“O ódio”: o documentário imperdível de Andrés Sal.lari que mostra como parte do Brasil aprendeu a se orgulhar do fascismo

Tania Pacheco

Difícil escrever qualquer coisa ao terminar de ver o documentário de Andrés Sal.lari. Dói a alma, dói o corpo, os neurônios. Verdade que há também esperança e promessas de luta e resistência por parte de muitos jovens, na maioria negros. Com eles, há também o grito de Erundina, do alto de seus 85 anos, defendendo que valeu a pena.

Vale a pena. Valerá sempre. Mas como é doloroso acompanhar essa síntese dura dos nossos últimos anos…

(mais…)

Ler Mais

Anule-se tudo que aconteceu a partir da criação da Lava Jato

As revelações do Intercept confirmam a nossa cobertura da farsa trágica dos últimos cinco anos: Lula era o alvo

por Mino Carta, em CartaCapital

Depois das revelações do Intercept, a conclusão haveria de ser anular tudo que aconteceu a partir da criação da Lava Jato. O projeto golpista visava, com a bênção agradecida do Departamento de Estado, alijar Lula da eleição de 2018, graças a uma tramoia pretensamente jurídica sem paralelos para condená-lo e prendê-lo sem provas. Moro e Dallagnol, lacaios de Washington, cumpriram a tarefa a contento e Jair Bolsonaro elegeu-se com folga maior do que aquela conseguida por Dilma Rousseff em 2014. Assim se deu, o entrecho é claro, o resultado de um golpe inédito perpetrado pelos próprios poderes da República, a começar pelo Judiciário, que permitiu o impeachment e as falcatruas do torquemadazinho de Curitiba. Os guardiões da lei preferiram rasgar a Constituição. Não faltou o aval militar, assegurado pelo general Villas Bôas, então comandante do Exército, ao pressionar o STF a manter a prisão de Lula sem alterar a decisão tomada à última hora pelos supremos togados por ser bastante, na visão a favor da fraude, a condenação em segunda instância.

(mais…)

Ler Mais

Polícia é principal responsável por mortes intencionais de crianças e adolescentes em SP

Estudo feito a pedido da Unicef, com base em dados da Secretaria da Segurança Pública, aponta que mortes causadas por policiais superaram os homicídios dolosos (com intenção de matar), com 580 mortes entre 0 e 19 anos na capital de 2014 a 2018

por Arthur Stabile, em Ponte Jornalismo

A principal causa de mortes intencionais de crianças com menos de um ano e adolescentes e jovens de até 19 anos na cidade de São Paulo é a ação das polícias, seja Civil ou Militar. O índice faz parte de um estudo da Unicef (Fundo das Nações Unidas para a Infância), que integra a ONU (Organizações das Nações Unidas).

(mais…)

Ler Mais

Xadrez dos preparativos para a luta final. Por Luis Nassif

Estimulado pelos filhos e por Olavo de Carvalho, Bolsonaro abriu mão de todas suas “âncoras” e decidiu partir para a guerra individual. Ampliou o discurso ideológico e, em Santa Maria, expôs a estratégia do armamento da população

No GGN

Vamos a uma rodada de Xadrez, em cima de notícias atuais pós-Intercept. Leve em conta o extraordinário dinamismo dos fatos para não tirar nenhuma conclusão definitiva. Vale para entender os movimentos e as contradições do jogo.

