Nota Pública da Comissão da Diversidade do PPGAnt/UFPel

As pessoas docentes e discentes que integram a Comissão da Diversidade do PPGAnt (Programa de Pós-Graduação em Antropologia) da UFPel (Universidade Federal de Pelotas), reunidas nos dias 03 e 09/06/2016 nas dependências do ICH (Instituto de Ciências Humana), decidiram por unanimidade vir a público manifestar franca preocupação e repudiar veementemente os atos de racismo e indiofobia ocorridos no dia 24/05/2016 contra duas pessoas indígenas mestrandas do Programa.

O lamentável e inaceitável episódio ocorreu durante o debate entre as cinco chapas que na ocasião concorriam à reitoria e à vice-reitoria da Universidade, realizado no campus do Capão do Leão. Atos desse tipo contrariam os esforços coletivos, empreendidos nas últimas décadas, no sentido da construção de um espaço acadêmico mais inclusivo e plural nas universidades brasileiras. Tais esforços, portanto, estão ligados à defesa da existência de uma política de ações afirmativas para a correção de assimetrias historicamente constituídas na sociedade nacional.

Diante da situação apresentada, a Comissão da Diversidade registra sua solidariedade para com as pessoas indígenas do curso de mestrado do PPGAnt, ratifica o repúdio ao referido episódio de racismo, solicita às autoridades da administração central que promovam uma vigorosa apuração dos fatos e tomem as providências legais cabíveis para que crimes dessa natureza não mais se repitam e conclama a comunidade universitária a repudiar esses e outros atos de ódio, preconceito e discriminação que aconteçam nas dependências da UFPel.

Pelotas, 09 de junho de 2016.

Comissão da Diversidade do PPGAnt/UFPel

Enviada para Combate Racismo Ambiental por Jorge Eremites de Oliveira.

 

Deixe um comentário

O comentário deve ter seu nome e sobrenome. O e-mail é necessário, mas não será publicado.

vinte − 18 =