Pela primeira vez no Brasil, orquestra revive sons da ancestralidade da América

Por Marina Carvalho, na UFRGS

Após apresentar a ancestralidade ameríndia por meio do som para países de todos os continentes, a Orquesta de Instrumentos Autóctonos y Nuevas Tecnologías chega pela primeira vez ao Brasil. A Universidade Federal do Rio Grande do Sul recebe, no dia 22 de outubro, às 19h, no Salão de Atos, o concerto que é considerado um museu vivo pela crítica especializada. O grupo conta a história da América Latina na voz dos povos originários – ou melhor, através dos sons. Aliando tradição e tecnologia, o projeto, fundado em 2004, é resultado de um intenso trabalho de pesquisa histórico-musical realizado na Universidade Nacional de Tres de Febrero (UNTREF), na Argentina. A apresentação integra a celebração pelos 20 anos do Salão de Extensão da UFRGS. 

(mais…)

Ler Mais

Pelotas sediará congresso internacional de Arqueologia

Por Jorge Eremites de Oliveira (*)

A cidade de Pelotas, localizada no sul do Rio Grande do Sul, também conhecida como Princesa do Sul, sediará, no período de 4 a 8 de novembro de 2019, o XX Congresso da SAB, evento promovido pela Sociedade de Arqueologia Brasileira. O organização do encontro está sob a responsabilidade da própria associação científica, fundada em 1980, que congrega arqueólogas/os e profissionais de campos afins que atuam no país e em outras partes do mundo.

(mais…)

Ler Mais

Portugal confirma entrega do Prêmio Camões a Chico Buarque em 2020

Ministério da Cultura português confirma que cerimônia será em data ainda indefinida de 2020, em Lisboa

RFI / CartaCapital

O ministério da Cultura de Portugal tenta ser diplomático após a declaração do presidente Jair Bolsonaro de que só assinará o diploma do Prêmio Camões ao escritor Chico Buarque em dezembro de 2026. A premiação internacional é patrocinada conjuntamente por Portugal e pelo Brasil e o ministério da Cultura português disse à RFI nesta quarta-feira 9 que “a cerimônia de entrega acontece em 2020, em Portugal”.

(mais…)

Ler Mais

Oniropolítica: alegorias da violência no Brasil contemporâneo

Mais do que a regressão da biopolítica para a necropolítica e do círculo fechado e inversivo entre soberania e violência, o que “Bacurau”, lido junto com a peça “Casa Submersa”, propõe é uma oniropolítica: a restauração de nossa capacidade de sonhar, de olhar para o lado e de coabitar várias temporalidades contraditórias

Por Christian Ingo Lenz Dunker*, no blog da Boitempo

Bacurau (2019), de Kleber Mendonça e Juliano Dornelles pode ser visto como um filme previsível sobre a violência, particularmente no Brasil profundo do sertão onde o Estado só chega em nome da corrupção. Um nordeastern que reforça o preconceito de que nosso inimigo fala inglês, que o sul usa o nordeste para empreender sua miséria em estrutura de vídeo game, que a pobreza traz necessariamente violência e que todos os políticos são corruptos. Um filme que usa a paratopia, baseada no fato de que o enredo se passa no futuro, apenas para mostrar como o tempo não passa e que no fundo repetimos padrões do cangaço, da ditadura militar, da escravidão e do colonialismo. Resultado: em vez de recriar um presente a partir da sua exageração no futuro, como em Terra em Transe, por exemplo, estamos apenas mitificando o presente a partir da alegorização do passado.

(mais…)

Ler Mais

Outra Política: o que aprender com BH

Douglas Resende e Jean-Claude Bernardet lançam um olhar sobre a experiência que sacudiu a esquerda em Minas Gerais e tentam descobrir como ela pode ajudar a encontrar saídas no deserto político brasileiro

Douglas Resende, entrevistado com Jean-Claude Bernardet, em Outras Palavras

A sequência de derrotas sofridas desde o golpe de 2016 continua atordoando a esquerda institucional brasileiro. O sintoma mais nítido é a perda de horizontes utópicos. Diante de um governo que opera em modo de devastação frenética, escasseiam alternativas. Raras vezes há, inclusive, resistência – ao desmonde da Petrobrás, à censura das obras artísticas por instituições como a Caixa ou ao aumento dos assassinatos policiais, por exemplo. Os partidos comportam-se como se esperassem um fato salvador – um vazamento arrasador da Vaza Jato, por exemplo.

