Seminário debateu produção e consumo de fitoterápicos

Bel Levy, ArticulaFito, na Agência Fiocruz de Notícias

Novos modos de produção e consumo de fitoterápicos, cosméticos e alimentos obtidos a partir de plantas medicinais, aromáticas, condimentares e alimentícias foram o mote do seminário on-line Cadeias de valor em plantas medicinais e a Agenda 2030: contribuições da sociobiodiversidade para reflexão sobre novos modelos de produção para a preservação da vida e da saúde no planeta, realizado em 24 de maio e disponível na íntegra aqui. Com transmissão ao vivo pelo canal da VideoSaude Distribuidora da Fiocruz no YouTube, o evento divulgou os resultados do projeto ArticulaFito − Cadeias de Valor em Plantas Medicinais, iniciativa conjunta da Fiocruz com o Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa) que é o maior diagnóstico já feito no Brasil sobre o potencial produtivo dessas espécies.

(mais…)

Ler Mais

Parque idealizado por crianças e jovens em oficina do ONU-Habitat será construído em Maceió

ONU Brasil

O governador de Alagoas, Renan Filho, anunciou, na última sexta-feira (21), o início da construção do Parque Linear da Grota do Cigano, que será instalado em uma das entradas do maior assentamento informal da capital do estado, Maceió. Uma oficina de desenho de espaços públicos realizada pelo Programa das Nações Unidas para Assentamentos Humanos (ONU-Habitat) Brasil em 2018 contribuiu com pontos essenciais do projeto final. A atividade envolveu 30 moradores da comunidade, que apontaram o que gostariam de ver no futuro parque público. Muitas das sugestões levantadas na oficina se tornarão realidade agora neste projeto de R$ 1,8 milhão, financiado pelo governo alagoano e pelo Banco de Desenvolvimento da América Latina (CAF). O resultado será um espaço de convivência compartilhado pela Grota do Cigano e pelos moradores dos bairros adjacentes, conectando bairros e comunidades, mitigando a segregação espacial e social na cidade.

(mais…)

Ler Mais

Fiocruz lança oficinas virtuais sobre plantas medicinais

Bel Levy, da ArticulaFito, na Agência Fiocruz de Notícias

Agricultores familiares, assentados da Reforma Agrária, indígenas e quilombolas encontram no YouTube, em acesso livre, a oportunidade de qualificar a sua produção de plantas medicinais, aromáticas, condimentares e alimentícias. Com o distanciamento social imposto pela pandemia de Covid-19, desde o ano passado, o projeto ArticulaFito − Cadeias de Valor em Plantas Medicinais levou as oficinas de capacitação antes promovidas em campo para o ambiente virtual, em acesso aberto. Neste mês, o projeto lança mais uma oficina virtual: Sistemas Agroflorestais na Prática, com seis videoaulas que serão publicadas no canal do ArticulaFito YouTube entre 10 e 26 de maio, sempre às segundas e quartas-feiras, às 10h. Todas as videoaulas têm intérprete da Língua Brasileira de Sinais (Libras). Iniciativa conjunta da Fiocruz e do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa), o projeto ArticulaFito promove a qualificação de empreendimentos de povos e comunidades tradicionais e de agricultores familiares. As inscrições podem ser feitas aqui.

(mais…)

Ler Mais

PFDC solicita ao governo diagnóstico sobre cotas raciais no ensino superior e estratégias para enfrentamento ao racismo

Medida busca subsidiar análise acerca dessa política pública. A Lei 12.711 determina que, até 2022, seja promovida a revisão do programa

A Procuradoria Federal dos Direitos do Cidadão (PFDC), do Ministério Público Federal, solicitou à Secretaria Nacional de Políticas de Promoção da Igualdade Racial (Seppir), do Ministério da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos, informações sobre o acompanhamento feito pelo órgão quanto à execução da política afirmativa de cotas raciais para acesso ao ensino superior. 

(mais…)

Ler Mais

#ODS_4: O incentivo à leitura forjado em bibliotecas cidadãs

Atitudes de pessoas comuns fazem a diferença em suas comunidades e municípios e são fonte de inspiração em um país no qual o analfabetismo é ainda um desafio a se superar; são exemplos na busca do Objetivo do Desenvolvimento Sustentável 4 (ODS-4), na seara da educação
 

Por Sucena Shkrada Resk, no Blog Cidadãos do Mundo

Algumas histórias fazem a diferença no percurso de vida de milhares de pessoas por este Brasil em um contexto desafiador que revela ainda um número considerável de analfabetos no país: 11,3 milhões de pessoas, que correspondem a 6,8% da população, segundo o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), na atual Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios Contínua (Pnad contínua). Como de analfabetos funcionais, que representam 30% da população, de 15 a 64 anos, de acordo com o Indicador Nacional de Alfabetismo Funcional (INAF), coordenado pela Ação Educativa e pelo Instituto Paulo Montenegro, com realização da Ação Social do Ibope. São iniciativas despretensiosas de incentivo à leitura – um dos componentes principais neste processo -, que se traduzem em exemplos de bibliotecas cidadãs em diferentes estados.

(mais…)

Ler Mais

PFDC contesta projeto de lei que pretende acabar com cotas raciais para acesso ao ensino superior

Nota Técnica encaminhada ao Congresso Nacional aponta importância das ações afirmativas para o acesso à educação e no enfrentamento ao racismo e às desigualdades sociais

PFDC

As ações afirmativas são importante instrumento de combate ao racismo e de promoção da igualdade racial no Brasil, constituindo medidas positivas imprescindíveis para viabilizar o acesso mais igualitário à universidade pública, em caráter de verdadeiro mandamento constitucional. 

(mais…)

Ler Mais

Carta aberta ao ministro da Educação

Por Laura Sito*, no Sul21

“Que ninguém roube a nossa capacidade de sonhar”

Caro Ministro da Educação, Ricardo Vélez-Rodriguez,

Tenho 27 anos e sou uma jornalista formada na Universidade Federal do Rio Grande do Sul pela política de cotas. Minha mãe – mãe solteira e empregada doméstica – teve a alegria de ir ao salão de atos da UFRGS por duas vezes para ver suas filhas receberem seus diplomas. Na última década de profunda transformação no ensino superior do Brasil, pude ver primas, amigos, vizinhos e colegas poderem dar a mesma alegria a suas mães.

(mais…)

Ler Mais

O nome dela é Jhenyfer, ex-aluna de escola pública, negra e aprovada em medicina na USP aos 17 anos: ‘Universidade é para todos’

Jovem defende política de cotas e maior possibilidade de acesso de pobres e negros ao ensino superior.

Por Luiza Tenente, G1

Jhenyfer Rosa, de 17 anos, foi aprovada em medicina na Universidade de São Paulo pelas cotas do Sistema de Seleção Unificada (Sisu). Eram 15 vagas reservadas a ex-alunos de escolas públicas que sejam negros, pardos ou indígenas. A jovem orgulha-se de estar nesse grupo e defende que as universidades deixem de ser elitizadas.

(mais…)

Ler Mais

Ufba aprova cotas na graduação para trans e refugiados

Serão 88 vagas para trans e 88 para refugiados por ano

Por Mário Bittencourt, no Correio

A Universidade Federal da Bahia (Ufba) oferecerá a partir de janeiro de 2019 cotas para transexuais, transgêneros e travestis e refugiados ou imigrantes em situação de vulnerabilidade social, ampliando o leque de oferta de vagas diferenciadas, que já contempla quilombolas e índios aldeados.

(mais…)

Ler Mais