Piora a saúde do profeta da Amazônia, D. Pedro Casaldáliga, o primeiro – em 1971 – a lançar o grito de dor dos povos e das igrejas da região

No IHU

Segundo notícias de muitos amigos, Dom Pedro Casaldáliga, padre espanhol naturalizado brasileiro de 91 anos, ordenado bispo em 1971, está passando por um momento delicado do ponto de vista de sua frágil saúde. Pede-se para orar por ele e este também é nosso humilde convite a todos aqueles que sabem de quem estamos falando. No entanto, é surpreendente que essas notícias cheguem exatamente na primeira semana de trabalhos dedicados ao Sínodo pan-amazônico, que ele sempre viu com grande esperança, afeto e simpatia e ao qual – se sua idade não fosse tão avançada – ele teria gostado de participar. Seria certamente o pastor que mais teria direito. De fato, há quase meio século, por ocasião de sua nomeação episcopal, lançou o primeiro grito de dor para chamar a atenção para os povos e igrejas da região de Pan-amazônica.

(mais…)

Ler Mais

MST lamenta a morte de Marta Harnecker

Psicóloga, escritora e jornalista, Harnecker, foi uma das principais investigadoras e divulgadoras das experiências de transformação social da América Latina

Da Página do MST

Psicóloga, escritora e jornalista, Marta Harnecker, de nacionalidade chilena, foi uma das principais investigadoras e divulgadoras do pensamento e das experiências de transformação social da América Latina. Harnecker morreu aos 82 anos neste sábado (15), em decorrência de tumores no cérebro.

(mais…)

Ler Mais

Morre Tia Maria do Jongo, aos 98 anos

Jongueira mais antiga da Serrinha, em Madureira, foi uma das maiores responsáveis por manter viva a tradição do ritmo africano no Brasil

Em O Globo

Morreu, na manhã deste sábado, Tia Maria do Jongo, uma das maiores responsáveis por manter viva a tradição do ritmo africano no Brasil. Ainda cedo, Tia Maria foi à Casa do Jongo, na Serrinha, em Madureira, assistir a aula de jongo para adultos. Lá, ela pediu para tocar um instrumento, mas sentiu-se mal, desmaiou e foi levada a um Posto de Saúde em Irajá, onde não resistiu. A causa da morte ainda não foi revelada. Ela era a última fundadora do Império Serrano ainda viva. Viúva, ela deixa um filho, Ivo Mendes. 

(mais…)

Ler Mais

Anísio Teixeira: Ele teve uma morte misteriosa enquanto lutava pela educação no Brasil

Por Maria Fernanda Garcia, no Observatório do Terceiro Setor

Anísio Teixeira nasceu em Caetité, na Bahia, em 12 de julho de 1900, e foi um jurista, intelectual, educador e escritor brasileiro.

Personagem central na história da educação no Brasil, nas décadas de 1920 e 1930 difundiu os pressupostos do movimento da Escola Nova, que tinha como princípio a ênfase no desenvolvimento do intelecto e na capacidade de julgamento, em preferência à memorização, além de defender um  ensino público, gratuito, laico e obrigatório. Foi um dos mais destacados signatários do Manifesto dos Pioneiros da Escola Nova.

(mais…)

Ler Mais

Prefeito de Nova York chama Bolsonaro de ‘perigoso’ e pede cancelamento de evento

Bolsonaro foi convidado para evento que acontecerá no Museu Americano de História Natural, em Nova York. Prefeito Bill de Blasio é contrário

Na RBA

São Paulo – Um ser humano perigoso. É assim que o prefeito de Nova York, Bill de Blasio, avalia o presidente brasileiro Jair Bolsonaro (PSL), convidado para um evento que será realizado no Museu Americano de História Natural. A informação foi publicada nesta sexta-feira (12) no site do New York Post.

(mais…)

Ler Mais

Festa para Bolsonaro gera críticas em Nova York

Pesquisadores e funcionários de museu nos EUA programam protesto e pedem cancelamento de evento com presidente. Prefeito da cidade se diz contra e chama brasileiro de “ser humano muito perigoso”.

Na DW

Um evento com o presidente Jair Bolsonaro, previsto para ocorrer em maio no Museu Americano de História Natural (AMNH), provoca controvérsia em Nova York. Após a própria administração da instituição expressar “profunda preocupação”, funcionários e pesquisadores pedem o cancelamento da cerimônia.

(mais…)

Ler Mais

Morre em Salvador a líder religiosa Makota Valdina

Enterro será às 15h30, no Cemitério Jardim da Saudade

por Perla Ribeiro, em Correio

A educadora, líder religiosa e militante da causa negra, Makota Valdina, 75 anos, morreu na madrugada desta terça-feira (19), em Salvador. Segundo a família, Makota estava hospitalizada há um mês, no Hospital Teresa de Lisieux. Ela teria dado entrada na unidade com dores causadas por pedras no rim,  mas, durante a internação foi constatada um abcesso no fígado e, no domingo, Makota sofreu uma parada cardio-respiratória. Ela entrou em coma e não resistiu.

(mais…)

Ler Mais

Angela Davis: ‘O feminismo negro de Marielle Franco visava transformar o mundo’

Filósofa e ativista norte-americana participou de conferência em homenagem a Marielle em Princeton.

Por Andréa Martinelli, no HuffPost Brasil

Para a filósofa e ativista norte-americana Angela Davis, “o feminismo negro de Marielle Franco visava entender e transformar o mundo”. A frase foi dita durante homenagem à vereadora na universidade de Princeton, nos Estados Unidos, na última quinta-feira (14), data que marcou um ano do assassinato de Marielle.

(mais…)

Ler Mais