(mais…)

Ler Mais

Prêmio Jabuti 2019 revela os 10 finalistas de suas 19 categorias

Um destaque para nós especial: a seleção, na categoria Humanidades, de “Direitos territoriais indígenas: uma interpretação”. O excelente livro do procurador da República Júlio José Araújo é, também, um instrumento fundamental para a luta pelos direitos dos povos indígenas, nos abjetos tempos atuais. (Tania Pacheco)

Uma nova lista com cinco finalistas será anunciada em breve e os vencedores do 61º Prêmio Jabuti serão revelados pela Câmara Brasileira do Livro no dia 28 de novembro

por Maria Fernanda Rodrigues – O Estado de S. Paulo

Foram anunciados nesta quinta-feira, 3, os finalistas do 61.º Prêmio Jabuti – a primeira edição depois que uma mudança drástica no regulamento, feita pelo então curador Armando Bagolin,dividiu a opinião de profissionais do livro e acabou em bate-boca. Este ano foram feitos novos ajustes no regulamento e o Jabuti, o mais abrangente prêmio do mercado editorial, vai premiar trabalhos em 19 categorias, divididas nos eixos Literatura, Ensaios, Livro e Inovação.

(mais…)

Ler Mais

Diretor da Funarte ofende Fernanda Montenegro após atriz criticar Bolsonaro

A fala de Roberto Alvim foi classificada pela classe artística como um ataque à liberdade de expressão

Por Alexandre Putti, na Carta Capital

O diretor do Centro de Artes Cênicas da Funarte, o dramaturgo Roberto Alvim foi até suas redes sociais neste domingo 22 para se  pronunciar sobre a atriz Fernanda Montenegro, que recentemente foi capa da revista literária “Quatro cinco um”. Na edição de outubro da publicação, Fernanda é retratada como uma bruxa prestes a ser queimada em uma fogueira com livros, fazendo uma referência aos recentes casos de censura feitas pelo governo.

(mais…)

Ler Mais

MPF PE recomenda à CEF retomada imediata do espetáculo teatral Abrazo

Entidade tem cinco dias, a contar da notificação, para informar se acatará ou não a recomendação

O Ministério Público Federal (MpF) em Pernambuco (PE) expediu recomendação, instrumento de atuação extrajudicial do órgão, para que a Caixa Econômica Federal (CEF) providencie a imediata retomada da exibição do espetáculo infantojuvenil Abrazo, do companhia Clowns de Shakespeare. O documento, direcionado à Superintendência da CEF no Recife, é assinado pelas procuradoras da República Carolina de Gusmão Furtado e Ana Fabíola Ferreira, ambas à frente da Procuradoria Regional dos Direitos do Cidadão em PE, como titular e substituta, respectivamente.

(mais…)

Ler Mais

“Independência em Risco”: todos os cartuns da exposição censurada podem ser baixados gratuitamente

Aberta ao público no dia 2 de setembro de 2019, na Câmara de Vereadores de Porto Alegre, a exposição “Independência em Risco” foi proibida e encerrada 24 horas depois, por decisão do presidente da casa.

Hoje, 16 de setembro, ela volta ‘ao ar’ de duas formas diferentes: uma liminar concedida pela Justiça determinou a reabertura da mostra na Câmara, ao longo do dia; já para o resto do País (e também para registrar mais esse arbítrio), o Instituto Cultural Padre Josimo está lançando todas charges num e-book organizado por Marcos Corbari e Katia Marko, que pode ser baixado gratuitamente.

(mais…)

Ler Mais