Inpe informou ao governo que satélite “não é apropriado” para Amazônia. Por Rubens Valente

No Uol

Em um documento protocolado em setembro, o Inpe (Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais) informou ao MCTIC (Ministério de Ciência, Tecnologia e Inovações) que o satélite-radar da banda X – nos mesmos moldes de um que o Ministério da Defesa estudava adquirir na época – “não é apropriado para o monitoramento do desmatamento na Amazônia”.

Nesta quarta-feira (30), conforme a coluna divulgou ontem, o Comando da Aeronáutica assinou o contrato com a empresa finlandesa Iceye pelo qual adquiriu um satélite-radar por US$ 33,8 milhões, ou cerca de R$ 175 milhões ao câmbio de ontem.

(mais…)

Ler Mais

Amazônia como “ativo problemático” e o despotismo quase perfeito. Por Luis Fernando Novoa Garzon

No Correio da Cidadania

A in­cor­po­ração da Amazônia, tal como vem sendo pro­ces­sada nas úl­timas dé­cadas, im­plica na cris­ta­li­zação da con­dição de su­ple­men­ta­ri­dade econô­mica do país como um fim em si mesmo. O des­fa­zi­mento pro­gra­mado da Amazônia só pode acon­tecer em um país feito aces­sório e posto pre­me­di­ta­da­mente à de­riva.

Essa se­le­ti­vi­dade re­versa, em favor da pri­ma­ri­zação e en­xu­ga­mento das ca­deias pro­du­tivas aqui ins­ta­ladas, re­pre­senta uma poda pre­ven­tiva de ca­deias de valor po­ten­ciais ou in­com­pletas. Re­pre­senta uma ab­di­cação de tri­lhar ha­bi­li­ta­ções pós-in­dus­triais e uma au­to­con­de­nação a de­mandas exó­genas de curto prazo.

(mais…)

Ler Mais

Para salvar a piracema, MPF cobra liberação de mais água para a Volta Grande do Xingu em 2021

Espécies amazônicas se reproduzem entre novembro e março. Sem água, peixes não alcançarão locais de desova

O Ministério Público Federal (MPF) quer saber qual hidrograma será aplicado para a Volta Grande do Xingu em 2021. O hidrograma é a quantidade de água que o Instituto Brasileiro do Meio Ambiente (Ibama) determina que seja liberada para banhar o curso natural do rio, enquanto a outra parte é desviada para mover as turbinas da usina de Belo Monte, no Pará. Desde 2015, a área de onde as águas foram desviadas vive sob regime de grave estresse hídrico e documentos do próprio Ibama apontam, desde 2019, danos que podem ser irreversíveis e até perda de biodiversidade.

(mais…)

Ler Mais

Madeira ilegal na Amazônia: investigação aponta pressão de deputado e ameaça a fiscais do Ibama

ClimaInfo

Os desdobramentos da Operação Arquimedes, deflagrada pela Polícia Federal (PF) e o Ministério Público Federal (MPF), mostram que o comércio de madeira explorada ilegalmente na Amazônia não envolve apenas madeireiras clandestinas e funcionários públicos corruptos, mas também agentes políticos do alto escalão. Segundo informou Leandro Prazeres em O Globo, o deputado federal Átila Lins (AM) pressionou o Ibama pela reabertura de uma madeireira fechada semanas antes por operação irregular no município de Manacapuru, no Amazonas. Os investigadores encontraram uma troca de mensagens entre Lins e o então superintendente do Ibama no estado, José Barroso Leland, réu em processos por crimes contra a flora e por porte ilegal de arma. Leland é apontado como um dos principais atores do esquema que “esquentava” madeira extraída de áreas irregulares, permitindo sua venda no mercado interno e externo como se fosse de origem legal.

(mais…)

Ler Mais

BR 319: ministério da infraestrutura anuncia obra que pode quadruplicar desmatamento da Amazônia

ClimaInfo

O ministério da infraestrutura anunciou hoje (16/12) a pavimentação de um trecho de 52 km da BR-319 (Manaus-Porto Velho). O ministro Tarcisio Freitas foi ao Twitter dizer que a obra é “fundamental para o transporte de pessoas e a integração social dos estados do Amazonas e Rondônia”. Mas, também no Twitter, o professor Raoni Rajão, da UFMG, publicou uma imagem de satélite mostrando claramente que os assentamentos humanos na região ficam ao longo dos rios e estão “completamente abandonados pelo Estado”. No tuíte, Rajão pergunta: “Que tal ajudar essa população ao invés dos grileiros?”

