Perdidos na Amazônia

Livro da jornalista Elvira Lobato desvenda a realidade das miniemissoras de TV na Amazônia; leia trecho inédito

A Pública / Amazônia

Apaixonada pela profissão, a premiada repórter Elvira Lobato fez três expedições à Amazônia, duas delas por sua conta e risco, para desvendar a realidade das miniemissoras de TV da região, “ignorada pelos grandes centros urbanos e em rápida transformação social”, como escreve a jornalista na abertura do livro Antenas da Floresta – A Saga das Tvs na Amazônia, que será lançado pela Objetiva, do grupo Companhia das Letras, no próximo dia 4 de dezembro. (mais…)

Ler Mais

‘Mistura tóxica’ pode destruir a Amazônia, alerta pesquisador

Os cientistas Carlos Nobre e Eduardo Assad foram os convidados do USP Talks de outubro, que debateu modelos de desenvolvimento sustentável para a região amazônica

Herton Escobar – O Estado de São Paulo

Uma “mistura tóxica” de desmatamento, fogo e aquecimento global ameaça a Amazônia de morte. Cerca de 20% da bacia amazônica já foi desmatada, e apesar da queda no ritmo de desmatamento, mais de 5 mil quilômetros quadrados de floresta continuam a desaparecer todos os anos, só no Brasil. Se essa taxa passar de 30%, grande parte da Amazônia poderá sumir nas próximas décadas, arrasada pelas motosserras, pelo fogo e pelas mudanças climáticas globais. (mais…)

Ler Mais

Amazônia, história de um massacre esquecido

Documentos históricos revelam: até um milhão de animais foram mortos por ano no século 20, para abastecer mercado mundial de peles. Congresso estuda reabrir a caça

Por André Antunes, na revista Piseagramaparceira editorial de Outras Palavras

Foram necessários vinte dias de viagem para percorrer os três mil quilômetros desde o ponto de partida. Durante a Segunda Guerra Mundial, atracado ao porto do derradeiro seringal, o imponente barco a vapor Rio Aripuanã desembarcava os seus últimos passageiros e bens industrializados provenientes de Manaus, enquanto se reabastecia de produtos extrativistas e passageiros oriundos das florestas do Rio Iaco, no alto Rio Purus. (mais…)

Ler Mais

Violência é elemento inerente ao modelo de desenvolvimento do Brasil

IHU On Line

“A intolerância, de maneira geral, tem aumentado, seja contra LGBTs, lideranças de favelas e afro-religiosos, por exemplo. A criminalização do protesto, já evidenciada no período anterior, quando foi aprovada a Lei n°12.850/2013 – Lei de organizações criminosas, tende a aumentar em um momento de exaltação de figuras públicas com discursos militarizados”, escreve Pedro Martins, assessor jurídico da Terra de Direitos, em artigo publicado por Heinrich Boell Foundation, 13-11-2017. Eis o artigo. (mais…)

Ler Mais

Indígenas amazónicos garantizan alcanzar metas climáticas

Servindi

En un evento Side Event en el marco de la COP 23 que se lleva a cabo en la ciudad de Boon, Alemania, líderes indígenas amazónicos de la Asociación Interétnica de Desarrollo de la Selva Peruana (AIDESEP) expusieron los aportes de los pueblos indígenas amazónicos de Perú para las Contribuciones Nacionalmente Determinadas (NDC por su sigla en inglés). (mais…)

Ler Mais

STF retoma julgamentos que definem rumos da preservação ambiental na Amazônia e no Brasil

O Supremo Tribunal Federal, mais alta instância do poder judiciário brasileiro, vai decidir, nesta semana, se leis e medidas que alteram áreas de preservação ambiental da Amazônia e do restante do Brasil vão contra o que determina a Constituição Federal

Terra de Direitos / IHU On-Line

Na próxima quarta-feira (8), os ministros darão continuidade ao julgamento de quatro ações que apontam que a legislação ambiental conhecida como Código Florestal é inconstitucional. (mais…)

Ler Mais

Especial Amazônia Resiste: À espera de Belo Sun

Indígenas Juruna veem o peixe rarear em seu território enquanto o maior projeto de ouro a céu aberto do Brasil se aproxima; documento dos Juruna exige o direito à consulta prévia, previsto em tratado internacional em vigor no país desde 2003

por Ciro Barros e Iuri Barcelos – Agência Pública

Na área de influência direta da Usina Hidrelétrica de Belo Monte, na Volta Grande do Xingu, os índios Juruna juntam os cacos. “Nós não sabemos se no futuro a gente vai ter condições de continuar vivendo aqui”, conta o professor Natanael Juruna, morador da aldeia Müratu, uma das três da Terra Indígena (TI) Paquiçamba. A jusante da barragem, eles veem sua principal fonte de renda e subsistência, o peixe, rarear. Um monitoramento independente feito pelos indígenas em parceria com a Universidade Federal do Pará (UFPA) e o Instituto Socioambiental (ISA) revela que a produção pesqueira caiu praticamente pela metade entre os meses de janeiro de 2015 e 2016, período no qual houve o barramento do rio. Os dados da própria Norte Energia apontam para a questão da mortandade de peixes: segundo o 11º Relatório de Monitoramento Socioambiental Independente, entre novembro de 2015 e junho de 2016, mais de 19 toneladas de peixes morreram – o dobro do que os Juruna pescaram em três anos. (mais…)

Ler Mais

Lideresas indígenas participan en taller para el fortalecimiento de sus derechos

Mujeres indígenas de diferentes regiones de la Amazonía peruana participan en el taller “Mujeres indígenas empoderadas para la defensa de sus derechos” en Satipo Junín. La jornada se realizará hasta el 4 de noviembre

Servindi

Mujeres indígenas de diferentes regiones de la Amazonía peruana participan en el taller “Mujeres indígenas empoderadas para la defensa de sus derechos”, evento que se realiza del jueves 2 al sábado 4 de noviembre en la comunidad nativa Atahualpa, Satipo – Junín. (mais…)

Ler Mais

Minería destruye más selva amazónica de lo que se pensaba

Investigadores de la Universidad de Vermont, en Estados Unidos, concluyen que la pérdida de masa forestal provocada por la actividad de las mineras representa en torno al 10 % de la pérdida forestal total en la Amazonía entre 2005 y 2015, por encima de lo estimado previamente

Eco América / Servindi

La expansión de la minería en Brasil está destruyendo más zonas de bosque amazónico de lo que se pensaba hasta ahora, según un estudio sobre la deforestación tropical en esa región que publica hoy la revista Nature Communications. (mais…)

Ler Mais

Amazonas sumergido en el cinturón de pobreza

Por Elmer Antonio Torrejón Pizarro* – Servindi

El presente documento, es un análisis sobre la pobreza en el departamento de Amazonas, para lo cual utilizó como herramienta de análisis el “Mapa de la Pobreza Provincial y Distrital 2013”, elaborado el año 2015 por el Instituto Nacional de Estadística e Informática (INEI). Este mapa es una herramienta indispensable para la toma de decisiones de autoridades e instituciones públicas y privadas; y contiene un conjunto de indicadores de pobreza que permiten reorientar y priorizar recursos y acciones de los gobiernos (nacional y subnacionales) hacia los distritos más pobres. (mais…)

Ler Mais