(mais…)

Ler Mais

A expansão urbana desordenada e o risco de uma escassez hídrica. Entrevista especial com Pedro Roberto Jacobi

Por: Patricia Fachin, em IHU On-Line

A expansão urbana desordenada ou a ocupação inadequada de áreas da cidade geram “um somatório de problemas”, que se estendem desde a falta de moradia digna até a proliferação de doenças e o agravamento da crise ambiental. Como lembra o professor Pedro Roberto Jacobi, que pesquisa a “governança global da metrópole frente às mudanças climáticas“, “essa não é uma história nova” no Brasil. “É uma história que se repete: na medida em que a gestão pública não dá conta de uma demanda por moradia, de uma população que não tem recursos para entrar no mercado imobiliário, desencadeia uma expansão urbana desordenada”. Entretanto, alerta, “a ocupação das áreas próximas aos reservatórios tem reduzido o potencial de produção de água, eliminando mata ciliar. A perda de mata ciliar é um fenômeno que aumenta a erosão, de um lado. De outro lado, existe o problema da falta de saneamento nas áreas de ocupação irregular, que contamina as águas, provocando sua eutrofização e, com isso, reduzindo o potencial de aproveitamentos desses reservatórios”.

(mais…)

Ler Mais

Lilia Schwarcz: “O Judiciário foi usado como vingança e impediu que a democracia siga seu curso”

Antropóloga, autora do livro ‘Sobre o autoritarismo brasileiro’, diz que o vazamento das mensagens de The Intercept Brasil mostra o Judiciário atuando em causas próprias.

por Joana Oliveira, em El País

O brasileiro é, antes de tudo, um autoritário. Depois de séculos escondendo-se por trás da ideia de povo aberto, diverso, tolerante, pacífico e acolhedor —o conceito de “homem cordial”, cunhado pelo historiador Sérgio Buarque de Holanda em 1936, em Raízes do Brasil —, ele tirou a máscara da cordialidade e revelou-se abertamente intolerante. Essa é a tese do recém-lançado Sobre o Autoritarismo Brasileiro (Companhia das Letras), livro da historiadora e antropóloga Lilia Schwarcz. Em um exercício de ir ao passado para pensar o presente, a autora destrincha as feições do autoritarismo à brasileira, que nasce na escravidão e nas mazelas do racismo e passa pelo patrimonialismo, violência, corrupção e pela desigualdade de gênero, resultando na polarização atual.

(mais…)

Ler Mais

MST lamenta a morte de Marta Harnecker

Psicóloga, escritora e jornalista, Harnecker, foi uma das principais investigadoras e divulgadoras das experiências de transformação social da América Latina

Da Página do MST

Psicóloga, escritora e jornalista, Marta Harnecker, de nacionalidade chilena, foi uma das principais investigadoras e divulgadoras do pensamento e das experiências de transformação social da América Latina. Harnecker morreu aos 82 anos neste sábado (15), em decorrência de tumores no cérebro.

(mais…)

Ler Mais

A luta das mulheres por um feminismo camponês e popular

Rumo ao VII Congresso da Coordenadoria Latinoamericana de Organizações Camponesas (CLOC – LVC) – de 25 a 30 de junho, em Havana – Cuba

por Francisca Rodríguez Huerta*, em Via Campesina / CPT

O aumento da participação política das mulheres do campo na América Latina está intimamente relacionado com a rebeldia do levante indígena, camponês e popular, e a unidade da luta que é construída para combater a ainda presente ideia colonialista, seus governos, aliados e / ou submissos, e os 500 anos do descobrimento e saque da nossa América.

(mais…)

Ler Mais

Contra reforma da Previdência, camponeses aderem à greve geral e participam de manifestações em 26 estados

Em dia marcado por paralisações, trabalhadores rurais de diversos municípios saíram às ruas para protestar contra a reforma da Previdência e a perda de direitos; no Paraná, sem-terra é ferido após repressão da Guarda Municipal

De Olho nos Ruralistas

Camponeses de várias partes do país juntaram-se nesta sexta-feira (14/06) aos milhares de trabalhadores que paralisaram suas atividades contra o governo Bolsonaro. Os protestos contra a reforma da Previdência nortearam a greve geral convocada por centrais sindicais, estudantes e movimentos sociais. Outros temas também entraram em pauta, como o pedido de afastamento do ministro da Justiça, Sérgio Moro – envolvido em vazamento de diálogos com procuradores da Operação Lava Jato -, os cortes na educação e o aumento do desemprego.

(mais…)

Ler Mais