“Direito dos povos de terreiro” está disponibilizado para ser baixado da internet

“A obra reúne trabalhos que, a partir de diferentes perspectivas críticas, abordam a relação entre o(s) direito(s) e os povos de terreiro, com vistas ao reconhecimento das comunidades tradicionais de matriz africana em sua diversidade sociocultural. O diálogo entre o universo das religiões afro-brasileiras e a gramática das instituições estatais, marcado por históricos silenciamentos, injustiças e mal-entendidos, precisa ser restabelecido em termos não de autoridade, mas de alteridade, num contexto pluralista. Para além de salvaguarda dos direitos à identidade, à igualdade na diferença, ao território, ao patrimônio cultural e ambiental, à liberdade e à vida, todos temas que atravessam as discussões deste livro, estão em jogo, hoje, acima de tudo, o sentido e o futuro de nossa democracia.”

Esse é o Resumo do livro Direito dos povos de terreiro, organizado por Bruno Barbosa Heim, Maurício Azevedo de Araújo e Thiago de Azevedo Pinheiro Hoshino, que agora está disponível para ser lido e/ou baixado da internet.

A publicação da editora da Universidade do Estado da Bahia reúne textos de Luciana de Souza Ramos, Maurício Azevedo de Araújo, Isan Almeida Lima, Andréa Letícia Carvalho Guimarães, César Augusto Baldi, Thiago de Azevedo Pinheiro Hoshino, Evandro Piza Duarte, Guilherme Martins do Nascimento, Marcos Vinícius Lustosa Queiroz, Bruno Barbosa Heim, Júlio Cesar de Sá da Rocha, Roberta Nascimento da Silva, Paulo Cesar Vieira Tavares, Mariana Seifert Bazzo e Jorge Scola.

O livro, cuja importância é inquestionável, ainda mais neste momento antihistórico, pode ser acessado AQUI.

Como escrevem os organizadores fechando sua Apresentação,

Quem tem olhos de ler, que leia!

Deixe uma resposta

O comentário deve ter seu nome e sobrenome. O e-mail é necessário, mas não será publicado.

10 + 16 =