Jornalismo passivo, racismo naturalizado

Por Dairan Paul, no Observatório da Imprensa

No último dia 15, as cenas de um estrangulamento em um mercado do Rio de Janeiro chocaram o país, quando o segurança do estabelecimento imobilizou e matou um jovem negro. Imagens gravadas mostram clientes assistindo ao acontecimento e apelando para que o funcionário soltasse o rapaz. Nas gravações, ele é visto conversando com o vigilante, até ser subitamente derrubado e morto.

(mais…)

Ler Mais

Em áudio vazado para a Veja, Bolsonaro diz a Bebianno que Globo é inimiga

Vazamento desmente declaração de Carlos Bolsonaro, embasada pelo pai, de que Bebianno não teria falado com Jair Bolsonaro e abre nova frente da guerra no Planalto

Na Fórum

Um dia após a exoneração de Gustavo Bebianno da secretaria-geral da Presidência, o site da revista Veja trouxe nesta terça-feira (19) áudios vazados do ex-aliado com Jair Bolsonaro. Em troca ríspida de mensagens, Bolsonaro critica o agendamento de uma reunião de Bebianno com o vice-presidente de Relações Institucionais da do Grupo Globo e chama a emissora de inimiga.

(mais…)

Ler Mais

Perfis de paródia se organizam no Twitter em apoio a Bolsonaro e contra a imprensa

Organizadas por uma central que ganhou força após a exclusão de contas pelo Twitter, sátiras misturam notícias tendenciosas com piadas

Por Ethel Rudnitzki, na Pública

Gobo News, Mônica Bengamo, Ual notícias, Vilma Russeffi. Trocadilhos com o nome de veículos de comunicação, jornalistas e políticos são usados como títulos para usuários de paródia no Twitter. Porém, autodeclaradas “humorísticas” ou “satíricas”, essas contas divulgam notícias falsas entre postagens irônicas e críticas à imprensa. Ao longo de um mês, a Pública analisou 90 dessas contas e descobriu quem são os responsáveis e como se organizam na rede.

(mais…)

Ler Mais

No Brasil de Bolsonaro, as definições de vagabundo foram atualizadas

Por Rosana Pinheiro-Machado , no The Intercept Brasil

A subjetividade fascista que cresce no Brasil não mobiliza o medo de um inimigo externo, como é comum no hemisfério norte. Nosso inimigo é interno: o velho conhecido vagabundo.

Todo mundo conhece muitos vagabundos, mas ninguém se acha um. Vagabundo é sempre o “outro”. “Nós” somos humanos, do bem, inteligentes, realizadores e dotados da moral cristã. Tudo que temos é mérito do suor de nosso trabalho, e o que não temos é porque os “vagabundos” recebem privilégios e mamatas. Quando “nós” morremos, a dor é imensa porque nossas vidas importam. “Eles”, os vagabundos, são menos humanos. São lesados, preguiçosos e pervertidos. Tudo o que eles possuem vêm de vida fácil. Quando “eles” morrem não há dor e, muitas vezes, há até comemoração, pois vagabundo bom é vagabundo morto.

(mais…)

Ler Mais

M Facebook – 27 de janeiro a 2 de fevereiro, 2019

Por Natasha Bachini e João Feres Jr., no Manchetômetro

Entre os dias 27 de janeiro e 2 de fevereiro de 2019, as 158 páginas que monitoramos publicaram 7.689 posts, que geraram 6.101.077 compartilhamentos. As páginas que mais postaram nessa semana foram: UOL (387 posts), O Globo (380 posts) e Exame (375 posts). 

Os 20 posts da tabela (AQUI) concentram 14% dos compartilhamentos obtidos pelas 158 páginas ao longo do período. O recurso mais empregado nessas postagens foi a foto (70%), seguido por vídeo (25%) e texto (5%).
Três temas se destacaram entre os posts mencionados na tabela: o rompimento da barragem em Brumadinho (MG), a disputa à presidência do Senado e o falecimento do irmão do ex-presidente Lula.

