Lava Jato, um projeto de poder. Por Marcelo Semer

Na Revista Cult

Os membros e mais fiéis admiradores da Força Tarefa da Lava Jato costumam apontar o dedo para os críticos, imputando a eles a pecha de “defensores de bandidos” ou acusando-os de serem obstáculos para o combate à corrupção. Mas os fatos que estão vindo à tona mostram uma realidade bem diferente da mera composição de um esforçado e dedicado grupo de trabalho jurídico: um projeto de poder que esticou tentáculos buscando participação e controle em diversas instituições.

(mais…)

Ler Mais

A reação à lei de abuso de autoridade é um retrato do corporativismo típico do MP e do Judiciário. Por João Filho

No The Intercept Brasil

A LEI DE ABUSO de autoridade em vigor no Brasil foi promulgada em 1965, um ano após o golpe militar. Mas o projeto de lei foi escrito 11 anos antes, durante o governo do presidente eleito Juscelino Kubitschek. O mundo respirava os ares da fundação da ONU e da Declaração Universal dos Direitos Humanos, criados na década anterior. O autor da lei foi o deputado udenista Bilac Pinto, que na década seguinte apoiaria o golpe e se tornaria juiz do Supremo Tribunal Federal durante o regime militar. Apesar das credenciais reacionárias do autor, a lei era boa e visava conter a violência policial, principalmente no interior do país. Com a chegada dos militares, virou apenas um quadro na parede.

(mais…)

Ler Mais

#VazaJato 16: Lava Jato usava chats para pedir dados fiscais sigilosos da Receita sem autorização judicial ao atual chefe do Coaf

Newsletter de The Intecept Brasil, por Paula Bianchi e Leandro Demori

Os procuradores da operação Lava Jato utilizaram em diversas ocasiões o aplicativo Telegram para obter dados sigilosos da Receita Federal. A força-tarefa tinha por hábito realizar consultas “informais” com o auditor Roberto Leonel – ou seja, sem nenhum controle da Justiça. Leonel atualmente chefia o Coaf, após indicação do ministro Sergio Moro. 

(mais…)

Ler Mais

CNMP censura Procurador Rômulo Moreira por fazer críticas ao Bolsonaro no Justificando

Por Geovane Peixoto, no Justificando

Conselho Nacional do Ministério Público pratica censura e pune procurador com 30 dias de afastamento por ter feito críticas ao Bolsonaro em artigo no Justificando.

Em discurso proferido na sessão do dia 13/08/2019, do CNMP, a Procuradora-Geral da República cobrou dos membros do Ministério Público brasileiro, mais especificamente dirigido aos Procuradores da República, que atuem dentro dos “marcos da legalidade” e respeitem a Constituição Federal, conforme amplamente divulgado pela imprensa.

(mais…)

Ler Mais

BuzzFeed News é o novo parceiro da #VazaJato

Por Severino Motta e Leandro Demori, no The Intercept Brasil

O BuzzFeed News é o mais novo parceiro na apuração das mensagens secretas da Lava Jato. O site junta-se a #VazaJato para ampliar a cobertura assim como Folha de S.Paulo, revista Veja, El País, UOL e o jornalista Reinaldo Azevedo. 

Os diálogos analisados para esta primeira reportagem mostram que, na véspera da prisão de Eduardo Cunha, os procuradores queriam a apreensão do seu aparelho celular, mas foram convencidos do contrário pelo ex-juiz Sergio Moro. 

(mais…)

Ler Mais

#VazaJato 15: “Vou te pedir pra ser laranja em outra coisa”

Por Rafael Neves e Rafael Moro Martins, do The Intercept Brasil

A reportagem de hoje da #VazaJato mostra como o procurador Deltan Dallagnol usou dois grupos políticos como porta-vozes de causas políticas pessoais dele e da operação. Novos diálogos das mensagens secretas da Lava Jato revelam que Dallagnol pauta atos públicos, publicações em redes sociais e manifestações dos movimentos de forma oculta, tomando cuidado para não ser vinculado publicamente a eles.

(mais…)

Ler Mais

#VazaJato no El País: “O barraco tem nome e sobrenome. Raquel Dodge”; “A mulher está possessa”

“Mensagens obtidas pelo ‘The Intercept’ e analisadas em conjunto com o EL PAÍS mostram como força-tarefa trata a chefe como um entrave para operação. Eles buscaram driblá-la e planejaram minar sua imagem por meio de vazamentos de informação na imprensa”, diz a matéria publicada esta tarde por El País, em parceria com The Intercept Brasil.

(mais…)

Ler Mais

Desembargadora do Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro virá ré no STJ por calúnia contra Marielle Franco

Em redes sociais, Marília de Castro Neves disse que a vereadora Marielle Franco, assassinada em março de 2018, participava de organização criminosa

A Corte Especial do Superior Tribunal de Justiça (STJ) aceitou, parcialmente, na sessão desta quarta-feira (7), queixa-crime contra a desembargadora do Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro (TJRJ) Marília de Castro Neves Vieira por calúnia. O vice-procurador-geral da República, Luciano Mariz Maia, defendeu o recebimento da queixa-crime pelo delito de calúnia, devido à falsa imputação do crime de organização criminosa da desembargadora à vereadora Marielle Franco, assassinada em março do ano passado.

(mais…)

Ler Mais

Mais #VazaJato: o UOL é o novo parceiro

Por Glenn Greenwald e Leandro Demori, no The Intercept Brasil

O UOL inicia hoje sua parceria com o Intercept Brasil na apuração das mensagens secretas da Lava Jato

A primeira reportagem publicada pelo portal conta como Deltan Dallagnol, chefe da força-tarefa da operação Lava Jato em Curitiba, usou a Rede Sustentabilidade como laranja para extrapolar suas atribuições e propor uma ação no STF contra o ministro Gilmar Mendes. 

(mais…)

Ler Mais