Povos indígenas de Roraima recebem Joenia Wapichana no ATL: “Nenhum direito a menos – Agora Vai ou Racha”

Por Mayra Wapichana

Com cantos e danças tradicionais, os povos indígenas de Roraima receberam a deputada federal indígena, Joenia Wapichana (REDE/RR), na manhã desta sexta- feira, 3 , no Acampamento Terra Livre (ATL): “Nenhum direito a menos – Agora Vai ou Racha”. O ATL local ocorre há duas semanas, em Boa Vista, reunindo mais de mil indígenas de várias regiões do Estado.

A principal pauta do movimento indígena é a nomeação do novo coordenador do Distrito Leste de Roraima (DSEI/Leste-RR). O movimento indígena pediu a exoneração do atual coordenador, Armando Neto, e a nomeação do médico, Paulo Daniel Morais.

A reivindicação dos povos já foi protocolada na Casa Civil, Ministério da Saúde, Secretaria de Saúde Indígena (SESAI) e no próprio gabinete da deputada federal Joenia Wapichana.

“Não poderia deixar de participar desse ato em busca de direitos, respeito e consolidação da saúde indígena”, disse a deputada aos jovens, mulheres, lideranças tradicionais e às crianças que a recepcionaram no ATL.

Recordou a origem do Acampamento Terra Livre (ATL), em 2004, mesmo ano em que foi promulgada a Convenção 169 da Organização Internacional do Trabalho (OIT), no Brasil. A 169 da OIT, que completou 100 anos, garante aos povos indígenas a Consulta prévia, livre e informada.

Aproveitou para informar sobre os avanços da atuação parlamentar, destacando a criação da Frente Parlamentar Mista em Defesa dos Direitos dos Povos Indígenas, lançada no dia 4 de abril, com a adesão de 210 deputados e 27 senadores, um total de 237 parlamentares, conforme a publicação oficial da Câmara.

Alertou sobre as preocupações com os ataques do Governo aos direitos dos povos indígenas, como a Medida Provisória 870/10 que, entre as medidas que afetam os direitos indígenas, trata-se da transferência da Fundação Nacional do Índio (FUNAI) para o Ministério da Mulher, da Família e Direitos Humanos, além das competências de demarcação das terras indígenas do Ministério da Justiça para o Ministério da Agricultura e Pecuária. Essa medida tem sido umas das principais preocupações dos povos indígenas.

Joenia Wapichana reafirmou compromisso de defender os direitos indígenas no Congresso Nacional, sempre buscando alianças com parlamentares aliados à causa indígena, tanto na Câmara quanto no Senado.

Além do ATL, Joenia Wapichana também cumpriu agenda no Instituto Federal de Roraima, no campus do município de Amajari, onde reuniu com servidores e estudantes. A visita ocorreu ontem, 2.

O Instituto recebe atualmente estudantes de várias regiões do estado, sendo que 70% desses alunos são indígenas. É muito importante ter o compromisso com a educação para que tenha melhoria do ensino no País, e que seja contínuo para que haja mudanças.

Como disse o aluno do curso de agropecuária da comunidade Maturuca, Terra Indígena Raposa Serra do Sol, Martinho Macuxi: “Lutar pela educação é lutar pelos nossos direitos”.

Deixe uma resposta

O comentário deve ter seu nome e sobrenome. O e-mail é necessário, mas não será publicado.

3 × 4 =