DPU realiza lançamento do Guia De Luta Contra A Intolerância Religiosa e o Racismo e campanha da 12ª Caminhada em Defesa da Liberdade Religiosa

Por Rozangela Silva

Ontem, a sede da Defensoria Pública da União no Rio de Janeiro, na Presidente Vargas / Centro, foi palco para o lançamento do GUIA DE LUTA CONTRA A INTOLERÂNCIA RELIGIOSA E O RACISMO, do autoria de Jorge da Silva, que trouxe a 2ª edição atualizada. Foi lançamento ainda no auditório, a campanha de mídia para a 12ª Caminhada em Defesa da Liberdade Religiosa, que acontecerá, no domingo do dia 15 de setembro, em Copacabana, onde almeja receber em torno de 100 mil pessoas.

(mais…)

Ler Mais

MPF e MPT celebram acordo com Shopping Vida em São João de Meriti (RJ) contra a discriminação religiosa em vagas de emprego

TAC foi assinado após a administração do shopping oferecer vagas de emprego direcionadas à igreja evangélica

Procuradoria da República no Rio de Janeiro

O Ministério Público Federal (MPF) e o Ministério Público do Trabalho (MPT) celebraram na última terça (6) termo de ajustamento de conduta (TAC) para assegurar a igualdade em ofertas de vagas de emprego no Shopping Vida em São João de Meriti (RJ). O acordo foi assinado após a administração do shopping enviar a oferta de vagas de emprego a pastor de igreja evangélica, solicitando que os candidatos enviassem seus currículos com o carimbo da igreja a qual pertencem, o que configuraria, no entendimento dos órgãos, aparente privilégio ilegal a evangélicos e discriminação a pessoas de outras religiões.

(mais…)

Ler Mais

O drama íntimo dos maracatus que perdem integrantes para os cultos evangélicos

Por Maria Carolina Santos, na Marco Zero

Para dona Ceça, a conversão do filho ao cristianismo evangélico “quebrou as pernas dela”. Era ao lado dele que ela conduzia o dia a dia do maracatu Cruzeiro do Forte, o único de baque solto do Recife. No Nação Leão Coroado, três membros abandonaram um dos grupos mais antigos de Pernambuco após se converterem. Uma perda de memórias e conhecimento. No Nação Porto Rico, a filha do mestre já saiu (e voltou) após virar evangélica. No Encanto do Pina, o problema não está dentro, mas ao lado: uma vizinhança evangélica que não aceita o batuque e a dança para os orixás. As tensões entre evangélicos e membros de maracatus não chegam a minguar a quantidade de integrantes dos grupos que vão às ruas no carnaval ou em festas como as dessa semana em que se comemora o Dia do Maracatu, mas afetam – ainda que temporariamente – a estrutura dos grupos.

(mais…)

Ler Mais

O Prof. Dr. Babalawô Ivanir dos Santos recebeu dia 17, o prêmio International Religious Freedom (IRF)

O prêmio foi entregue pelo State Department’s Office of International Religious Freedom, em Washington (USA). 

Por Rozangela Silva

Único representante de todo o hemisfério ocidental, o Doutorando em História da UFRJ Ivanir dos Santos foi reverenciado pelo Departamento de Estado do Governo dos Estados Unidos pela importância na luta contra a intolerância a praticantes de religiões de matriz africana no Brasil.

(mais…)

Ler Mais

Professor e doutor Babalaô Ivanir dos Santos recebe prêmio em Washington

O prêmio International Religious Freedom (IRF) será entregue pelo State Department’s Office of International Religious Freedom.

No Brazilian Times

Em sua primeira edição, o prêmio destacou quatro pessoas, selecionadas em todo o mundo. A principal missão do referido departamento é “monitorar as perseguições religiosas e a discriminação em todo o mundo,  com o intuito de implementar políticas nas respectivas regiões ou países e desenvolver programas para promover a liberdade religiosa”, além de destacar ativistas que lutam incansavelmente pela causa, como é o caso de Ivanir dos Santos, que é interlocutor da CCIR – Comissão de Combate à Intolerância Religiosa. 

