Angolanos residentes no Brasil denunciam xenofobia causada por crise envolvendo a Igreja Universal em seu país

“Eu tô doido pra fazer o mesmo que vocês estão fazendo com nossos irmãos da Universal no seu país” disse brasileiro a angolano, após ter o chamado de “macaco”

Por Tatiana Merlino, Agência Pública

É manhã de um domingo do mês de julho e, em sua casa num bairro da Zona Leste de São Paulo, Eduardo*, angolano de 49 anos, se arruma para sair para um passeio. Liga o som em volume baixo. Um vizinho grita: “Macaco, baixa essa porra de música de macumbeiro. Eu tô doido pra fazer o mesmo que vocês estão fazendo com nossos irmãos da Universal no seu país”. Eduardo fica com medo. Seus filhos perguntam: “O que está acontecendo, pai?” Ele acalma as crianças: “Não é nada”. O vizinho insiste: “Nada é o caralho, seus macacos”. Os moradores da rua se aproximam e saem em defesa de Eduardo, argumentam que ele é um bom vizinho, que nunca arrumou briga com ninguém. O angolano mora no Brasil há 30 anos.

(mais…)

Ler Mais

La Vía Campesina condena el plan de anexión colonialista en Palestina

“Lxs campesinxs y otras personas que trabajan en las zonas rurales tienen derecho a estar protegidos contra todo desplazamiento arbitrario e ilegal que los aleje de su tierra, de su lugar de residencia habitual o de otros recursos naturales que utilicen en sus actividades y necesiten para poder disfrutar de condiciones de vida adecuadas. …”  – Artículo 17.4 de la Declaración de las Naciones Unidas sobre los Derechos de los Campesinos y de Otras Personas que Trabajan en las Zonas Rurales.

La Vía Campesina

Firmes en nuestra solidaridad con todos los pueblos que luchan por la Soberanía Alimentaria y la realización plena de los Derechos Campesinos, La Vía Campesina expresa su apoyo inquebrantable al pueblo y movimiento campesino de Palestina, en unidad contra los intentos israelíes respaldados por Estados Unidos de anexión de tierras, aguas y territorios vitales de la ocupada zona C Palestina. En nombre de nuestros 200 millones de miembros agrupados en 182 organizaciones locales y nacionales de todo el mundo, como La Vía Campesina sumamos nuestra voz a la oposición internacional[1] frente a los planes ilegales de anexión de Israel y reiteramos nuestra demanda de poner un fin a la ocupación israelí. 

(mais…)

Ler Mais

Presidente da CDHM manda para a ONU relato sobre crescimento do neonazismo no Brasil

Pedro Calvi / CDHM

Na última sexta-feira (26), o presidente da Comissão de Direitos Humanos e Minorias da Câmara dos Deputados (CDHM), Helder Salomão (PT/ES), enviou para Michele Bachelet, Alta Comissária da ONU para os Direitos Humanos, e a E. Tendayi Achiume, Relatora especial sobre formas contemporâneas de racismo, discriminação racial, xenofobia e intolerância relacionada, um relato sobre o crescimento do neonazismo na sociedade brasileira. O documento reporta ainda manifestações de caráter neofascista e racista por parte de autoridades. O ofício de hoje entra no contexto de outro, enviado no último dia 16, quando parlamentares e entidades da sociedade civil denunciaram à ONU o recrudescimento do racismo institucional através do aumento da letalidade policial da população negra. O ofício pede que Bachelet e Achiume se manifestem sobre quais os parâmetros internacionais devem ser obedecidos e quais estão sendo desrespeitados no Brasil e solicita medidas que possam ajudar o Brasil neste momento.

(mais…)

Ler Mais

Bispos da Europa no Dia da Memória: não ao racismo e à xenofobia

Por ocasião do Dia da Memória neste 27 de janeiro, de libertação dos sobreviventes de Auschwitz-Birkenau, há 75 anos exatos, bispos da Europa se manifestaram contra o antissemitismo e a manipulação política da verdade. E convidaram à oração para que “possa aumentar a reconciliação e a fraternidade, da qual a hostilidade, os conflitos destrutivos e os maus entendidos alimentados são o oposto”.

por Andressa Collet e Amedeo Lomonaco, em Vatican News

O aniversário de 75 anos de libertação dos sobreviventes do campo de concentração de Auschwitz-Birkenau, na Polônia, no espírito das palavras do Papa Francisco, “nos obriga a contrastar com força todos os atos que ameaçam a dignidade humana: racismo, xenofobia e antissemitismo”. Não podemos permitir “que a verdade seja ignorada ou manipulada por exigências políticas imediatas”, dizem os bispos em declaração do presidente do Conselho das Conferências Episcopais da Europa (CCEE), cardeal Angelo Bagnasco, e do cardeal Jean-Claude Hollerich, da Comissão das Conferências Episcopais Da União Europeia (Comece).

