Precisamos falar sobre a Globo

Além de discutir a concentração de audiência e de propriedade de mídia no país, entrevista traz bastidores de ex-editora do Jornal Nacional e ex-repórter do jornal O Globo

Agência Pública

A primeira Conversa Pública de 2018 trouxe para centro do debate o Grupo Globo e os impactos econômicos, sociais e culturais que o conglomerado tem no Brasil. A entrevista realizada na Casa Pública, no Rio de Janeiro, foi conduzida pela jornalista e escritora americana Julia Michaels. Os entrevistados foram Beth Costa, secretária-geral da Fenaj e ex-editora do Jornal Nacional, Ruben Berta, do The Intercept e ex-repórter do O Globo, e Mônica Mourão, do Intervozes. (mais…)

Ler Mais

Elite midiática nacional reproduz uma visão conservadora do Brasil e descolada de sua pluralidade. Entrevista especial com Olívia Bandeira

Por: João Vitor Santos – IHU On-Line

Muitos são os exemplos que ilustram a pluralidade que compõe o Brasil, desde seus biomas, suas diferenças climáticas, seus perfis populacionais. Se não falta diversidade nos quadrantes que formam nossa paisagem cultural, não se pode dizer o mesmo em termos de representação midiática. “Um grupo muito restrito de pessoas, todas pertencentes a uma elite socioeconômica, controla a informação que circula em um país que possui uma diversidade social e étnica e uma desigualdade socioeconômica como o Brasil”, pontua Olívia Bandeira, pesquisadora do Instituto Intervozes, em entrevista por e-mail à IHU On-Line. (mais…)

Ler Mais

A midiatização do medo: como o Direito Penal tem se comportado perante a mídia

Por Luíza Richter, no Justificando

Em meio a tantas notícias catastróficas que são colocadas em pauta diariamente, os cidadãos brasileiros estão envoltos em incertezas. Incerteza esta gerada por uma emoção que acompanha o ser humano: o medo.

Tal medo é a definição dada para todas as inseguranças, para a ignorância perante a ameaças, que nos são apresentadas diariamente, de modo que o sujeito não sabe o que pode e não pode ser feito para enfrentá-lo e pará-lo. Assim, é o medo, que se torna mais intenso quando disperso, indistinto, difuso, sem conhecimento de origem e destino.[1] (mais…)

Ler Mais

MPF estuda ações contra parlamentares sócios de rádios e TVs e contra concentração da mídia

Por Sylvio Costa e Isabella Macedo, Congresso em Foco

O controle de emissoras de rádio e televisão por políticos e a concentração que alguns poucos grupos econômicos exercem sobre a mídia brasileira representam “uma fissura na democracia” e exigem a atuação corretiva do Poder Judiciário. As afirmações foram feitas na última sexta-feira (2) pela procuradora federal dos Direitos do Cidadão, a subprocuradora-geral da República Deborah Duprat. “Estou aqui com a minha cabeça fervilhando”, disse ela, referindo-se às ações judiciais das quais poderia lançar mão, durante a apresentação dos resultados da pesquisa “Quem controla a mídia no Brasil”, desenvolvida em parceria pelas ONGs Repórteres sem Fronteiras e Intervozes. Os dados foram apresentados no auditório do Conselho Nacional do Ministério Público (CNMP), no edifício-sede da Procuradoria-Geral da República, em Brasília. (mais…)

Ler Mais

Intervozes e Repórteres Sem Fronteiras lançam pesquisa sobre proprietários de mídia no Brasil

O projeto faz parte de uma iniciativa internacional que ganhou o nome de Media Ownership Monitor

Por Webert da Cruz

Da Página do MST

Na última sexta (2) de fevereiro, ocorreu o lançamento do estudo Quem Controla a Mídia no Brasil no auditório do Conselho Nacional do Ministério Público Federal na Procuradoria Geral da República com profissionais, pesquisadores e demais interessados no tema. O levantamento identificou e atualizou os 40 principais grupos de mídia do Brasil, seus proprietários e os riscos à diversidade e à pluralidade no sistema de mídia do país. (mais…)