(mais…)

Ler Mais

RJ – A comissão de Direitos Humanos recebe denúncia de que templos de religiões de matriz africana estão sofrendo ataques

Na CDHM

A comissão de Direitos Humanos recebeu denúncia de que templos de religiões de matriz africana, também conhecidos como terreiros ou centros, estão sofrendo ataques sistemáticos por todo o Estado do Rio de Janeiro, especialmente na região metropolitana. Há inúmeros relatos de fiéis e frequentadores que estão sendo ameaçados e atacados por conta da religião que professam.

(mais…)

Ler Mais

Terreiro de candomblé é destruído em Duque de Caxias, na Baixada Fluminense

Traficantes invadiram o local e obrigaram sacerdotisa responsável pela casa a destruir objetos

Por Tatiana Nascimento, no G1

Traficantes atacaram um terreiro de candomblé localizado no bairro Parque Paulista, em Duque de Caxias, na Baixada Fluminense. O crime ocorreu nesta quinta-feira (11). Os criminosos invadiram a casa, que funciona há mais de 50 anos, e obrigaram a sacerdotisa responsável pelo espaço a destruir todos os símbolos que representavam os orixás.

(mais…)

Ler Mais

Carta final da I Plenária dos Povos de Terreiro do Baixo Sul da Bahia

Os Povos de Terreiro do Baixo Sul da Bahia reunidos em plenária realizada no dia 15 de junho de 2019, no auditório da Universidade do Estado da Bahia-UNEB/Campus XV, durante o “I Seminário: Pedagogia do Terreiro, Educação e Direitos dos Povos de Terreiro”, vêm por meio desta carta, saudar os Voduns, Orixás, Mikisi, Caboclos e todas as forças ancestralizadas que emanam das águas, das matas, do ar, do calor, das estradas, dos ventos que tocam as palhas dos dendezeiros e fazer as seguintes denúncias, anúncios e reivindicações.

(mais…)

Ler Mais

Umbanda e Candomblé: conhecer é o caminho para a quebra do preconceito

No 1º Encontro dos Povos de Terreiro, em Minas Gerais, representantes dos povos de axé comentam o desafio da tolerância

Agatha Azevedo, Brasil de Fato

Com a benção dos mais velhos e dos mais novos, o itan e o oriki — formas de cântico e oração dos povos de axé no idioma yorubá — iniciam os trabalhos, as celebrações e as festividades dessa cultura milenar que resiste nos territórios tradicionais ao redor do mundo. E é sob este manto de ancestralidade espiritual que cada dia do 1º Encontro dos Povos de Terreiro “Ègbé — eu e o outro” se inicia, sempre respeitando os tempos dos orixás e do sagrado. O evento foi organizado pelo Centro Nacional de Africanidade e Resistência Afro-Brasileira, e aconteceu entre 13 e 16 de junho, em Belo Horizonte (MG).

(mais…)

Ler Mais

Em Minas Gerais, 1º Encontro Nacional de Povos de Terreiro celebra resistência

Mais de 400 lideranças se unem na construção de diálogos democráticos contra o avanço do autoritarismo

Agatha Azevedo, Brasil de Fato

Com o tema “Égbé – eu e o outro”, o Encontro Nacional de Povos de Terreiro é realizado em Belo Horizonte (MG) desde quinta-feira (13) até o próximo domingo (16). A programação contém análises sobre a situação do Brasil e do mundo, mesas de discussão sobre temas como mulheres negras e saberes ancestrais, racismo religioso, representação simbólica das culturas negras e das religiões de matriz africana, educação e estratégias de defesa dos corpos e da natureza, entre outros.

(mais…)

Ler Mais