Leia: o post censurado judicialmente do jornalista Milton Temer criticando a vereadora tucana Teresa Bergher sobre Israel

Por Glenn Greenwald, no The Intercept Brasil

Uma juíza do Rio de Janeiro ordenou que o ex-deputado Milton Temer deletasse um post no Facebook no qual criticava uma vereadora tucana por sua defesa das políticas de Israel. A ordem judicial de censura, da juíza Tula Correa de Mello, da 20ª Vara Criminal, veio depois que a vereadora do PSDB, Teresa Bergher, processou Temer e exigiu a censura de seu post. O pedido, assinado na sexta-feira, foi noticiado pelo site Nocaute. (mais…)

Ler Mais

Abolição da escravidão em 1888 foi votada pela elite evitando a reforma agrária, diz historiador

Em 13 de maio de 1888, há 130 anos, o Senado do Império do Brasil aprovava uma das leis mais importantes da história brasileira, a Lei Áurea, que extinguiu a escravidão. Não era apenas a liberdade que estava em jogo, diz o historiador Luiz Felipe de Alencastro, um dos maiores pesquisadores da escravidão no Brasil. Outro tema na mesa era a reforma agrária. (mais…)

Ler Mais

Negros ainda lutam por direitos básicos, 30 anos após Constituição

Constituição de 1988 foi primeira a incluir racismo como crime

Por Débora Brito – Repórter da Agência Brasil

Este ano, a memória da abolição da escravatura é lembrada pelo movimento negro no contexto dos 30 anos da Constituição Federal que, assim como a lei abolicionista, representou um momento de reorganização da sociedade brasileira. Para os negros, a volta da democracia foi a oportunidade de legislar pelos direitos negados desde a abolição, há 130 anos. (mais…)

Ler Mais

Boaventura: eis a Guerra Fria, no século 21

Em decadência, EUA já não podem abater a China. Tentam fustigá-la atacando seus aliados: Rússia, Coreia do Norte, Irã, BRICS. A devastação espalha-se — da guerra na Síria ao golpe no Brasil. Como contê-la?

Por Boaventura de Sousa Santos, no Outras Palavras

O bombardeio de alvos sírios onde supostamente se produzem ou armazenam armas químicas supostamente usadas pelo governo de Bashar al-Assad contra os rebeldes deixou os cidadãos do mundo confusos, num misto de perplexidade e de ceticismo. Apesar do bombardeio (imagem apropriada no caso) midiático dos meios de comunicação ocidentais, tentando convencer a opinião pública das mais recentes atrocidades do regime de Bashar Al-Assad; apesar da quase unanimidade dos comentaristas políticos de que se tratou de uma intervenção humanitária, de uma punição justa e de mais uma prova da vitalidade da “aliança ocidental”; apesar de tudo isto, os cidadãos do mundo ocidental (dos outros nem se fala), sempre que consultados, mostraram as suas dúvidas a respeito da narrativa midiática e manifestaram-se majoritariamente contra os ataques. Por que? (mais…)

Ler Mais

Justiça e Política da Desigualdade dominam o Fórum Brasil-Reino Unido 2018

Por Patrick Gibbs, no Rio On Watch

No dia 5 de maio, a London School of Economics (LSE ou Faculdade de Economia de Londres) sediou o Brazil Forum UK 2018 (Fórum Brasil – Reino Unido 2018), intitulado “Break[ing] Down the Constitution” (Desmontando a Constituição). O evento é organizado por estudantes brasileiros no Reino Unido e a edição deste ano promoveu a reflexão sobre a Constituição de 1988 por principais líderes e pensadores do Brasil. O objetivo era explorar os avanços econômicos e políticos e os retrocessos dos últimos 30 anos, considerando as implicações sociais da Constituição além de suas legalidades. (mais…)

Ler Mais

Douglas Belchior: ‘Há um esforço da elite para apagar a memória da escravidão’

Movimento negro luta para ressignificar o 13 de Maio. Passados 130 anos da abolição, passado ainda marca a sociedade brasileira

Por Felipe Mascari, da RBA

São Paulo – Mesmo tendo três séculos e meio de escravidão registrado em sua história, ainda falta ao Brasil em geral o reconhecimento do que foi o período e suas consequências. De acordo com o professor, ativista e fundador da Uneafro, Douglas Belchior, negar o significado e o peso de sua história é um movimento proposital por parte da elite branca. “Sempre houve um esforço das elites para que se apagasse a memória da escravidão”, afirma à RBA. (mais…)

Ler Mais

O sujeito desidentificado e a liberdade negada à maioria minorizada

Que o Brasil é um país fundado a partir da concepção de superioridade racial do europeu branco, da subjugação e extermínio dos povos americanos originários e do esmagamento desumano e selvagem dos africanos sequestrados de sua terra original, não é certamente novidade alguma. O próprio Estado brasileiro reconhece essa sua barbárie original até os mais diversos pensadores e pesquisadores das ciências humanas e sociais denunciam este processo.

Por Richard Santos*, no Vermelho (mais…)

Ler Mais

Lei Áurea, 130: A abolição incompleta continua gerando pessoas descartáveis. Por Leonardo Sakamoto

No blog do Sakamoto

O Brasil nunca conseguiu inserir socialmente a população negra. Na verdade, não quis. Os descendentes daqueles trabalhadores escravizados do final do século 19 continuam a ser tratados como carne de segunda, sofrendo todo tipo de discriminação, recebendo bem menos que os brancos pela mesma função, enfrentando as piores condições de trabalho, sendo mortos sumariamente nas periferias das grandes cidades simplesmente por ter a ”cor errada”. (mais…)

Ler Mais

Relatório vê cumplicidade de bancos europeus em Mariana

Para ONG alemã, grandes instituições financeiras europeias foram coniventes com o desastre ao manterem relações comerciais com a BHP e a Vale, acionistas da Samarco.

Na DW

Grandes instituições financeiras europeias também têm uma parcela de culpa no desastre de 2015 em Mariana, por não excluírem de suas relações comerciais a BHP Billiton e a Vale, acionistas da Samarco, acusa um relatório divulgado nesta sexta-feira (11/05) pela ONG Facing Finance, de Berlim. A ONG afirma que 25,8 bilhões em investimentos, empréstimos e títulos foram disponibilizados por bancos europeus às duas empresas entre 2010 e 2017, apesar de já haver evidências de falhas no gerenciamento da represa desde 2007.  (mais…)

Ler Mais