Ler Mais

Coronelismo midiático: Brasil é campeão em falta de pluralidade nos meios de comunicação

Estudo dos Repórteres Sem Fronteiras confirma alta concentração em mãos de poucas famílias e oligopólio da Globo como ameaça à democracia

Da Redação Socialista Morena 

O Brasil apresenta os piores indicadores para a pluralidade na mídia entre 12 países em desenvolvimento analisados pelo Monitor de Propriedade de Mídia (MOM, na sigla em inglês), uma iniciativa dos Repórteres Sem Fronteiras (RSF) com coordenação em nosso país do Intervozes, entidade da sociedade civil que atua em defesa do direito à comunicação. O estudo mostrou que o ex-presidente Lula está absolutamente correto quando diz que a mídia brasileira está nas mãos de meia dúzia de famílias, verdadeiros coronéis midiáticos. (mais…)

Ler Mais

A Nova Onda no Jornalismo Global: ‘Positive News’ e Jornalismo de Soluções

A Comunidades Catalisadoras—organização responsável pelo RioOnWatch–acaba de lançar o mapa da Rede Favela Sustentável(RFS) com 111 iniciativas comunitárias, na Região Metropolitana do Rio, que fortalecem a resiliência social e sustentabilidade ambiental local. O texto apresentado abaixo sobre a importância do jornalismo de soluções da pesquisadora Sophie Pizzimenti, da Universidade de Leiden, faz parte do relatório completo, “Rede Favela Sustentável: Mapeamento (2017)”, que descreve todo o processo do trabalho e os resultados obtidos

Sophie Pizzimenti – RioOnWatch

Ao longo da última década, uma nova tendência têm se tornado evidente na mídia internacional: o compartilhamento de notícias orientadas para soluções como resposta ao desejo crescente do público por algo que diverge da negatividade típica e constante vinda da mídia. Essa onda também chega na mídia de massa, com exemplos no The GuardianAl JazeeraBBC e outros, mas tem sido vista com mais frequência no surgimento de novos tipos de revista, documentários e sites focando em positive news (notícias positivas) e dependendo de um crescente corpo de pesquisadores. A professora Denise Baden, do departamento de negócios da Universidade de Southampton, Inglaterra, mostra em suas pesquisas como o constante bombardeamento de notícias negativas desencoraja e dessensibiliza o público, que consequentemente se desengaja do problema sendo discutido. (mais…)

Ler Mais

Eleitor começa a ter medo de compartilhar notícias falsas e passar vergonha, por Leonardo Sakamoto

No blog do Sakamoto

Uma pesquisa qualitativa conduzida pela Idea Big Data, com pessoas de 30 a 50 anos das classes C e D, mostrou que eleitores começam se preocupar com o compartilhamento de informação que se revele falsa. De acordo com o diretor da instituição, em entrevista ao jornal Valor Econômico, é a primeira vez que esse comportamento aparece em pesquisa.

Passar adiante informação errada foi motivo de vergonha entre familiares ou de amigos. Nos grupos focais, houve relatos de pessoas que levaram bronca por conta disso. Ou que começaram a checar em veículos de comunicação tradicionais antes de compartilharem conteúdo de redes sociais. (mais…)

Ler Mais

Facebook está apagando perfis por ordem dos governos dos EUA e de Israel

Por , no The Intercept Brasil

Em setembro de 2016, mostramos que representantes do Facebook se reuniram com o governo de Israel para discutir a exclusão de contas de palestinos, alegando que praticavam “incitação”. As reuniões foram convocadas e presididas pela ministra da Justiça Ayelet Shaked, que é pró-assentamentos e figura entre os mais extremistas e autoritários funcionários do governo israelense. Os encontros começaram depois que Israel fez ameaças: se as ordens para deletar os perfis não fossem voluntariamente cumpridas, as autoridades apelariam para a justiça e para a legislação em vigor, e o Facebook correria o risco de ter que pagar multas altas ou até de ser bloqueado no país. (mais…)

Ler Mais