Servidores se mobilizam contra mais um ataque ao Incra

Portaria institui o “Programa Titula Brasil”, que repassa atribuições da autarquia aos municípios, facilitando a titulação de terras e a legalização da grilagem

Por Sintsef/BA*, na Página do MST

Na última terça-feira (19), a Confederação dos Trabalhadores no Serviço Público Federal (Condsef/Fenadsef) e a Confederação Nacional das Associações dos Servidores do Incra (CNASI-AN) realizaram reunião virtual com servidores do Incra. Os trabalhadores estão mobilizados contra a portaria conjunta que retira a função pública do Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária (Incra) e terceiriza atribuições de regularização fundiária, dando maior poder aos grileiros.

(mais…)

Ler Mais

A eleição de um desmatador e o roubo de terras no ‘novo arco da destruição’ da Amazônia

Com índices recordes de desmatamento, Apuí (AM) elegeu para prefeito o vice da gestão anterior, que carrega multas ambientais, assim como 25 outros prefeitos recém-eleitos na Amazônia Legal

Por Sam Cowie | Fotos: Avener Prado, de Apuí (AM)

Ao tomar posse como novo prefeito de Apuí, no sul do Amazonas, Marcos Lise (PSC) anunciou em seu Instagram “um novo tempo, uma nova história sendo escrita”. Mas a eleição do pecuarista representa o que se repete em cidades pequenas amazônicas que enfrentam aumento do desmatamento: a manutenção no poder de grupos tradicionalmente ligados a crimes ambientais. 

(mais…)

Ler Mais

Brasil encerra 2020 com maior número de focos de queimadas em uma década

Pantanal registrou maior quantidade de focos de incêndio desde o início da série histórica, em 1998. Focos de queimada na Amazônia subiram 15% em relação a 2019.

Na DW

O Brasil encerrou 2020 com o maior número de focos de queimadas em uma década, de acordo com dados do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe). No ano passado, o país registrou 222.798 focos, contra 197.632 em 2019, um aumento de 12,7%. Os números só ficam atrás do recorde de 2010, quando o país registrou cerca de 319 mil focos.

(mais…)

Ler Mais

Retrospectiva: coronéis no campo e na política. Por Gilvander Moreira

No final do ano de 2020, em contexto de terra arrasada pela superexploração do sistema capitalista – máquina de moer vidas -, com nosso país desgovernado pelo antro de fascistas elevados ao poder por fake news, antipetismo, aversão a partidos políticos e pela ingerência funesta de (neo)pentecostais da igreja católica e de muitas outras igrejas na política brasileira, com ideologia da prosperidade, redução da dimensão religiosa a autoajuda e difusão de preconceitos, discriminações, fundamentalismos e moralismos que se tornam pessoas religiosas cúmplices de um governo genocida e de uma espiral de violência social estimulada por homofobia, racismo estrutural e antifeminismo, faz bem fazermos um pouco de retrospectiva sobre a luta pela terra em Salto da Divisa, no Baixo Jequitinhonha, MG, sabedor de que sem a partilha e a democratização do acesso à terra no Brasil, não conquistaremos a superação das gravíssimas injustiças e desigualdades que continuam se reproduzindo cotidianamente no país.

(mais…)

Ler Mais

STF suspende ordem de retirada de indígenas Tupinambá de terra em disputa na Bahia

Segundo o ministro Ricardo Lewandowski, as populações indígenas ainda estão em situação de vulnerabilidade em relação à pandemia.

STF

O ministro Ricardo Lewandowski, do Supremo Tribunal Federal (STF), suspendeu decisão judicial que havia determinado a reintegração de posse em área localizada em Una (BA), objeto de litígio entre a Comunidade Indígena Tupinambá de Olivença e a Ilhéus Empreendimentos S.A. A decisão, liminar, foi proferida na Reclamação (RCL) 45260.

(mais…)

Ler Mais

Desmatamento em terras griladas aumenta 50% no governo Bolsonaro

Segundo o Instituto de Pesquisa Ambiental da Amazônia, de 2014 a 2018 a média foi de 112,8 mil hectares. Subiu para 215,6 mil em 2019 e para 226 mil em 2020

Por Redação RBA

O desmatamento em terras griladas aumentou 50% nos dois primeiros anos do governo de Jair Bolsonaro em relação à média dos cinco anos anteriores. De 2014 a 2018, foram 112,8 mil hectares. Em 2019 passou para 215,6 mil e neste ano, ficou em 226,5 mil, segundo estudo do Instituto de Pesquisa Ambiental da Amazônia (Ipam). Essa área destruída em terras registradas ilegalmente responde por 20% de toda a devastação registrada na Amazônia.

(mais…)

Ler Mais

Acampamento Osmir Venuto da Silva, no sul do Pará, é atacado por pistoleiros

Por CPT Xinguara

Na noite do dia 14 de dezembro, aproximadamente às 23h50, segundo relatos e imagens registrados pelas famílias de camponeses, o acampamento Osmir Venuto da Silva, localizado em Eldorado dos Carajás, sul do Pará, foi alvo de brutal ataque efetivado por quatro pistoleiros fortemente armados. Barracos foram queimados, pessoas foram feridas e famílias temem pela própria vida.

(mais…)

Ler Mais

Governo Bolsonaro lança programa “Invade Brasil”, mais um presente para grileiros

Florestas e populações tradicionais seguem sendo ameaçadas com mais esse estímulo à invasão de terras públicas por criminosos e desmatadores

Greenpeace

A embalagem está diferente, mas o presente de Natal para invasores de terras públicas oferecido pelo governo Bolsonaro não mudou do ano passado para agora. Neste dezembro de um ano que parece não ter fim, o governo lançou uma portaria que irá terceirizar para os municípios brasileiros o processo de regularização fundiária em terras da União, mais um claro estímulo ao crime e ao desmatamento.

(mais…)

Ler Mais