Pesquisadoras debatem como a instalação de grandes empreendimentos de energia impactam nas vidas das mulheres

“Gênero e deslocamentos compulsórios”: Esse foi o tema do Encontro do Círculo de Colaboração, ocorrido na última quinta-feira, 13.

CPT NE2

O que são deslocamentos compulsórios? São processos de mudança social, resultantes da remoção forçada ou do abandono dos territórios originais por ocasião da instalação de projetos de desenvolvimento ou de infraestrutura. Entre esses deslocamentos estão aqueles causados pela instalação de grandes empreendimentos de geração de energia. (mais…)

Ler Mais

No RN, comunidade Vila Nova 1 protesta por reparos em estradas e combate à poluição causada por empresas de energia eólica

CPT NE2

Famílias da comunidade Vila Nova 1, localizada no município de Tibau, Rio Grande do Norte, estão em protesto desde a última sexta-feira, 7, em resposta aos prejuízos causados pela circulação de veículos pesados pertencentes às diversas empresas de energia eólica instaladas na região. (mais…)

Ler Mais

Hidrelétrica Bem Querer seria uma das menos eficientes do país, aponta estudo

Análise consta em publicação do Fórum de Energias Renováveis de Roraima, que avalia riscos e incertezas do projeto

Fabrício Araújo, Jornalista do ISA

O Fórum de Energias Renováveis de Roraima lançou uma publicação que analisa os riscos e incertezas na construção da Hidrelétrica Bem Querer, com destaque para o diagnóstico de que o projeto seria um dos menos eficientes no país. (mais…)

Ler Mais

Desmatamento para projetos de energia solar e eólica aumentou quase 10 vezes em quatro anos

Em 2023, empreendimentos destruíram 4,5 mil hectares de vegetação, principalmente no Nordeste; número é 9,5 vezes maior do que o registrado em 2020.

No ClimaInfo

Além do impacto a comunidades locais e de contratos de arrendamento de terras que prejudicam pequenos proprietários rurais, alguns projetos solares e eólicos são marcados por aumentarem o desmatamento em biomas já vulneráveis. No ano passado, empreendimentos de energia renovável causaram a destruição de 4,5 mil hectares – equivalentes a quase 30 vezes a área do Parque Ibirapuera, em São Paulo – de vegetação nativa no país. O número é 9,5 vezes maior do que o registrado em 2020, quando foram desmatados 475,99 hectares para tal fim. A Caatinga é o bioma que mais tem sofrido com a situação, mostra levantamento do ((o))eco com base em dados da iniciativa MapBiomas. (mais…)

Ler Mais

Articulação nacional alerta governo federal contra os perigos da energia nuclear

Em Articulação Antinuclear Brasileira

No Dia Mundial da Energia (29 de maio), criado para incentivar a conscientização civil e política sobre a necessidade do uso de energias renováveis, a Articulação Antinuclear Brasileira (AAB) torna público o manifesto dirigido, através de protocolo oficial, no dia 24 último, ao Presidente Lula, no qual mais de 200 entidades da sociedade civil e pessoas alertam para os perigos da energia nuclear, reivindicando um debate científico, amplo e popular sobre a politica nuclear brasileira. (mais…)

Ler Mais

Comunidades afetadas por parques eólicos e solares fazem recomendações ao Governo de Pernambuco

Por Raíssa Ebrahim, no MZC

Representantes de comunidades afetadas pelos impactos dos parques eólicos e solares entregaram, nesta terça-feira (27), ao Governo de Pernambuco um relatório com mais de 100 sugestões a serem adotadas no processo de licenciamento desse tipo de empreendimento. O documento, intitulado Salvaguardas Socioambientais para Energia Renovável, é resultado de um conjunto de medidas de mitigação, construídas coletivamente e propostas por mais de 30 entidades — a maioria representando povos e populações tradicionais do Nordeste. (mais…)

Ler Mais