Comissão de deputados federais fazem diligência para apurar torturas e castigos em presídio de Fortaleza

Pedro Calvi / CDHM

A Comissão de Direitos Humanos e Minorias da Câmara dos Deputados (CDHM) faz, nas próximas quinta e sexta-feira (5 e 6), diligência à Fortaleza (CE), para apurar denúncias de torturas e castigos no sistema prisional do estado. As denúncias foram levantadas pelo Mecanismo Nacional de Prevenção e Combate à Tortura (MNPCT).

Os peritos do Mecanismo fizeram um relatório onde descrevem procedimentos com o uso indiscriminado de tonfas (tipo de cassetete) e botinas em qualquer situação de movimento ou conversa entre presos, inclusive com dedos quebrados. O relatório também descreve a entrega de presos a facções dentro dos presídios, além da superlotação, da falta de colchões roupa de cama, itens básicos de higiene e coleta de lixo nas celas.

Participam da diligência os deputados Helder Salomão (PT/ES), presidente da CDHM, Luizianne Lins (PT/CE) e Talíria Petrone (PSOL/RJ).

Programação

05/12 – Quinta-feira

09h30 Visita ao Instituto Penal Feminino Auri Moura Costa – Município de Aquiraz

14h00 – Oitiva com Familiares/Reunião Movimentos Sociais e colegiados (sede da OAB)

06/12 – Sexta-feira

09h00 Reunião com o Governador

13h00 – Audiência Pública na Assembleia Legislativa do Estado do Ceará com autoridades de Estado

Informações durante a diligência 61-999817409

FOTO: WILSON DIAS/AGÊNCIA BRASIL

Deixe uma resposta

O comentário deve ter seu nome e sobrenome. O e-mail é necessário, mas não será publicado.

6 + dezessete =