Denúncia do MPF contra Glenn Greenwald é bom teste para Lei do Abuso de Autoridade. Por Lenio Luiz Streck

Abstract: Igual ao personagem Meursault, de O Estrangeiro (Camus), o procurador denunciou… por causa do sol.

No Consultor Jurídico

Nesta quarta-feira (22/1), aqui nesta ConJur, com Gilberto Morbach e Horácio Neiva, mostrei por que é inepta e abusiva a denúncia contra Glenn Greenwald. Desconstruímos a denúncia. Hoje, ofereço uma reflexão institucional.

(mais…)

Ler Mais

Sem ser investigado ou indiciado e apesar de decisão do STF, Glenn Greenwald é denunciado pelo MPF sobre invasão de celulares de autoridades

Decisão do ministro Gilmar Mendes, do Supremo Tribunal Federal, determinava que Glenn não fosse investigado. Em nota, defesa disse que a denúncia fere a liberdade de imprensa e é fruto de uma ‘disputa política’.

Por G1 Brasília

Mesmo sem ser investigado ou indiciado, o jornalista Glenn Greenwald, do site The Intercept, foi denunciado pelo Ministério Público Federal na  operação Spoofing, que investiga invasões de celulares de autoridades. O jornalista foi denunciado pelo crime de associação criminosa.

(mais…)

Ler Mais

Fim da Inquisição: Juízes federais publicam carta aberta em defesa da criação do juiz das garantias

Por Rafa Santos, no Conjur

Cinquenta juízes e desembargadores federais assinaram uma carta aberta em apoio a criação do “juiz das garantias”. O texto afirma que a nova normativa representa “um passo decisivo para a superação do processo penal inquisitivo, onde a figura do juiz se confunde com a do investigador/acusador, indo ao encontro do modelo acusatório consagrado na Constituição da República (artigos 129, I e 144)”.

(mais…)

Ler Mais

AJD manifesta seu apoio à adoção do instituto do juiz de garantias

A AJD (Associação Juízes Para a Democracia) manifesta seu apoio à Lei nº 13.964/2019, quanto à adoção do instituto do juiz de garantias, que aperfeiçoa o modelo constitucional e convencional de processo penal brasileiro.

Atuando especificamente na fase de investigação preliminar, o juiz de garantias cuidará da legalidade e do respeito aos direitos e garantias fundamentais da pessoa investigada ou indiciada pela prática de crime, exaurindo sua competência após decisão sobre o recebimento ou não da denúncia, em absoluto respeito ao sistema acusatório e preservação da imparcialidade do magistrado que atuará na fase do contraditório.

(mais…)

Ler Mais

Instituto dos Advogados Brasileiros critica MPF e anuncia “apoio irrestrito” ao presidente da OAB

No Conjur

O Instituto dos Advogados Brasileiros repudiou neste sábado (21/12) denúncia contra o presidente da OAB Felipe Santa Cruz e manifestou “apoio irrestrito” ao advogado. 

A denúncia contra Santa Cruz foi apresentada pelo Ministério Público Federal do Distrito Federal nesta quarta-feira (18/12), por crime de calúnia em sua fala sobre o ministro da Justiça, Sergio Moro.

(mais…)

Ler Mais

A conspiração do ministro Sergio Moro contra o Supremo Tribunal Federal

Por Lenio Luiz Streck, Antônio Carlos de Almeida Castro, Alberto Zacharias Toron e Marco Aurélio de Carvalho, no Conjur*

Dia a dia, o ministro da Justiça, Sergio Moro, se mostra menos ministro e mais militante político. Os elementos objetivos para isso não são recentes, eis que, na condição de juiz, mostrava exuberante parcialidade, a ponto de manter encontros com integrantes do então futuro e provável governo ainda quando estava no exercício da judicatura.

(mais…)

Ler Mais

Ilusões encarceradoras. Por Patrick Mariano e Rafael Borges

Na Cult

A Câmara aprovou nesta quarta (4) alterações legislativas no direito e no processo penal, naquilo que se convencionou chamar de Pacote Anticrime, uma colcha de retalhos punitivistas que uniu uma proposta elaborada por comissão de juristas coordenada pelo ministro do STF Alexandre Moraes e outra apresentada pelo ministro da Justiça Sergio Moro. As duas propostas foram analisadas por um grupo de trabalho instituído para este fim. O debate gerado em torno deste fato permite traçar um retrato preocupante da questão penal na atualidade.

(mais…)

Ler Mais

Brigadistas de Alter do Chão: juiz decide que competência da investigação é da Justiça Estadual

Alexandre Rizzi determinou a devolução de documentos originais apreendidos na operação Fogo do Sairé.

Por Sílvia Vieira, G1 Santarém

Nesta sexta-feira (13), o juiz da 1ª Vara Criminal da Comarca de Santarém, oeste do Pará, Alexandre Rizzi decidiu que a competência do caso dos incêndios na Área de Proteção Ambiental Alter do Chão é da Justiça Estadual. A decisão ocorre após pedido do Ministério Público Federal para transferir a competência do caso dos incêndios na APA Alter do Chão para a Justiça Federal.

(mais…)

Ler Mais