Índio Kaxarari é morto por pistoleiros na Ponta do Abunã

Um índio da etnia Kaxarari foi assassinado com vários disparos de arma de fogo na região da Ponta do Abunã em Rondônia.

Por Rondônia Ao Vivo, na CPT

A vítima, Manoel Quintino da Silva kaxarari (40), foi morta na Vila Marmelo, localizada na BR 364, entre Extrema de Rondônia e Vista Alegre do Abunã.

Por volta de 19h de segunda-feira (26), dois homens encapuzados desceram de uma motocicleta e chamaram por Manoel que, ao atender, foi alvejado com tiro no rosto. O índio ainda correu em direção ao quarto, mas foi alcançado e recebeu vários disparos pelas costas. Uma criança também foi atingida de raspão pelos pistoleiros.

O indígena era uma das antigas lideranças da aldeia Pedreira e atualmente estava agregado na aldeia Buriti. A extração ilegal de madeiras da Terra Indígena Kaxarari por uma máfia de madeireiros pode ser o motivador do crime. O corpo foi enviado para Porto Velho.

Foto: Martinho

Deixe uma resposta

O comentário deve ter seu nome e sobrenome. O e-mail é necessário, mas não será publicado.

2 × um =