Macaé (RJ): justiça decide por reintegração de posse de assentamento do MST

Movimento irá recorrer aos tribunais superiores; assentamento existe há 10 anos e é referência na produção agroecológica

Jaqueline Deister, Brasil de Fato

O Projeto de Desenvolvimento Sustentável (PDS) Osvaldo de Oliveira, organizado pelo Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra (MST) em Macaé, no norte fluminense, perdeu o julgamento dos recursos do processo decisório que impediam a desapropriação do assentamento. A audiência foi virtual e ocorreu no início da tarde desta quarta-feira (25).

(mais…)

Ler Mais

Mulheres da Assembleia Internacional dos Povos ratificam sua luta contra a violência

As militantes de movimentos e organizações de todo o mundo defendem seu legado e protagonismo nas lutas populares

Redação Brasil de Fato

“Saudamos a luta feminista que as mulheres e as diversidades estão realizando nos cinco continentes contra o patriarcado, o capitalismo, o imperialismo, o sionismo e o racismo”. Assim as mulheres integrantes da Assembleia Internacional dos Povos, uma articulação internacional de movimentos populares, partidos de esquerda e sindicatos, ratificam seu compromisso com o feminismo no marco do Dia Internacional de Combate à violência contra a mulher, celebrado nesta quarta-feira, 25 de novembro.

(mais…)

Ler Mais

Duas vezes vítimas: mulheres sofreram agressões durante quarentena imposta pela pandemia

Acessar os serviços de combate à violência de gênero já era problemático antes da Covid-19, mas a quarentena durante pandemia agravou essa situação no Brasil e em outros países da América Latina

Por Anna Beatriz Anjos e Raphaela Ribeiro (Agência Pública), Carolina Gamazo (No Ficción), Isabela Ponce (GK), Javier Quintero (Quinto Elemento Lab), Keyling T. Romero (Confidencial) e María Mónica Acuña (Liga contra el Silencio), da Aliança Sentinela Covid-19

Em uma terça-feira de julho, Olivia* procurou um dos Centros de Referência em Assistência Social (Cras) da cidade onde vive, no interior de São Paulo. Queria ser ouvida por um psicólogo com quem pudesse falar das agressões que sofre na própria casa pelas mãos do marido, vinte anos mais velho que ela. “Precisava abrir minha mente, ouvir que não sou tão ruim quanto ele fala”, relata. 

(mais…)

Ler Mais

Carrefour tergiversa há décadas porque conta com o silêncio da mídia e da Justiça

Por Mario Cesar Carvalho, no Poder360

O Carrefour tergiversa, enrola e seria maravilhoso se a multinacional francesa estivesse sozinha nessa política da infâmia. Basta colocar um problema diante das empresas que elas recorrem à encenação de que fizeram tudo certo. Dizem que estão colaborando com as autoridades, quando não estão, como fazia a Odebrecht antes de assinar os acordos de colaboração. Que a intenção não era enganar o consumidor, quando entregam um produto que não era o contratado. Que estão cobrando uma taxa que não estava no contrato porque a situação mudou, mas essa condição não estava prevista.

(mais…)

Ler Mais

Número de vigilantes supera o de policiais no Brasil. ‘É um horror e não tem o devido controle’

Ex-oficial da PM paulista afirma que o assassinato de homem negro no Carrefour expõe falha de formação e fiscalização das empresas de segurança no Brasil

Por Redação RBA

São Paulo – A conduta dos seguranças do Carrefour, que na semana passada espancaram João Alberto Silveira Freitas até a morte, revela que a violência praticada contra homens negros em estabelecimentos comerciais do Brasil está diretamente ligada ao racismo estrutural. Mas também lança dúvidas sobre a fiscalização das empresas de segurança privada e como seus vigilantes são formados. É o que o observa o tenente-coronel aposentado Adilson Paes de Souza, da Polícia Militar (PM) de São Paulo, doutor em psicologia escolar e do desenvolvimento humano pelo Instituto de Psicologia da Universidade de São Paulo (USP). Ele foi entrevistado hoje (24) pela jornalista e apresentadora Marilu Cabañas, do Jornal Brasil Atual

(mais…)

Ler Mais

MPF instaura inquérito para apurar racismo estrutural na segurança privada no Rio de Janeiro

Procuradoria convidará representantes de supermercados, shopping centers e bancos para discutir medidas de prevenção à discriminação e à violência

A Procuradoria Regional dos Direitos do Cidadão no Rio de Janeiro (PRDC), órgão do Ministério Público Federal (MPF) instaurou inquérito civil para apurar as medidas adotadas pela Polícia Federal e por supermercados, shopping centers e bancos no que se refere ao enfrentamento da discriminação e do racismo estrutural nos serviços de vigilância destes estabelecimentos. 

(mais…)

Ler Mais

Após apoiar revolta contra Carrefour, jornalista é alvo de ameaças do ‘gabinete do ódio’

Maria Teresa Cruz, ex-diretora da Ponte Jornalismo, passou a receber até ameaças de morte, por demonstrar apoio à revolta por crime de racismo
contra unidade do Carrefour, em São Paulo, que terminou com vidros quebrados e nenhum ferido

Por Redação RBA

A jornalista Maria Teresa Cruz, ex-diretora da Ponte Jornalismo, passou a ser alvo do chamado gabinete do ódio, formado por apoiadores do presidente Jair Bolsonaro, após ter publicado opinião favorável à revolta contra a rede de supermercados Carrefour, na semana passada, pelo assassinato brutal de um homem negro numa unidade de Porto Alegre. Internautas já denunciados pela Justiça por ataques de difamação e por propagação de fake news passaram a atacá-la, com ofensas que incluem até mesmo ameaças de morte.

(mais…)

Ler Mais

Inscreva-se no webinar “Ser mulher e ser discriminada: a superação do racismo e da misoginia”

Na PFDC

Estão abertas as inscrições para o  webinar  “Ser mulher e ser discriminada: a superação do racismo e da misoginia”, que acontece em 26 de novembro. Promovido pela Procuradoria Federal dos Direitos do Cidadão (PFDC), o evento virtual abre o projeto Encontros da Cidadania, que visa debater diversos temas ligados à defesa dos direitos humanos no biênio 2020-2022.

(mais…)

Ler Mais

PFDC emite nota pública sobre morte de João Alberto Silveira Freitas

A Procuradoria Federal dos Direitos do Cidadão (PFDC) e a Procuradoria Regional do Direitos do Cidadão no Rio Grande do Sul manifestam repúdio ao ato de violência racial que provocou a morte de João Alberto Silveira Freitas, nas dependências do supermercado Carrefour.

Em nota, membros do Ministério Público Federal (MPF) conclamam a empresa a adotar medidas concretas, em toda a sua rede, para a introdução de políticas de compliance em direitos humanos nas suas atividades. Defendem a instituição de programas de capacitação, treinamento e qualificação de seus empregados e agentes terceirizados, com o objetivo de combater o racismo institucional/estrutural e a discriminação racial.

(mais…)

Ler Mais