(mais…)

Ler Mais

“Que diferença faz quem é Chico Mendes?”, diz ministro do Meio Ambiente

Em entrevista ao “Roda Viva”, Ricardo Salles minimizou a importância do líder ambientalista, não apresentou propostas concretas para o meio ambiente no Brasil e continuou defendendo mais agilidade nas licitações, mesmo após crimes ambientais como os da Vale

Por Fórum

O ministro do Meio Ambiente, Ricardo Salles, em entrevista concedida ao “Roda Viva”, da TV Cultura, nesta segunda-feira (11), confessou que não conhece a Amazônia e muito menos sabe da história do líder seringueiro Chico Mendes, considerado mundialmente uma das maiores referências da causa ambiental.

(mais…)

Ler Mais

Rastreamos a hashtag que espalhou fake news sobre Jean Wyllys

Iniciados por anônimos, boatos que ligavam ex-deputado a ataque a Bolsonaro explodiram com atuação de Olavo de Carvalho, Alexandre Frota e Lobão no Twitter e Facebook

Por Bruno Fonseca, Agência Pública

Levou pouco mais de duas horas para que a notícia da renúncia do ex-deputado Jean Wyllys (Psol) devido a ameaças, em 24 de janeiro, fosse capturada por seus mais ferrenhos opositores e transformada em um novo ataque ao parlamentar. Entre as ameaças denunciadas por Wyllys antes de deixar o país, havia avisos sobre um atentado com explosivos e advertências de que seus familiares seriam estuprados e esquartejados, incluindo dados pessoais de parentes, como endereços e placa de carro.

(mais…)

Ler Mais

A mentira se tornou símbolo nacional e a corrupção valor familiar

Bolsonaro construiu sua imagem apenas com palavras, sem nenhuma atitude que legitime o que vomita. Hoje vemos a corrupção entranhada na instituição que ele tanto valorizou: sua própria família

Por Raphael Fagundes e Wendel Barbosa*, na Fórum

A nossa capacidade de expressão, verbal ou não verbal, é algo singular no processo de comunicação. É algo que envolve troca de informações ou ideias e se utiliza de signos e símbolos diversos. A construção desses símbolos se constitui como um instrumento de comunicação. E, tal construção, muitas vezes, tem por finalidade moldar o imaginário popular.

(mais…)

Ler Mais

Queiroz é o de menos. Por Janio de Freitas

Na Folha

O inquérito sobre a arrecadação financeira do assessor e amigo dos Bolsonaros, Fabrício Queiroz, não foge à regra brasileira: se o caso tem evidência e pode ser acompanhado, a constatação de alguma coisa esquisita não tardará. O que pode se dar tanto na ação da polícia como do Ministério Público, quando não de um juiz.

Esse caso motivou estranheza logo de início, mas por conta própria. Despontou já trazendo, na ainda pequena bagagem, um lote de seis cheques de Queiroz para a senhora Bolsonaro, totalizando R$ 24 mil que o marido Jair explicou, com demora de três dias, restituírem um empréstimo de R$ 40 mil não declarado no Imposto de Renda.

(mais…)

Ler Mais

Pesquisador reúne dados que revelariam a origem das fake news pró Bolsonaro, mas investigadores não parecem interessados

“Por mais que não tenha criado o conteúdo, essa pessoa [que fez o primeiro upload] é chave na disseminação —e pode ser um IP de uma agência de marketing ou alguém ligado a algum partido”, escreveu Patrícia Campos Mello

No GGN

O professor Miguel Freitas, especialista em telecomunicações da PUC-Rio, enviou para a Procuradoria Geral da República, em novembro de 2018, um relatório com dados que ajudariam a identificar quem foram os primeiros disseminadores de fake news no WhatsApp contra o PT, durante a corrida presidencial vencida por Jair Bolsonaro. Mas quase 2 meses depois do feito, ninguém entrou em contato com o pesquisador. 

(mais…)

Ler Mais