‘Interesse Público’ destaca Brasil Nunca Mais Digital e luta do MPF contra a tese do Marco Temporal

Programa foi reformulado e é transmitido todos os domingos às 17h30, na TV Justiça, e pode ser acessado no canal do MPF

MPF

O programa Interesse Público, do MPF, está de cara nova. E nesta semana você vai assistir a reportagem sobre a questão da demarcação de terras indígenas e quilombolas, que foi motivo de vários atos pelo país.

Os subprocuradores-gerais da República Ela Wiecko e Rogério Navarro e a procuradora federal dos direitos do cidadão, Deborah Duprat, explicam o posicionamento do Ministério Público Federal contra a tese do Marco Temporal, que limita à data de promulgação da Constituição, os direitos de propriedade de terras indígenas e quilombolas.

A edição do último domingo (20) traz uma entrevista com o procurador da República Marlon Weichert que fala sobre as novidades do site Brasil Nunca Mais Digital. O projeto reúne acervo digitalizado sobre a história da ditadura militar no Brasil. Mais de 850 mil páginas de processo contra presos políticos podem ser acessadas pelo endereço bnmdigital.mpf.mp.br.

O programa também vai falar sobre decisão da Justiça do Amazonas que condenou administrador de site por postar frases que incitavam ódio a indígenas. Confira essas e outras notícias no programa Interesse Público no canal do MPF.

Onde assistir – Você pode assistir ao Interesse Público aos domingos, às 17h30, na TV Justiça. As reportagens também podem ser revistas no canal do MPF no Youtube. Para críticas e sugestões envie um e-mail para interessepublico@mpf.mp.br

Secretaria de Comunicação Social
Procuradoria-Geral da República

Deixe uma resposta

O comentário deve ter seu nome e sobrenome. O e-mail é necessário, mas não será publicado.