 100 pessoas, segundo anuário do Fórum Brasileiro de Segurança Pública

Paulo Motoryn, Brasil de Fato

O número de armas de fogo nas mãos de civis no Brasil disparou. Em apenas três anos, a quantidade duplicou. Em 2020, o país chegou a um arsenal de, pelo menos, uma arma a cada 100 brasileiros.

(mais…)

Ler Mais

Padre Lino irá solicitar inclusão no Programa de Proteção aos Defensores de Direitos Humanos (PPDDH)

Aos 82 anos de idade e aos 56 anos de vida sacerdotal, o padre italiano Lino Allegri, deverá solicitar o ingresso no Programa Estadual de Proteção aos Defensores e Defensoras de Direitos Humanos (PPDDH). A decisão ocorreu na noite da última quinta-feira, dia 15, durante uma reunião virtual com amigos e membros da Defensoria Pública e do Ministério Público. A escalada de agressões, ataques virtuais e hostilidades ocorridas na Paróquia da Paz contribuiu para que esse fosse o caminho a ser tomado. A medida visa à proteção da integridade pessoal do sacerdote, bem como assegurar a manutenção da atuação dele na defesa dos direitos humanos. A possibilidade de que mais pessoas envolvidas nesse episódio de intolerância possam vir a pedir a inclusão no programa não está descartada.

por Dayanne Borges e Ricardo Moura, em Escrivaninha / IHU

Quando chegou em Fortaleza, no início da década de 1990, padre Lino atuou principalmente nos bairros da periferia, onde foi pároco no Genibaú, no Tancredo Neves e na comunidade das Goiabeiras, na Barra do Ceará. O convite para celebrar na Paróquia da Paz foi feito pelo pároco da época, o monsenhor Virgínio Asênsio Serpa. Por causa de sua condição como religioso aposentado, Lino Allegri passou a contribuir pontualmente nas capelas que atendem comunidades como a dos Trilhos e a do Campo do América. O atual pároco, padre Oliveira, pediu para que o sacerdote mantivesse suas atividades paroquiais.

(mais…)

Ler Mais

Cartilha “Povos de Terreiro e Territórios Tradicionais”

Por Thiago Hoshino

Divulgamos a cartilha *Povos de Terreiro e Territórios Tradicionais*, fruto do projeto *Kosi Omi, Kosi Orisa*, desenvolvido com apoio do Fundo Municipal de Cultura de Curitiba. O material é resultado de pesquisa interdisciplinar sobre os usos tradicionais das águas e dos espaços coletivos de natureza pelas religiões de matriz africana em Curitiba e Região e trata de temas como direitos territoriais, conflitos socioambientais e racismo ambiental e religioso.

(mais…)

Ler Mais