Crianças com microcefalia sofrem com o descaso do poder público em Pernambuco

Nesta edição do programa Interesse Público, confira o trabalho do MPF para garantir apoio às famílias atingidas pelo Zika Vírus em 2015. Programa inédito vai ao ar neste domingo (30), às 17h30, pela TV Justiça e depois fica disponível no canal do MPF no YouTube

Procuradoria-Geral da República

Há três anos, o zika vírus atingiu o nordeste do país e se espalhou por 21 Estados. A doença tem entre suas consequências a microcefalia: uma má-formação do cérebro dos bebês durante a gestação que prejudica o desenvolvimento das crianças. Nesta edição, o Interesse Público (IP) mostra o apelo dos pais que buscam melhor qualidade de vida para os filhos, em Pernambuco – o estado mais afetado pela condição. O Ministério Publico Federal (MPF) no estado promoveu um encontro entre famílias, organizações sociais, representantes do poder público e profissionais da saúde para buscar ações concretas e evitar que o drama dessas crianças caia no esquecimento.

No Rio de Janeiro, o IP vai falar sobre a ação do MPF para liberar verbas para a saúde pública. São quase quatro bilhões de reais de verbas federais que deveriam ter ido para o fundo estadual de saúde, entre 2013 e 2015, mas não tiveram a destinação correta.

Ainda no RJ, a “casa da morte”: um antigo centro clandestino de tortura e assassinatos durante o regime militar, em Petrópolis, vai virar um memorial. O MPF cobra a desapropriação do terreno e espera que o local se torne um centro histórico, não apenas relembrar, mas para evitar a repetição de erros do passado.

Em Sergipe, o IP acompanha o projeto Ministério Público pela Educação (MPEduc), que já apresenta bons resultados. Além de reformas e melhorias no ensino, alunos e professores contam com mais segurança nas escolas.

Onde assistir – O Interesse Público é veiculado nacionalmente pela TV Justiça aos domingos, às 17h30, com reprises ao longo da semana. O programa também é retransmitido por emissoras parceiras nos estados do Pará, São Paulo, Tocantins, Espírito Santo, Sergipe, Rio de Janeiro, Acre, Paraíba e Rio Grande do Sul. Você também pode acompanhar o programa pela internet, no site da TV Justiça, ou acessar as reportagens no canal do MPF no YouTube.

O IP é uma revista eletrônica semanal produzida pela Secretaria de Comunicação da Procuradoria-Geral da República, em parceria com a produtora Chá com Nozes e com a colaboração das unidades do MPF em todo o país. Para críticas e sugestões, fale conosco pelo endereço eletrônico: .

 

Foto: Lucas de Menezes/Diário do Nordeste

Deixe uma resposta

O comentário deve ter seu nome e sobrenome. O e-mail é necessário, mas não será publicado.

2 × três =