(mais…)

Ler Mais

Atlas da Amazônia revela que um terço do bioma está sob grave pressão e ameaça. A deterioração se intensificou nos últimos anos. Entrevista especial com Júlia Jacomini

Publicação da Rede Amazônica de Informação Socioambiental – Raisg traz dados atualizados sobre a situação do bioma em perspectiva com a primeira edição do documento publicada em 2012

Por: Ricardo Machado, em IHU On-Line

Foi divulgado no dia 8 de dezembro pelo Instituto Socioambiental – ISA o  Atlas – Amazônia sob pressão. O documento, que teve sua primeira versão publicada em 2012, traz uma série de indicadores que fazem um raio-x da atual situação do bioma. O estudo tem como marco temporal, para a maioria dos levantamentos, o período entre 2000 e 2018, e traz dados classificados, em diferentes graus, como “pressões e ameaças” e “sintomas e consequências”.

(mais…)

Ler Mais

Como o povo Karipuna expulsou criminosos de suas terras na Amazônia

  • Junto a organizações da sociedade civil, indígenas fizeram denúncias na ONU e monitoraram seu território para identificar pontos de invasão. Informações serviram de base para investigar os crimes.
  • Como resultado, o desmatamento caiu 49% na Terra Indígena Karipuna, em Rondônia. Criminosos foram presos e bens foram bloqueados.
  • Quase extintos na década de 1970 e reduzidos a apenas quatro sobreviventes, hoje os Karipuna são cerca de 70 pessoas.
  • O modelo estabelecido pelos Karipuna pode servir de base para pôr fim a organizações criminosas que atuam em diversas terras indígenas na Amazônia

Por: Maurício Angelo, em Mongabay

Homologada em 1998, a Terra Indígena Karipuna de Rondônia, onde vivem os últimos remanescentes do povo Karipuna, vítima de um genocídio, enfrenta uma realidade comum a terras indígenas na Amazônia: está sob ameaça de madeireiras, pecuaristas e grileiros.

(mais…)

Ler Mais

MPF pede explicações do governo sobre retirada do ipê da lista internacional de proteção

Por Felipe Campinas, no Amazonas Atual

MANAUS – O MPF (Ministério Público Federal) solicitou que o Ministério do Meio Ambiente explique os critérios que embasaram a retirada do ipê da lista internacional de proteção de espécies ameaçadas. Segundo o procurador da República Leonardo Galiano, a Operação Arquimedes, que investiga exploração ilegal de madeira na Amazônia, revelou que o ipê é a espécie mais explorada na região.

(mais…)

Ler Mais

⅓ da Amazônia está sob a pressão da destruição ambiental

ClimaInfo

A tendência é preocupante: o avanço inclemente da devastação florestal na Amazônia coloca cada vez mais pressão, com impactos ambientais significativos. Segundo o novo Atlas Amazônia Sob Pressão, da Rede Amazônica de Informação Socioambiental Georreferenciada (RAISG), 7% do território amazônico sofre pressão “muito alta” e 26%, “alta”. As áreas mais vulneráveis estão localizadas nas regiões periféricas do bioma, em áreas montanhosas e de piemonte localizadas na Amazônia Ocidental, principalmente no Equador, no norte da Venezuela e no sul da Amazônia Brasileira.

(mais…)

Ler Mais

“Só crítica não adianta, tem que vir recurso também”, diz Salles, o destruidor do Fundo Amazônia

ClimaInfo

Depois de um sumiço que durou dias (que, curiosamente, coincidiu com a divulgação dos dados do PRODES mostrando aumento do desmatamento da Amazônia), Salles apareceu em uma live com Bolsonaro na 5ª feira (3/12) para praticar seu esporte predileto: desancar governos e países que criticam a destruição florestal no Brasil.

(mais…)

Ler Mais