Relatório explica como instituições têm negligenciado o combate à tortura policial

No Justificando

A Conectas Direitos Humanos acompanhou quase 400 audiências de custódia no Fórum Criminal da Barra Funda, em São Paulo, e elaborou o relatório “Tortura Blindada”. Henrique Apolinario, advogado e assessor do Programa de Justiça da Conectas, explica como os dados do relatório evidenciam a forma com que a Magistratura, Defensoria e Ministério Público lidam com os testemunhos de violência policial e como essas instituições têm negligenciado a prevenção e o combate à tortura policial.

Assista ao vídeo e entenda:

Deixe uma resposta

O comentário deve ter seu nome e sobrenome. O e-mail é necessário, mas não será publicado.