(mais…)

Ler Mais

CDHM vai discutir violações de direitos humanos na Palestina

Na CDHM

O Brasil mantém relações diplomáticas formais com o Estado da Palestina desde que o Governo brasileiro reconheceu formalmente o país, em 2010. Porém, a relação entre brasileiros e palestinos começa no início do século XX, com a vinda de palestinos para o país, em busca de refúgio e de melhores condições de vida. Naquela época, fugiam da Primeira Guerra Mundial e da perseguição do Império Otomano. Depois, a segunda e maior vinda de palestinos para o Brasil foi por causa da criação do Estado de Israel em 1948, e do processo de expulsão que fez parte desse processo.

(mais…)

Ler Mais

Diretoria da Federação Árabe e Palestina do Brasil é recebida no MPF

Comitiva demonstrou preocupação com discriminação contra comunidade islâmica no país

Ministério Público Federal na 4ª Região

Representantes da Federação Árabe Palestina do Brasil (Fepal) estiveram na Procuradoria Regional da República da 4ª Região (PRR4), unidade de segunda instância do Ministério Público Federal, em Porto Alegre, na tarde de ontem (1º). O objetivo foi demonstrar preocupação com casos de discriminação racial e religiosa praticados contra árabes, palestinos e muçulmanos. O trio também foi à Procuradoria da República do Rio Grande do Sul (unidade de primeira instância do MPF), onde ingressou com representação contra site que enaltecia tais atos.

(mais…)

Ler Mais

Descobertas redes de extrema direita com meio bilhão de visualizações na Europa

Relatório da Avaaz revela redes de ódio em sites como Facebook antes de eleições da União Europeia

Redação Brasil de Fato*

Um novo relatório da ONG Avaaz divulgado nesta quarta-feira (22) mostra que pelo menos 533 milhões de europeus, nos últimos três meses, foram expostos a propaganda de extrema direita, mensagens de ódio, notícias e citações falsas e vídeos editados para estigmatizar imigrantes.

(mais…)

Ler Mais

O brasileiro insensato que rebate racismo com xenofobia

Jogador Serginho foi vítima de ofensas racistas e abandonou o campo na Bolívia. Por aqui, alguns torcedores preferem ofender o país vizinho a refletir sobre seus próprios preconceitos

Por Breiller Pires, no El País Brasil

Aos 40 minutos do segundo tempo, o meia Serginho, do Jorge Wilstermann, decidiu abandonar o gramado depois de passar toda a partida, válida pelo Campeonato Boliviano e disputada no último domingo, sendo xingado de “macaco” pela torcida do Blooming. Ele havia solicitado ao árbitro que tomasse providências, mas, apesar dos pedidos de atletas adversários, os insultos vindos das arquibancadas não cessaram. Porém, alguns brasileiros, na tentativa de demonstrar solidariedade a um compatriota ofendido no exterior, repetem um comportamento tão reprovável quanto o racismo.

(mais…)

Ler Mais

Dossiê Sur sobre raça e direitos humanos

Por Thiago Amparo, Maryuri Mora Grisales e Sueli Carneiro*, na Revista Sur

Dados sobre desigualdade racial evidenciam a persistência do racismo em todo o mundo. Em 2018, 17 anos após a III Conferência Mundial de Combate ao Racismo, Discriminação Racial, Xenofobia e Intolerância Correlata realizada em Durban, na África do Sul, e 130 anos após a abolição da escravidão no Brasil, ainda inconclusa; os legados do Jim Crow, escravidão e apartheid prosseguem e se reproduzem todos os dias nos Estados Unidos, Brasil e África do Sul.1 Em outras partes do Norte e Sul Globais a situação de grupos raciais historicamente discriminados não é diferente. Europa tem sido palco de casos de xenofobia no contexto da questão migratória.2A Relatora Especial da Organização das Nações Unidas (ONU) sobre formas contemporâneas de racismo – uma das autoras neste número da Revista Sur – tem reportado sobre racismo em países tão diversos como Austrália, Mauritânia, Hungria e Colômbia.3

(mais…)

Ler Mais