Por que os jovens não entendem a substância do fascismo. Artigo de Mariapia Veladiano

IHU On Line

“Fascismo é uma experiência política, social e humana iliberal e violenta. Um problema é que, para os jovens, a substância iliberal do fascismo é inimaginável. Não tanto porque eles crescem imersos nas liberdades fundamentais do indivíduo e do cidadão: eles falam quando querem e daquilo que querem, eles se movem para onde o desejo os leva, encontram-se, agregam-se e desagregam-se. Protestam. Mas, acima de tudo, porque se percebem como ilimitados.” A opinião é da escritora italiana Mariapia Veladiano, publicada no jornal La Repubblica, 05-12-2017. A tradução é de Moisés Sbardelotto. Eis o texto: (mais…)

Ler Mais

Projeto sobre plantas medicinais desenvolvido por professor indígena de RO concorre a prêmio nacional

Alexandre Surui concorre a etapa nacional do prêmio ‘Respostas para o Amanhã’. Uma das etapas do projeto é a escolha feita pela população pelo voto popular

Por Magda Oliveira, G1 Cacoal e Zona da Mata

O ‘Plantas Medicinais do Povo Paiter: Resgatando os Conhecimentos Tradicionais’, desenvolvido pelo professor indígena Alexandre Suruí, está concorrendo a etapa nacional do prêmio ‘Respostas para o Amanhã’.

(mais…)

Ler Mais

Em vídeo, Chico Buarque se une à Frente Nacional contra a Censura, que será lançada dia 21

O cantor e compositor Chico Buarque publicou um vídeo neste fim de semana, em que declara seu apoio à Frente Nacional contra a Censura, que será lançada em Belo Horizonte, neste dia 21, no Palácio das Artes: “Eu venho aqui saudar a criação da Frente Nacional contra a Censura. É necessário que artistas, que brasileiros esclarecidos em geral se manifestem enquanto é tempo contra a escalada desses movimentos que se dizem conservadores, mas que na verdade se valem de práticas fascistas, de intimidação e de violência, nas ruas e nas redes sociais, contra a liberdade de expressão”, diz ele; confira o vídeo (mais…)

Ler Mais

ESALQ/USP receberá manifesto em defesa da Reforma Agrária, da Agroecologia e da Liberdade de Expressão

Ampliam-se manifestações em defesa da liberdade de expressão no caso que envolve a ESALQ/USP e a JURA

No Jornal da ADUSP

O patrulhamento ideológico caracterizado pela abertura de uma Comissão de Sindicância pela direção da ESALQ/USP, a fim de apurar atividade de extensão universitária em que o Professor Marcos Sorrentino promoveu com o Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra (MST), gerou uma enxurrada de manifestações de críticas à posição da direção da universidade e em defesa da liberdade de expressão e da Jornada Universitária de Apoio à Reforma Agrária – JURA (AQUI). (mais…)

Ler Mais

Teat(r)o oficina: corpos livres em perigo

Por Jean Tible*, na Fundação Perseu Abramo

No país da história golpeada (1), estamos vivendo os nefastos desdobramentos da sua mais recente reedição, ocorrida em 2016, que reverbera em variadas esferas. Todas as conquistas e aspirações dos de baixo estão sendo questionadas: proteção social, educação pública de qualidade, saúde para todos, combate às desigualdades sociais e raciais, políticas culturais, o limitado voto… Nessa encruzilhada, estamos: sabe(re)mos resistir (o que significa, para a esquerda, re-existir)? (mais…)

Ler Mais

Aos 96 anos, morre o artista plástico Frans Krajcberg

Nascido na Polônia, o artista vivia na cidade de Nova Viçosa, na Bahia, desde 1972

No Correio 24 Horas

O artista plástico Frans Krajcberg morreu nesta quarta-feira (15), aos 96 anos. Ele estava internado no Hospital Samararitano, no Rio de Janeiro, com um quadro de saúde frágil por conta de uma infecção generalizada. Antes, Krakcberg já havia sido internado em um hospital de Teixeira de Freitas, no sul da Bahia. Nascido na Polônia, o artista naturalizado brasileiro vivia na cidade de Nova Viçosa, na Bahia, desde 1972. (mais…)

Ler Mais

Perspetivas de mundo, conversa com Daniel Lima, curador de “Agora somos todxs Negrxs”

Por Marta Lança, no Buala

A questão racial tem sido uma disputa permanente no debate público brasileiro, conquistando mais espaço e posicionamentos articulados. São várias as exposições de artistas negros pelo país que inscrevem na sua obra, entre outras coisas, uma antiga história de opressão e de resistência com continuidades no presente. A reflexão e produção negra há muito tempo que vem questionando as estruturas de poder, no entanto, considera-se haver agora uma espécie de boom no circuito da arte contemporânea. Mas para quem? “Boom da arte negra é uma narrativa que só faz sentido da perspectiva normalizada pelo mundo branco”, diz a artista Jota Mombaça. Cúmplice das hierarquias da visualidade e das estruturas da branquitude, a arte brasileira terá forçosamente que rever os seus padrões. Daniel Lima, curador de Agora somos todxs negrxs, exposição integrada no 20º Festival Videobrasil, que decorre em São Paulo, explica a dimensão deste debate.  (mais…)

Ler Mais

STF: Liminar suspende condução coercitiva de artista do MAM SP perante CPI dos Maus-Tratos

O ministro Alexandre de Moraes, do Supremo Tribunal Federal (STF), deferiu pedido de liminar no Habeas Corpus (HC) 150180 para sustar os efeitos da ordem de condução coercitiva do artista Wagner Schwartz para depor na Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) dos Maus-Tratos, do Senado Federal, que investiga irregularidades e crimes relacionados a maus tratos em crianças e adolescentes no País. A decisão mantém, no entanto, a convocação para o comparecimento do artista à sessão a ser designada pela CPI, garantindo-lhe o direito de ser assistido por advogado e com ele comunicar-se, além do pleno exercício do direito ao silêncio. (mais…)

Ler Mais

Assoreamento da privacidade: a nova ferramenta do whatsapp

Por Roberto Piccelli, no Justificando

A privacidade tem sido tratada no Brasil como uma mera conveniência individual e negociável. Como a decisão estratégica é deixada na mão do usuário, o seu suposto poder de escolha vem legitimando retrocessos generalizados em várias frentes. E assim, sob o pretexto de que apenas facultam ao próprio usuário expor dados pessoais, serviços eletrônicos têm conseguido circunscrever esse direito tão trivial a um conceito cada vez menor e mais restrito.

É o que se pode chamar de assoreamento da privacidade. (mais…)

Ler Mais