CPT realiza segundo módulo do curso de Formação em Educação e diversidade camponesa

Entre os dias 13 e 18 de janeiro ocorrerá em Ibiúna (SP), o segundo módulo do Curso de Formação para agentes sociais que atuam em condições de conflitos agrários. O curso faz parte do Projeto Nacional de Formação em Educação e diversidade camponesa, elaborado pela Universidade Federal de Goiás com a Comissão Pastoral da Terra (CPT)

por CNBB Regional Sul 1 / CPT

O curso de formação faz parte das ações da Comissão Pastoral da Terra (CPT). A meta do programa é formar seus agentes sociais para atuarem de forma organizada em áreas de conflitos, principalmente os vinculados as pastorais sociais, de todas as regiões brasileiras um espaço ambiente de Formação e de pesquisa acadêmica sobre a diversidade camponesa.

O Programa que tem como objetivo oferecer Formação em Educação e Diversidade Camponesa está organizado em quatro módulos com 384 horas distribuídas. O primeiro módulo foi realizado em setembro e outubro.

Outros dois módulos ainda serão ministrados em julho e outubro.

Deixe uma resposta

O comentário deve ter seu nome e sobrenome. O e-mail é necessário, mas não será publicado.

2 + quatro =